Petar Rajič

Petar Antun Rajič (Toronto, 12 de junho de 1959) é um diplomata e prelado canadense da Igreja Católica, núncio apostólico na Letônia, Estônia e Lituânia.

Petar Rajič
Arcebispo da Igreja Católica
Núncio apostólico na Letônia, Estônia e Lituânia

Título

Arcebispo-titular de Sarsenterum
Hierarquia
Papa Francisco
Atividade eclesiástica
Diocese Serviço Diplomático da Santa Sé
Serviço pastoral Nunciatura da Letônia, Estônia e Lituânia
Nomeação 6 de agosto de 2019
Predecessor Pedro López Quintana
Mandato 2019
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 29 de junho de 1987
Catedral de Mostar
por Pavao Žanić
Ordenação episcopal 23 de janeiro de 2010
Catedral de Mostar
por Tarcisio Bertone, S.D.B.
Lema episcopal Christus Dominus Nos Liberavit
Cristo nos libertou
Nomeado arcebispo 2 de dezembro de 2009
Brasão arquiepiscopal
Coat of arms of Petar Rajič.svg
Dados pessoais
Nascimento Toronto
12 de junho de 1959 (62 anos)
Nacionalidade canadense
dados em catholic-hierarchy.org
Arcebispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

BiografiaEditar

É nascido de uma família de croatas oriundos da Bósnia e Herzegovina imigrantes no Canadá.[1] Estudou bacharelado em artes na Faculdade de Estudos Urbanos da Universidade de Toronto, entre 1978 e 1982. Depois, foi estudar teologia e filosofia no Seminário Interdiocesano de Sarajevo, onde concluiu seus estudos em 1987.[2] Foi ordenado padre em 29 de junho de 1987, por Pavao Žanić, bispo de Mostar-Duvno, sendo incardinado na diocese de Trebinje-Mrkan.[3][4]

Após a ordenação, foi pároco assistente da paróquia Nossa Senhora Rainha da Croácia em Toronto, onde permaneceu até 1989. Dali seguiu para a Faculdade de Direito Canônico da Pontifícia Universidade Lateranense de Roma e para a Pontifícia Academia Eclesiástica, onde se formou em 1993. Entrou para o serviço diplomático da Santa Sé em 1 de julho de 1993, e posteriormente serviu nas Representações Pontifícias no Irã (1993-1996), na Lituânia (1996-1998) e na Seção de Assuntos Gerais da Secretaria de Estado (1998-2009).[2][4]

Em 2 de dezembro de 2009, o Papa Bento XVI o nomeou núncio apostólico para o Bahrein, Kuwait e Catar e delegado apostólico para a Península Arábica,[4] sendo consagrado como arcebispo-titular de Sarsenterum em 23 de janeiro de 2010, na Catedral de Mostar, pelas mãos de Tarcisio Bertone, S.D.B., Cardeal Secretário de Estado, coadjuvado por Vinko Puljić, cardeal arcebispo de Vrhbosna e por Ratko Perić, bispo de Mostar-Duvno-Trebinje-Mrkan.[3] Em 27 de março de 2010, foi nomeado para também ser o núncio apostólico junto ao Iêmen e aos Emirados Árabes Unidos.[5]

Em 15 de junho de 2015, o Papa Francisco o transferiu para as nunciaturas de Angola e São Tomé e Príncipe.[6] Ali, desenvolveu várias atividades pastorais, visitando diversas paróquias, interagindo com os fiéis e constatando as condições existentes nas mais variadas comunidades religiosas locais. Também encorajou, por exemplo, o executivo angolano a materializar os programas que visavam mitigar os efeitos da seca que afetava a região sul de Angola.[7] Trabalhou num acordo entre a Santa Sé e Angola, centrado sobretudo nas transmissões da emissora católica Rádio Ecclesia e no estado do santuário de Muxima.[8][9] Durante muitos anos, as emissões da Rádio Ecclesia, que reportava fatos indesejáveis ​​ao governo, especialmente sobre a guerra civil na província de Cabinda, tinham sido autorizadas apenas na região de Luanda.[10] O acordo foi o primeiro passo para o reconhecimento pelo Estado da personalidade jurídica da Igreja Católica, que ocorreu em 2019.[11]

Em 15 de junho de 2019, foi transferido para a nunciatura da Lituânia[12] e, em 6 de agosto, foi nomeado também para as nunciaturas da Estônia e Letônia.[13]

É fluente em inglês, croata, italiano, francês e português.[2][14]

Referências

  1. «Pope Francis nominates nuncio to Latvia and Estonia» (em inglês). The Baltic Times. 8 de agosto de 2019. Consultado em 5 de outubro de 2021 
  2. a b c «The Apostolic Nuncio (Holy See) - Most Rev. Petar Rajič» (em inglês). site do Vicariato Apostólico da Arábia Meridional 
  3. a b Catholic Hierarchy
  4. a b c «NOMINA DEL NUNZIO APOSTOLICO IN KUWAIT, BAHREIN E QATAR E DELEGATO APOSTOLICO NELLA PENISOLA ARABICA» (em italiano). Sala de Imprensa da Santa Sé, Rinunce e Nomine, 02.12.2009 
  5. «NOMINA DEL NUNZIO APOSTOLICO IN YEMEN E NEGLI EMIRATI ARABI UNITI» (em italiano). Sala de Imprensa da Santa Sé, Rinunce e Nomine, 27.03.2010 
  6. «Nomina del Nunzio Apostolico in Angola e São Tomé e Príncipe» (em italiano). Sala de Imprensa da Santa Sé, Rinunce e nomine, 15.06.2015 
  7. Anastácio Sasembele (18 de junho de 2019). «D. Petar Rajic cessa missão em Angola e São Tomé e Príncipe e segue para a Lituânia». Vatican News. Consultado em 5 de outubro de 2021 
  8. Angola: Levée des derniers obstacles à la signature d’un accord-cadre avec le Vatican (em francês)
  9. Angola e Vaticano preparano accordo di cooperazione, Ambasciata della Repubblica d'Angola in Italia. (em italiano)
  10. Rapporto 2005 sulla Libertà Religiosa nel Mondo, Roma, 2005, pp. 296-297
  11. L'Angola reconnaît la personnalité juridique de l'Eglise catholique, cath.ch. (em francês)
  12. «Nomina del Nunzio Apostolico in Lituania» (em italiano). Sala de Imprensa da Santa Sé, Rinunce e nomine, 15.06.2019 
  13. «Nomina del Nunzio Apostolico in Estonia e Lettonia» (em italiano). Sala de Imprensa da Santa Sé, Rinunce e nomine, 06.08.2019 
  14. «Angola e Vaticano preparam acordo de cooperação» (em inglês). Angola Press. 28 de junho de 2019. Consultado em 5 de outubro de 2021 

Ligações externasEditar


Precedido por
 
Arcebispo-titular de Sarsenterum

2009
Sucedido por
incumbente
Precedido por:
Paul-Mounged El-Hachem
 
Núncio apostólico no Bahrein, Kuwait e Catar

Seguido por:
Francisco Montecillo Padilla
Delegado apostólico na Península Arábica
20092015
Núncio apostólico no Iêmen e Emirados Árabes Unidos
20102015
Precedido por
Novatus Rugambwa
 
Núncio apostólico em Angola e São Tomé e Príncipe

20152019
Sucedido por
Giovanni Gaspari
Precedido por:
Pedro López Quintana
 
Núncio apostólico na Lituânia

Sucedido por:
incumbente
Núncio apostólico na Estônia e Letônia
2019