Paulo Thiago

Disambig grey.svg Nota: Se procura o lutador brasileiro, veja Paulo Thiago (lutador).

Paulo Thiago Ferreira Paes de Oliveira ORB (Aimorés, 8 de outubro de 1945Rio de Janeiro, 5 de junho de 2021) foi um cineasta brasileiro.[1]

Paulo Thiago
Nome completo Paulo Thiago Ferreira Paes de Oliveira
Nascimento 8 de outubro de 1945
Aimorés, Minas Gerais
Nacionalidade brasileiro
Morte 5 de junho de 2021 (75 anos)
Rio de Janeiro
Ocupação cineasta

BiografiaEditar

Radicado desde os cinco anos de idade no Rio de Janeiro, na adolescência teve aulas de violão com Roberto Menescal e aproximou-se do grupo da bossa nova, chegando a tirar terceiro lugar no Festival da Canção da TV Record em 1965, com a música “Queixa”, composta em parceria com Zé Keti e Sidney Miller.

Graduado em Economia e Sociologia Política pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC), chegou a trabalhar no Instituto Econômico de Pesquisas Aplicadas e no Instituto de Pesquisas Cândido Mendes. Mas, frequentador das sessões da Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM) e do Cine Paissandu, começou a realizar curtas-metragens ainda no período da faculdade, vindo a optar mais adiante pela carreira cinematográfica.

Seu primeiro documentário em 35mm, A Criação Literária de Guimarães Rosa, foi premiado no Festival de Santarém, em Portugal. Em sua terra natal, Aimorés, rodou seu primeiro longa-metragem, Os Senhores da Terra, uma alegoria sobre o coronelismo que conquistou o Prêmio da Crítica no Festival de Karlovy Vary.

Em 1981, fundou a Encontro Produções Cinematográficas, passando também a produzir filmes de outros realizadores, como Haroldo Marinho Barbosa (Engraçadinha), Oswaldo Caldeira (Muda, Brasil) e David Neves (Fulaninha).

Foi um dos fundadores da Associação Brasileira de Cineastas e presidiu, de 1985 a 1987, a Associação Brasileira de Produtores Cinematográficos.

Em 2006, foi agraciado pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Ordem de Rio Branco no grau de Oficial suplementar por méritos cinematográficos.[2]

Morreu na madrugada de 5 de Junho de 2021, no Rio de Janeiro, aos 75 anos, vitimado por uma parada cardíaca em consequência de uma doença hematológica.[3][4]

FilmografiaEditar

Referências

  1. a b c d e f g h i «Perfis: Paulo Thiago». CinePlayers. Consultado em 21 de agosto de 2019 
  2. BRASIL, Decreto de 12 de abril de 2006.
  3. Morre, aos 75 anos, o cineasta Paulo Thiago
  4. Morre o cineasta mineiro Paulo Thiago
  5. a b c d «Paulo Thiago: filmografia». AdoroCinema. Consultado em 21 de agosto de 2019 
  6. «Águia na Cabeça». Cinemateca Brasileira. Consultado em 6 de junho de 2021 
  Este artigo sobre um(a) cineasta é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.