Abrir menu principal

Lámen, ou rāmen (em japonês: ラーメン rāmen, AFI: [ɺaːmeɴ] (Sobre este somescutar )) é um alimento japonês. Um prato de lámen normalmente é composto por um tipo de macarrão chinês, uma sopa com caldo à base de ossos de porco, peixe ou frango, e temperados com uma base tarê (molho) que da sabor ao caldo base, para a confecção da montagem do prato, e os adicionais podem variar dependendo da região do Japão e do restaurante que vende o lámen (conhecido como Lamen-Ya). É comum o uso de ingredientes como algas verdes (海苔 nori), pedaços de carne de porco (チャーシュー chāshū), brotos de bambu marinados (メンマ , 麺麻 ou 麺碼 Menma), cebolinha e naruto (massa de peixe rosa com formato de redemoinho).[1][2]

Lámen
Original Ramen.jpg
Nomes alternativosshina soba, chūka soba
Lugar de origem Japão
Ingredientes principaismacarrão chinês, caldo à base de porco ou peixe, vegetais e carne [1]
Variaçõesmuitas variantes, especialmente regionais, com diferentes tipos de bases e vegetais

O lámen se tornou um prato barato e popular após a Segunda Guerra Mundial, com farinha de trigo importada dos Estados Unidos.[3] O macarrão instantâneo, criado em 1958 por Momofuku Ando, popularizou o lámen, com a sua preparação em três minutos.[4] É considerado um símbolo japonês, reiterando a cultura japonesa.[4][5] O anime Naruto popularizou ainda mais o lámen: nele, o protagonista Naruto Uzumaki tem no lámen seu prato favorito [[carece de fontes]].

O macarrãoEditar

O nome “lámen” vem do chinês lamian, sendo o macarrão (men).[1] Ele é, portanto, o protagonista do prato. Farinha de trigo,sal e água são os três ingredientes básicos que produzem essa variedade de macarrão.

O macarrão é feito de trigo, sal, água e água alcalina (kansui). A base do caldo é uma mistura de carnes, algas e vegetais. A carne tende a ser frango ou porco, mas pode existir diferenças regionais. Enquanto que em Tóquio é comum usar apenas o frango, por exemplo, em Kyushu é comum usar o porco e seus ossos.[6]

Referências

  1. a b c Ishige, Naomichi (2001). The History and Culture of Japanese Food (em inglês) 1ª ed. Nova Iorque, Estados Unidos: Routledge. ISBN 9780710306579. Consultado em 3 de Julho de 2017 
  2. Boni, Ana Paula (9 de Março de 2016). «Moda do lámen firma-se em São Paulo - fábrica na cidade dá novo fôlego ao prato japonês». Estadão. Consultado em 3 de Julho de 2017 
  3. Griffiths, Owen (30 de agosto de 2018). «Need, Greed, and Protest in Japan's Black Market, 1938-1949» (em inglês). Journal of Social History. Consultado em 29 de agosto de 2018 
  4. a b Ulisses, Cavalcante (20 de Novembro de 2016). «A Saga do Miojo». Superinteressante. Consultado em 3 de Julho de 2017. Cópia arquivada em 28 de Agosto de 2018 
  5. «Japan votes noodle the tops» (em inglês). BBC. 12 de Dezembro de 2000. Consultado em 3 de Julho de 2017 
  6. Solt, George (2014). The Untold History of Ramen: How Political Crisis in Japan Spawned a Global Food Craze (em inglês). [S.l.]: University of California Press. p. 3. ISBN 9780520282353. Consultado em 3 de Julho de 2017 

Ver tambémEditar