Abrir menu principal

Popular (série de televisão)

Popular
Popularidade (BR)
Informação geral
Formato Série
Gênero Drama, Comédia
Duração 44 minutos (aproximadamente)
Estado Finalizado
Criador(es) Ryan Murphy
Gina Matthews
País de origem  Estados Unidos
Idioma original inglês
Produção
Elenco Leslie Bibb
Carly Pope
Tamara Mello
Leslie Grossman
Christopher Gorham
Sara Rue
Tema de abertura "Supermodels" de Kendall Payne
Tema de encerramento "High School Highway" de Sydney Forest
Exibição
Emissora de televisão original Estados Unidos The WB
Brasil Sony, SBT
Portugal SIC Radical
Transmissão original 29 de Setembro de 199918 de Maio de 2001
N.º de temporadas 2
N.º de episódios 43 (ver Lista de episódios de Popular (lista de episódios)
Cronologia
Programas relacionados Glee

Popular ("Popularidade" no Brasil) é uma série de televisão norte-americana de comédia dramática, exibida na The WB. Foi criada por Ryan Murphy e Gina Matthews, estrelando Leslie Bibb e Carly Pope. A série teve duas temporadas, de 1999 a 2001, mas foi repentinamente cancelada no final da segunda temporada, devida a brusca queda de audiência (agravada por uma mudança de horário para as sextas-feiras à noite).[1] A série é considerada a predecessora de Glee pelos críticos especializados do meio. Serviu de inspiração para criação da série argentina Rebelde Way. No Brasil foi exibida pela Sony e pelo SBT.[2]

SinopseEditar

A série mostra o mundo dos adolescentes, um mundo no qual eles aprenderão a perder, decidir, e aprender com os próprios erros. Buscando a sua verdadeira identidade e os seus valores. Kennedy High School é o cenário onde um grupo de adolescentes vai aprender que as regras sociais existem e que devem ser respeitadas. Este é o caso de Brooke McQueen, uma garota extremamente popular, atraente, de boa posição social e chefe das líderes de torcida que se dedica ao máximo em preservar sua imagem de garota perfeita com seu namorado jogador do time de futebol; Sam McPherson, uma geniosa e inteligente garota impopular, editora do jornal da escola. As duas inimigas são forçadas a se tornarem pacíficas entre si quando seus pais se envolvem em um caso romântico.


A série começa mostrando pequenos atritos entre Brooke e Sam, alunas de Biologia. Essas diferenças acabam fazendo com que elas se tornem opostas e hostis entre si. Em seguida, elas descobrem que seus pais (o pai de Brooke e a mãe de Sam) estão noivos. A primeira temporada consiste na união das garotas para tentar destruir o noivado de seus pais, impedindo que eles se casem. No final da temporada, Sam encontra a mãe verdadeira de Brooke, e a encoraja a voltar para a cidade. Isso termina com o noivado. Na segunda temporada, Sam e Brooke percebem que seus pais são felizes juntos. Então elas se ajudam para uni-los novamente.

Na segunda temporada várias reviravoltas acontecem na série, com Brooke deixando as líderes de torcida e focando-se em problemas escolares como um dos membros do conselho estudantil, e Sam experimentando o surgimento de uma repentina popularidade na escola. Josh e Lily começam a namorar e Carmem substitui Nicole como a líder das Glamazons. Harrison divide-se entre o amor de Brooke e Sam, e Sugar Daddy encontra o amor na estudante de intercâmbio Exquisite Who. No final da temporada (que tornou-se depois o final da série), Brooke sofre um acidente de carro causado por Nicole, enfurecida. Até hoje, este fato permanece como um cliffhanger sem respostas.

PersonagensEditar

No círculo popular de Brooke estão Nicole Julian, uma sarcástica, elitista e maldosa garota; Mary Cherry, uma milionária, extravagante e estranha garota vinda do Texas; Josh Ford, namorado de Brooke e jogador do time de futebol que sonha em atuar, e Sugar Daddy, melhor amigo e parceiro de Josh que carrega consigo as raízes do gueto.

Sam é acompanhada por Harrison John, garoto sensível e impopular que é apaixonado por Brooke; Carmem Ferrara, uma garota obesa que sonha em fazer parte da equipe das líderes de torcida da escola (as 'Glamazons'); e Lily Esposito, uma ativista que luta a favor dos direitos humanos e animais.

