Abrir menu principal

Wikipédia β

Petronila de Aragão

BiografiaEditar

Com quase dois anos de idade, Petronila assumiu um contrato de casamento com o conde Raimundo Berengário IV de Barcelona. Imediatamente o seu pai Ramiro retirou-se para o mosteiro de São Pedro, o Velho, de Huesca, conservando para si o título de rei, enquanto o conde de Barcelona, noivo de Petronila, como príncipe regente, assumiu o governo da Coroa de Aragão. Petronila foi educada na corte condal de Barcelona.

O casamento de Petronila com Raimundo Berengário IV foi celebrado treze anos depois em Lérida, em agosto de 1150, quando a rainha atingiu a idade requerida pelo direito canónico para poder consumar o matrimónio, catorze anos.

 
Retrato póstumo do século XIX.

Em março de 1157 nasceu em Huesca Raimundo, o herdeiro do casal real, que reinaria com o nome de Afonso II de Aragão em honra a Afonso I de Aragão. Depois da morte de Raimundo Berengário IV em 1162, Petronila abdicou do Reino de Aragão e do Condado de Barcelona em nome do seu filho Afonso, em documento de 18 de julho de 1164.[2][3] Petronila morreu em Barcelona a 17 de outubro de 1174, e foi enterrada na Catedral de Barcelona.

DescendênciaEditar

 
Signum regis (firma real) de Petronila de Aragão.

Do seu matrimónio com Raimundo Berengário IV nasceram:


Precedido por:
Ramiro II
 
Rainha de Aragão

16 de agosto de 115718 de julho de 1164
com Raimundo Berengário IV (1137-1162)
Sucedido por:
Afonso II (Raimundo Berengário V de Barcelona)
Precedido por:
Raimundo Berengário IV
Condessa de Barcelona
6 de agosto de 116218 de julho de 1164
Precedida por:
Felícia de Roucy
Rainha-mãe de Aragão
18 de julho de 116415 de outubro de 1174
Sucedida por:
Sancha de Castela

Referências

  1. Gran Enciclopedia Aragonesa online (em castelhano)
  2. a b Texto digitalizado pela Universidade Jaime I, doc. 3º, 1164, 18 de Junho, Barcelona (em castelhano) Archivo de la Corona de Aragón. Barcelona. Cancelleria reial. Liber Feudorum Maior, ff. 10c-11a. Apud Miguel Rosell, 1945, nº 17.
  3. a b Historia d´un destarifo: de Corona d´Aragó, a Regne de Catalunya, Agustí Galbis, Valéncia hui, 15 de Junho de 2008 (em espanhol)
  4. a b Creación y desarrollo de la Corona de Aragón, Antonio Ubieto Arteta, Zaragoza, Anubar (Historia de Aragón), 1987, págs. 177-178 (ISBN 84-7013-227-X)
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Petronila de Aragão
  Este artigo sobre uma Rainha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.