Abrir menu principal
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde junho de 2019). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Paulo Eduardo Andrade Ponte
Arcebispo da Igreja Católica

Título

Arcebispo Emérito de São Luís do Maranhão
Atividade Eclesiástica
Nomeação 20 de março de 1984
Predecessor João José da Mota e Albuquerque
Sucessor José Belisário da Silva, OFM
Mandato 17 de junho de 1984
a 21 de setembro de 2005
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 3 de abril de 1954
Roma, Itália
Nomeação episcopal 25 de junho de 1971
Ordenação episcopal 21 de novembro de 1971
Itapipoca, Ceará
por José Delgado
Lema episcopal CHRISTUS HERI ET HODIE
Cristo ontem e hoje
Dados pessoais
Nascimento Fortaleza, Ceará Ceará
24 de junho de 1931
Morte São Luís, Maranhão Maranhão
15 de março de 2009 (77 anos)
Funções exercidas Vice-Presidente da CNBB (1987-1991)
Bispo de Itapipoca (25.06.1971-20.03.1984)
dados em catholic-hierarchy.org
Arcebispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Dom Paulo Eduardo Andrade Ponte (Fortaleza, 24 de junho de 1931São Luís, 15 de março de 2009), ou apenas Dom Paulo Ponte, foi um bispo católico, foi arcebispo São Luís do Maranhão (19842005) e bispo de Itapipoca (19711984).

Índice

EstudosEditar

Dom Paulo Ponte fez seus estudos iniciais no Colégio Marista, em Fortaleza (1937-1944). Realizou seus estudos de nível médio no Seminário Menor de Fortaleza (1945-1947). Cursou Filosofia no Seminário Maior de Fortaleza (1948-49). Estudou Teologia na Pontifícia Universidade Gregoriana, em Roma (1950-1954). Doutourou-se em Teologia Dogmática pela Pontifícia Universidade Gregoriana (1957).

PresbiteradoEditar

Paulo Ponte foi ordenado padre no dia 3 de abril de 1954, em Roma. Como jovem Padre em Roma estudou por conta própria a gramática e alguns textos alemães e assim conseguiu se comunicar na língua germânica. Fez estudos no Instituto Católico de Paris e aconselhou os jovens estudantes católicos a se manterem firmes na fé católica. Quando retornou ao Brasil passou a servir como vigário paroquial (1957) em Itapipoca - Ce. Dentre suas diversas funções de magistério, citam-se as de professor e diretor espiritual do Seminário Maior de Fortaleza (1964-1966) e professor e diretor do Instituto de Ciências Religiosas da mesma capital.

EpiscopadoEditar

No dia 25 de junho de 1971, aos 40 anos, foi nomeado primeiro bispo de Itapipoca pelo Papa Paulo VI. Recebeu a ordenação episcopal no dia 21 de novembro de 1971, em Itapipoca, pelas mãos de Dom José de Medeiros Delgado e de Dom Miguel Fenelon Câmara Filho e Dom Manuel Edmilson da Cruz. No dia 20 de março de 1984, o Papa João Paulo II o nomeou arcebispo de São Luís do Maranhão. Dom Paulo Ponte foi acolhido por todos os Padres da Arquidiocese mas principalmente por Padre Bráulio Ayres, único Padre ordenado por Dom Motta. Dom Paulo tinha muito estima por Padre Bráulio por ter sido ele grande colaborador e uma pessoal invulgar na promoção das vocações junto a Pastoral das Vocações com diversas atividades e retiros pela cidade e interior. Na sua posse em São Luís fez um sermão clássico, se referindo a chegada de Paulo a Atenas e comparando-a com a sua chegada a São Luís, a Atenas brasileira dos intelectuais do século XIX e XX. Estava muito feliz naquela noite. Por onde estará este manuscrito, podemos nos perguntar. Teria sido interessante ter acesso ao seu pensamento naquela noite e ver as linhas que ele traçou para si ao tomar posse da Arquidiocese. Durante o governo de Dom Paulo Ponte o número de paróquias da Arquidiocese aumentou muito, passando de 19 para 40, e numerosas comunidades religiosas foram acolhidas ou reativadas. O Seminário Santo Antônio foi reativado e ampliado em sua área territorial. Ele foi um árduo defensor das vocações sacerdotais. Para a formação do clero o sistema de ensino foi remodelado com a fundação do CETEMA (Centro Teológico do Maranhão) hoje, IESMA (Instituto de Estudos Superiores do Maranhão). Com recursos da ADVENIAT construiu o novo palácio episcopal, onde recebia autoridades, estudantes, sacerdotes e professores e de onde fazia parte singular a capela na parte superior e a sua Biblioteca pessoal na parte térrea. Com sua aceitação de ofertas ou côngruas oficiais do governo do Estado do Maranhão a Catedral passou por reformas consideráveis que a fizeram adentrar no novo milênio, do qual ele muito falava. Com a sugestão de Dom Xavier Gilles de Maupeou, Dom Paulo Ponte enviou para a Europa alguns padres do clero secular para estudar e dar continuidade a formação acadêmica e espiritual das novas gerações. Devido questões de saúde e, tendo completado 74 anos Dom Paulo Ponte aceitou seu destino e pediu renúncia do governo da Arquidiocese. O papa Bento XVI nomeou no dia 21 de Setembro de 2005, Dom José Belisário da Silva como novo Arcebispo de São Luís do Maranhão, este humilde franciscano que, graças a Deus aceitou tal grande responsabilidade. O povo do Maranhão o considera como um dos seus e pede que a Divina Providência faça com que o seu corpo permaneça enterrado na catedral onde estão os grandes homens da Igreja que por aqui desempenharam sua missão de fé e de educação humana, espiritual e intelectual dos cristãos e da sociedade civil em geral.

Seu lema: "Christus heri et hodie" (Cristo ontem e hoje).

Atividades durante o episcopadoEditar

Ordenações episcopaisEditar

SucessãoEditar

Dom Paulo Ponte foi o primeiro bispo de Itapipoca, foi sucedido por Dom Benedito Francisco de Albuquerque.

Dom Paulo Ponte foi o 6º arcebispo de São Luís do Maranhão, sucedeu a Dom João José da Mota e Albuquerque e foi sucedido por Dom José Belisário da Silva, OFM.

Renúncia e falecimentoEditar

Renunciou ao múnus episcopal no dia 21 de setembro de 2005, aos 74 anos.

Faleceu em São Luís, na madrugada de 15 de março de 2009.

Ligações externasEditar

Fonte consultada: Dicionário Histórico-Geográfico da Província do Maranhão. 3a edição revista e ampliada. Edição crítica de Jomar Moraes. Índice remissivo de Lino Moreira. São Luís: Lithograf, 2009. Apoio cultural: ALUMAR Alcoa bhpbilliton.

Precedido por
João José da Mota e Albuquerque
 
Arcebispo de São Luís

20 de março de 198421 de setembro de 2005
Sucedido por
José Belisário da Silva, OFM
Precedido por
criação da diocese
 
Bispo de Itapipoca

25 de junho de 197120 de março de 1984
Sucedido por
Benedito Francisco de Albuquerque
Precedido por
Benedito de Ulhoa Vieira
Vice-Presidente da CNBB
19871991
Sucedido por
Serafim Fernandes de Araújo