Portal:Eslováquia/Artigo selecionado

Artigo selecionado

Igreja greco-católica em Svidník, Eslováquia.

A Igreja Católica Bizantina Eslovaca, ou a Igreja Greco-Católica Eslovaca, é uma Igreja particular oriental sui iuris em comunhão com a Igreja Católica. Isto quer dizer que ela, nunca abandonando as suas veneráveis tradições e ritos litúrgicos orientais, aceita a autoridade e primazia do Papa. Unida formal e oficialmente à Santa Sé em 1646, esta Igreja foi fruto de uma cisão ocorrida na Igreja Ortodoxa.

Actualmente, esta Igreja oriental é governada por um Arcebispo Metropolita, juntamente com o seu Concílio de Hierarcas, mas sempre sob a supervisão do Papa. Esta Igreja conta com cerca de 243 mil fiéis, concentrados na sua esmagadora maioria na Eslováquia. O seu rito litúrgico é de tradição bizantina.

A simples existência da Igreja Greco-Católica Eslovaca não significa que a Eslováquia não tenha católicos de rito latino. Aliás, os católicos latinos constituem a maioria absoluta dos católicos existentes na Eslováquia.




Bratislava Montage.jpg

Bratislava (pronunciado em português europeu[bɾɐtiʒˈlavɐ, bɾatiʒˈlavɐ]; pronunciado em português brasileiro[bɾatisˈlavɐ, bɾatʃisˈlavɐ]; pronunciado em eslovaco[ˈbratislava] (Sobre este somescutar ); antigamente em eslovaco: Prešporok; em alemão: Pressburg ou Preßburg; em húngaro: Pozsony; em latim: Posonium) é a capital e principal cidade da Eslováquia, situada no sudoeste do país, junto da fronteira com a Áustria e da fronteira com a Hungria, tornando-se assim, na única capital europeia situada na fronteira do seu país com outros dois. A cidade é também cortada pelo rio Danúbio em seu curso. Com 427 mil habitantes, é a maior cidade do país. Os Cárpatos, uma das notórias cordilheiras europeias, começam no território da cidade (Malé Karpaty, «Pequenos Cárpatos»). Sede da presidência, do parlamento e do governo eslovacos, Bratislava conta ainda com universidades, museus, teatros e toda infraestrutura comum às grandes cidades no que tange a vida política, cultural e social do ocidente.