Remi Abreu Trinta

político brasileiro
Remi Trinta
Deputado federal pelo Maranhão
Período 1 de fevereiro de 1991
até 1 de fevereiro de 2007
Deputado estadual pelo Maranhão
Período 1 de fevereiro de 1987
até 31 de janeiro de 1991
Prefeito de Palmeirândia
Período 1983-1986
Dados pessoais
Nascimento 11 de fevereiro de 1940 (80 anos)
São Bento, MA
Cônjuge Luciana Trinta
Partido ARENA (1965-1980)
PDS (1980-1985)
PFL (1985-1994)
PMDB (1994-1996)
PL (1996-1999)
PST (1999-2001)
PL (2001-2006)
PR (2006-2007)
PPS (2007-2011)
PSL (2011-presente)
Profissão Médico

Remi Abreu Trinta (São Bento, 11 de fevereiro de 1940) é um médico e político brasileiro. Filiado ao PSL, foi prefeito de Palmeirândia (1983–1985), deputado estadual (1987–1991) e deputado federal (1991–2007).[1]

Carreira políticaEditar

Começou a carreira política ao ser eleito deputado estadual em 1986.[nota 1]

Foi eleito deputado federal em 1990, 1994, 1998 e 2002

Em 2002, o PL oficializou o apoio à reeleição de José Reinaldo Tavares, integrando a sua coligação que reunia 9 partidos. Recorreu, junto ao senador José Sarney, pela cassação do registro de candidatura de Ricardo Murad (à época pelo PSB) no Tribunal Superior Eleitoral. Segundo o presidente estadual do PL no estado, existem razões pela cassação de Ricardo Murad para impedir o segundo turno e a vitória de Jackson Lago. Cassado pelo TSE em 25 de setembro de 2002, Ricardo Murad teve seus votos anulados, o que facilitou a vitória de José Reinaldo Tavares sobre Jackson Lago.

Candidatou-se a deputado estadual em 2006, 2010 e 2014, sem lograr êxito. Consegue eleger sua esposa Luciana Trinta prefeita de Araioses em 2008, sendo que esta não consegue a reeleição em 2012.

Referências

Notas

  1. Antes de se eleger deputado estadual, Remi Trinta foi nomeado prefeito de Palmeirândia em 1983 pelo governador Luís Rocha para exercer o mandato até 15 de maio de 1986.