Alvorada do Sul

município brasileiro no estado do Paraná
Disambig grey.svg Nota: Para outras cidades com este nome, veja Alvorada.

Alvorada do Sul é um município brasileiro do estado do Paraná, pertencente a Região Metropolitana de Londrina. Sua população estimada em 2020 era de 11 503 habitantes.[4]

Alvorada do Sul
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Alvorada do Sul
Bandeira
Brasão de armas de Alvorada do Sul
Brasão de armas
Hino
Gentílico alvoradense-do-sul[1]
Localização
Localização de Alvorada do Sul no Paraná
Localização de Alvorada do Sul no Paraná
Mapa de Alvorada do Sul
Coordenadas 22° 46' 48" S 51° 13' 51" O
País Brasil
Unidade federativa Paraná
Região metropolitana Londrina
Municípios limítrofes Porecatu, Primeiro de Maio e Bela Vista do Paraíso no estado do Paraná e Iepê no estado de São Paulo.
Distância até a capital 484 km
História
Fundação 14 de dezembro de 1952 (69 anos)
Aniversário 14 de dezembro
Administração
Prefeito(a) Marcos Antonio Voltarelli[2] (PSD, 2021 – 2024)
Vereadores 9
Características geográficas
Área total IBGE/2019[3] 424,250 km²
População total (estimativa IBGE/2020[4]) 11 503 hab.
Densidade 27,1 hab./km²
Clima subtropical
Altitude 380 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000[5]) 0,757 alto
PIB (IBGE/2018[6]) R$ 265 481,84 mil
PIB per capita (IBGE/2018[6]) R$ 23 481,50
Sítio www.alvoradadosul.pr.gov.br (Prefeitura)
www.cmas.pr.gov.br (Câmara)

EtimologiaEditar

Denominação dada pela empresa colonizadora, que acreditava no futuro da crescente povoação, num novo crepúsculo, surgindo então Alvorada, acrescida de do Sul, por sua localização geográfica no contexto nacional.

HistóriaEditar

A febre de criação de novas cidades, que se espalhou pelo Estado do Paraná, na década de 1940, também atingiu a empresa Lima, Nogueira & Exportadora, estabelecida na cidade paulista de Santos.[7]

Esse grupo adquiriu vasta área de terras, na localidade onde hoje se ergue a cidade de Alvorada do Sul,[8] promovendo seu loteamento em áreas rurais e urbanas, vendidas a longo prazo. Como um bom plano urbanístico impulsionaram o progresso local, caracterizado por um povoamento quase que exclusivamente paulista, trazidos pela empresa colonizadora que promoveu um bom marketing para atingir seus objetivos.

A extensa porção territorial que circundava o povoado, foi sistematicamente ocupada por famílias de agricultores, que não tardaram em transformar a fértil mata em imponentes cafezais e produtivas lavouras de subsistência.

Os primeiros povoadores do lugar eram homens de grande iniciativa e determinação, sendo que em 1950, pouco antes de sua emancipação, 11.667 habitantes, e pelo menos 92% dessa população estava concentrada na zona rural.

Fatos como este e o progresso alcançado, permitiram que o núcleo fosse elevado à categoria de município emancipado, no dia 14 de novembro de 1951, pela lei estadual nº 790, sancionada pelo governador Bento Munhoz da Rocha Netto, com território desmembrado do município de Porecatu.

A instalação oficial ocorreu no dia 14 de dezembro de 1952, com as posse das autoridades municipais eleitas. Em 1955 ocupou o cargo de prefeito Juliano Fabrício dos Santos, sendo que eram vereadores: José Pereira Lima, Antonia Fonta Cezar, Thyrso Silva Gomes, Natal Búfallo de Moraes, Arduvino Pedrão, Gil Pellegrini, Antonio Agnelo de Carvalho, João Piovesan e José Savia.

ReligiãoEditar

Predominantemente católica, a cidade também conta com diversos tipos de culto e religiões.

Referências

  1. «Gentílico alvoradense-do-sul». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de agosto de 2018. Consultado em 30 de dezembro de 2018 
  2. Prefeito e vereadores de Alvorada do Sul tomam posse Portal G1 - acessado em 2 de janeiro de 2021
  3. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (2019). «Área da unidade territorial - 2019». Consultado em 22 de dezembro de 2020 
  4. a b «Estimativa populacional 2020 IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 28 de agosto de 2020. Consultado em 20 de janeiro de 2021 
  5. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2018». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 22 de dezembro de 2020 
  7. Cidades@ - IBGE. «Histórico». Consultado em 19 de julho de 2010 
  8. FERREIRA, João Carlos Vicente (1996). O Paraná e seus municípios. Maringá: Editora Memória Brasileira. 144 páginas 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre municípios do estado do Paraná é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.