Regina de Lamo

intelectual espanhola e activista poli-facetada

Regina de Lamo Jiménez (Úbeda, 7 de setembro de 1870 - Barcelona, 17 de novembro de 1947) foi uma intelectual espanhola e activista poli-facetada até à chegada da ditadura franquista em Espanha. Foi pianista, professora de música e canto, escritora, jornalista, feminista defensora e activista dos direitos das mulheres, promotora do modelo cooperativista na economia, defensora do sindicalismo e do anarquismo, e propagandista. A andaluza assinou seus escritos como Regina Lamo Jiménez, Regina de Lamo Ximénez, Regina Lamo de O’Neill e com o pseudónimo de Nora Avante.[1][2]

Regina de Lamo
Nascimento Regina de Lamo y Jiménez
7 de setembro de 1870
Úbeda
Morte 17 de novembro de 1947 (77 anos)
Barcelona
Cidadania Espanha
Filho(s) Carlota O'Neill, Enriqueta O'Neill
Ocupação escritora, jornalista, pianista, professor de música, professor de canto, editor, sindicalista, banqueiropiano
Ideologia política anarcafeminismo, feminismo marxista

Referências

  1. «Regina Lamo Jimenez, una mujer cooperatista» (PDF). Madrid: Departamento de la Mujer de COCETA y AMECOOP. Cuadernos Mujer y Cooperativismo (9): 90-93. Novembro de 2007. OCLC 1010560378. DL M-46.489-2007. Consultado em 14 de outubro de 2017 
  2. «Regina de Lamo: Biografía» (em espanhol)