Outros personagens significativos são Roberta "Bobbi" Glass, uma sádica professora de biologia; Mike McQueen, pai de Brooke; e Jane McPherson, mãe de Sam.

EpisódiosEditar

ElencoEditar

Elenco secundárioEditar

AudiênciaEditar

Temporada Audiência (EUA) Emissora
1 1999–2000 2.9 milhões[3] The WB
2 2000–2001 1.7 milhão[4]

ProduçãoEditar

  • Diversas vezes na primeira temporada ocorreram erros de gravação durante as brigas de Sam e Brooke. Carly Pope e Leslie Bibb sempre acabavam caindo na gargalhada, visto que na vida real elas eram melhores amigas. Ambas disseram que era muito duro ter que se "odiarem" em cena.
  • Tamara Mello (Lily) inicialmente tentou o papel de Sam, Leslie Grossman (Mary Cherry) tentou o papel de Nicole, e Carly Pope (Sam) teria tentado o papel de Brooke.
  • Kid Pardue originalmente interpretou Josh Ford no episódio piloto apresentado a WB, mas quando a série foi adicionada à grade de programação da emissora, o ator foi substituído por Bryce Johnson.
  • Enquanto havia uma constante troca de diretores para cada episódio da série, Ryan Murphy sempre estava no set de filmagem quando havia uma cena envolvendo a personagem Mary Cherry, a fim de conseguir que Leslie Grossman interpretasse cada linha exatamente da forma como ele havia previsto (a personagem Mary Cherry é responsável pela maioria das cenas cômicas da série).
  • A gravidez de Carmen e o namoro de Harrison e Mary Cherry foram cortados repentinamente da série a pedido dos executivos da WB.
  • Em 2016, Ryan Murphy alegou que a emissora The WB foi extremamente homofóbica durante o período em que a série estava no ar.[6][7]

Prêmios e IndicaçõesEditar

Ano Premiação Categoria Indicado Resultado
2000 Casting Society of America[8] Melhor Elenco para TV, Piloto de Comédia Eric Dawson, Carol Kritzer & Robert J. Ulrich Indicado
GLAAD Media Awards[9] Outstanding TV Individual Episode Pelo episódio Wild Wild Mess Venceu
Genesis Awards Televisão – Nova Série Pelo episódio Under Siege Venceu
SHINE Awards Episódio de Comédia Pelo episódio Booty Camp Venceu
TV Guide Awards Série Adolescente Favorita Indicado
Teen Choice Awards[10] TV - Escolha de Seriado Revelação Venceu
TV – Escolha de Comédia Indicado
TV – Escolha Sidekick Ron Lester Indicado
TV – Escolha de Atriz Carly Pope Indicado
Leslie Bibb Indicado
2001 GLAAD Media Awards Outstanding TV Comedy Series Indicado
Genesis Awards Televisão – Série de Comedia Pelo episódio Joe Loves Mary Cherry Venceu
Teen Choice Awards TV – Escolha Sidekick Ron Lester Indicado
TV – Escolha de Comédia Indicado

ReferênciasEditar

  1. «The WB Popular 2000» 
  2. «SBT - Sistema Brasileiro de Televisão». web.archive.org. 26 de abril de 2001. Consultado em 12 de fevereiro de 2019 
  3. «US-Jahrescharts 1999/2000». Quotenmeter (em alemão). 30 de maio de 2002. Consultado em 12 de fevereiro de 2019 
  4. «TV Ratings 2000-2001». fbibler.chez.com. Consultado em 12 de fevereiro de 2019 
  5. «Alwayspopular2001» 
  6. «Ryan Murphy Details Homophobia at The WB During 'Popular'». TheWrap (em inglês). 26 de setembro de 2016 
  7. Coletti, Caio (26 de setembro de 2016). «Ryan Murphy dispara: "A Warner era muito homofóbica quando fiz séries com eles"». Observatório do Cinema. Consultado em 12 de fevereiro de 2019 
  8. «2000 Artios Awards». www.castingsociety.com (em inglês). Consultado em 12 de fevereiro de 2019 
  9. Staff, Hollywood com (22 de agosto de 2001). «2000 GLAAD Media Awards». Hollywood.com (em inglês). Consultado em 12 de fevereiro de 2019 
  10. «Teen Choice Awards». Washington Post (em inglês). ISSN 0190-8286