Abrir menu principal
Paul Henreid
O ator, na década de 1940.
Nome completo Paul Georg Julius Freiherr von Hernried Ritter von Wasel-Waldingau
Nascimento 10 de janeiro de 1908
Trieste, Áustria-Hungria
Nacionalidade norte-americano
Morte 29 de março de 1992 (84 anos)
Santa Mônica
Ocupação ator, cineasta
Atividade 1933-1977
Cônjuge Elizabeth "Lisl" Gluck
(1936-1992, morte dele)

Paul Georg Julius Freiherr von Hernried Ritter von Wasel-Waldingau[1] (Trieste, 10 de janeiro de 1908Santa Mônica, 29 de março de 1992),[1] mais conhecido como Paul Henreid, foi um ator e cineasta estadunidense nascido em Trieste, no antigo Império Austro-Húngaro.

É conhecido principalmente por seu papel de Jeremiah Durrance, em Now, Voyager (1942), e por Victor Laszlo, de Casablanca, onde integrou o triângulo amoroso composto por Ingrid Bergman e Humphrey Bogart.

Primeiros temposEditar

Nascido na cidade italiana de Trieste, então parte do Império Austro-Húngaro, Paul era filho de Maria-Luise (Lendecke) e Baron Carl Alphons, um banqueiro vienense.[2] Estudou teatro em Viena e estreou no palco sob a direção de Max Reinhardt. Começou a carreira cinematográfica atuando em produções alemãs na década de 1930.

Emigrou da Áustria para a Grã-Bretanha em 1935, um ano após a Guerra Civil Austríaca, que redundou na instauração do austrofascismo. Com o início da Segunda Guerra Mundial, Paul correu risco de ser deportado ou preso como inimigo, não fosse a intervenção de Conrad Veidt, graças à qual Paul foi autorizado a ficar na Inglaterra, em liberdade.[3]

Fez um pequeno papel em Goodbye, Mr. Chips e um papel secundário como um major da Alemanha nazista em Night Train to Munich (1940), que o levou a tentar uma carreira em Hollywood. Contratado pela RKO Pictures, em 1942, estrelou Joan of Paris, já creditado com o nome que se tornaria famoso.

CarreiraEditar

Em 1942, Paul Henreid fez seus dois papéis mais importantes. Em Now, Voyager, ele e Bette Davis criaram uma das cenas mais imitadas da tela, em que ele acende dois cigarros e entrega um a ela. O papel seguinte seria como Victor Laszlo, líder heroico antinazista, em Casablanca, de Michael Curtiz, com Humphrey Bogart e Ingrid Bergman. Em 1946, Henreid se tornou cidadão dos Estados Unidos.[4]

Paul participou de vários filmes ao longo da década de 1940, e no início de 1950 começou a dirigir para cinema e televisão. Seus trabalhos no cinema incluem Between Two Worlds (1944), The Spanish Main (1945), Of Human Bondage (1946), Song of Love (1947), Thief of Damascus (1952), Siren of Bagdad (1953) e The Four Horsemen of the Apocalypse (1962).

Na televisão, dirigiu Alfred Hitchcock Presents, Maverick, Bonanza e The Big Valley. Em 1964, Paul dirigiu Dead Ringer, com Bette Davis e, numa pequena participação, sua filha Monika.

Vida pessoal, morte e legadoEditar

 
Túmulo de Paul Henreid no cemitério de Santa Mônica.

Paul Henreid casou-se com Elizabeth "Lisl" Gluck (1908–1993) em 1936, e tiveram duas filhas.

Morreu de pneumonia em Santa Mônica e foi enterrado no Woodlawn Memorial Cemetery, naquela cidade.

Paul Henreid tem duas estrelas na Calçada da Fama de Hollywood, por sua obra no cinema e na TV.


Referências

  1. a b Encyclopædia Britannica
  2. [1]
  3. «Cópia arquivada». Consultado em 10 de fevereiro de 2015. Cópia arquivada em 27 de outubro de 2009 
  4. «TCM database». Consultado em 10 de fevereiro de 2015. Arquivado do original em 5 de fevereiro de 2008 

Ligações externasEditar

  A Wikipédia tem o portal:
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Paul Henreid
  Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.