Primeira República do Turquestão Oriental


شەرقىي تۈركىستان ئىسلام جۇمھۇرىيىتى
República Islâmica do Turquestão Oriental

Estado não reconhecido, reconquistado pela República da China pelo Kuomintang

Flag of the Republic of China.svg
1933 – 1934 Flag of the Republic of China.svg

Bandeira de Turquestão Oriental

Bandeira
Localização de Turquestão Oriental
Continente Ásia
Capital Cascar
Religião Islã sunita
Governo república islâmica
Presidente
 • 1933–1934 Khoja Niyaz
Sabit Damulla Abdulbaki
Emir
 • 1933–1934 Muhammad Amin Bughra
Período histórico período entre-guerras
 • 1933 Fundação
 • 1934 Dissolução

A Primeira República do Turquestão Oriental (RTO), ou República Islâmica Turca do Turquestão Oriental (RITTO), ou República do Uiguristão, foi uma república islâmica separatista de curta duração fundada em 1933.[1] Foi centrada na cidade de Cascar, no atual Sinquião, região administrada pela República Popular da China. Embora derivado principalmente de aspirações separatistas, nacionalistas e islâmicas das populações uigures da região, a República do Turquestão Oriental era multi-étnica, incluindo cazaques, quirguizes, turcos e outras minorias em seu governo e seu povo.

Mapa Político da República do Turquestão Oriental em 1947

Com o saque de Cascar em 1934, pelos senhores da guerra Hui, teoricamente aliados com governo do Kuomintang em Nanjing, a Primeira República do Turquestão Oriental foi completamente eliminada. Seu exemplo, entretanto, serviu em certa medida como a inspiração para a criação de uma Segunda República do Turquestão Oriental uma década mais tarde, e continua a influenciar o apoio ao nacionalismo moderno dos uigures para a criação de um Estado independente no Turquestão Oriental. Isa Alptekin foi o Secretário-Geral da Primeira República do Turquestão Oriental.

Devido a sua independência ocorreram as batalhas de Aksu, Sekes Tash, Cascar, Toksun e Yangi Hissar.

Ver TambémEditar

Referências

BibliografiaEditar

  • James A. Millward and Nabijan Tursun, "Political History and Strategies of Control, 1884-1978" in Xinjiang: China's Muslim Borderland (ISBN 0-7656-1318-2).
  • Michael Zrazhevsky, " Rússian Cossacks in Sinkiang". Almanach " The Third Rome ", Rússia, Moscou, 2001
  • Sven Gedin, " The flight of Big Horse ". New York, États-Unis, 1936
  • Burhan S. 鲍尔汗, Xinjiang wushi nian 新疆五十年 [Fifty Years in Xinjiang], (Beijing, Wenshi ziliao, 1984).
  • Clubb, O. E., China and Rússia: The 'Great Game’. (NY, Columbia, 1971).
  • Forbes, A. D. W. Warlords and Muslims in Chinese Central Asia: À Political History of Republic Sinkiang, 1911-1949 (Cambridge, Cambridge University Press, 1986).
  • Hasiotis, A. C. Jr. Soviet Political, Economic and Military Involvement in Sinkiang from 1928 to 1949 (NY, Garland, 1987).
  • Khakimbaev A. A., 'Nekotorye Osobennosti Natsional’no-Osvoboditel’nogo Dvizheniya Narodov Sin’tszyana v 30-kh i 40-kh godakh XX veka' [Some Characters of the National-Liberation Movement of the Xinjiang Peoples in 1930s and 1940s], in Materially Mezhdunarodnoi Konferentsii po Problemam Istorii Kitaya v Noveishchee Vremya, Aprel’ 1977, Problemy Kitaya (Moscow, 1978) p. 113–118.
  • Lattimore, O., Pivot of Asia: Sinkiang and the Inner Asian Frontiers of China (Boston, Little, Brown & Co., 1950).
  • Rakhimov, T. R. 'Mesto Bostochno-Turkestanskoi Respubliki (VTR) v Natsional’no-Osvoboditel’noi Bor’be Narodov Kitaya' [Role of the Eastern Turkestan Republic (ETR) in the National Liberation Struggle of the Peoples in China], A paper presented at 2-ya Nauchnaya Konferentsiya po Problemam Istorii Kitaya v Noveishchee Vremya, (Moscow, 1977), p. 68–70.
  • David D. Wang, 'The USSR and the Establishment of the Eastern Turkestan Republic in Xinjiang', Journal of Institute of Modern History, Academia Sinica, Taipei, vol.25 (1996) p. 337–378.
  • Whiting, A. S., and Sheng Shih-ts’ai, Sinkiang: Pawn or Pivot? (Michigan, East Lansing, 1958).