Abrir menu principal

Sancha de Castela, Rainha de Aragão

Sancha de Castela
Infanta de Castela e Leão
Condessa de Barcelona
Representação da rainha Sancha no cartulário Liber feudorum maior.
Rainha consorte de Aragão
Reinado 18 de janeiro de 117425 de abril de 1196
Antecessor(a) Inês da Aquitânia
Sucessor(a) Maria de Montpellier
 
Cônjuge Afonso II de Aragão
Casa Anscáridas (por nascimento)
Barcelona (por casamento)
Nascimento 21 de setembro de 1154 ou 1155
Morte 9 de novembro de 1208 (53 anos) ou (54 anos)
  Villanueva de Sigena, Aragão, Espanha
Enterro Mosteiro de Santa Maria de Sigena, Villanueva de Sigena, Aragão, Espanha
Pai Afonso VII de Leão e Castela
Mãe Riquilda da Polônia

Sancha de Castela (21 de setembro de 1154 ou 1155Villanueva de Sigena, 9 de novembro de 1208,[1][2] foi uma infanta de Castela e de Leão por nascimento, e rainha consorte de Aragão como esposa de Afonso II de Aragão.

Índice

FamíliaEditar

Sancha foi a única filha e segunda criança nascida do rei Afonso VII de Leão e Castela e de sua segunda esposa, Riquilda da Polônia. Seus avós paternos eram o conde Raimundo de Borgonha, e a rainha soberana Urraca I de Leão e Castela. Já seus avós maternos eram Vladislau II da Polónia, grão-duque da Polônia e Inês de Áustria.

Seu único irmão integral, Fernando, nasceu em 1153 e morreu em 1157. Do primeiro casamento de Afonso com Berengária de Barcelona, era meia-irmã de: Sancha de Castela, rainha consorte de Sancho VI de Navarra; Sancho III de Castela, sucessor do pai; Constança de Castela, esposa do rei Luís VII de França, e Fernando II de Leão, também rei da Galiza.

BiografiaEditar

Na data de 18 de janeiro de 1174, a infanta Sancha casou-se com o rei Afonso, conhecido como "o Casto" ou "o Trovador", na cidade de Saragoça, na atual Espanha. A noiva tinha cerca de dezenove ou vinte anos de idade, e o noivo, dezessete. Ele era filho do conde Raimundo Berengário IV de Barcelona e da rainha Petronila de Aragão, que abdicou do trono aragonês em favor de Afonso.

A rainha Sancha era patrona de trovadores como Giraud de Calanson e Peire Raymond.

Ela entrou em um conflito legal com o marido, em relação a propriedades que faziam parte de seus estados de dote. Em 1177, ela se apossou de diversos castelos e fortalezas do Condado de Ribagorça que faziam parte da Coroa.

O rei Afonso morreu em 25 de abril de 1196, aos 39 anos de idade. Eles tiveram nove filhos.

Em 1197, a rainha viúva tornou-se uma freira no Mosteiro de Santa Maria de Sigena, que ela própria havia fundado no ano de 1188.

A filha de Sancha, Constança, passou a viver com a mãe no mosteiro após a morte do marido, o rei Emérico da Hungria. Após cinco anos, ela deixou Aragão novamente para se casar com o imperador Frederico II do Sacro Império Romano-Germânico.

Sancha morreu em Villanueva de Sigena no dia 9 de novembro de 1208. Foi enterrada no Mosteiro de Santa Maria de Sigena, em Aragão.

DescendênciaEditar

O casal teve nove filhos:

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Sancha de Castela, Rainha de Aragão

Referências