São Felipe (Bahia)

município do Estado da Bahia, Brasil
 Nota: Para o santo católico, veja São Filipe.

São Felipe[nota 1] é um município brasileiro do estado da Bahia. Possuia uma população, recenseada pelo IBGE em 2022, de 20.283 habitantes.[5]

São Felipe
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de São Felipe
Bandeira
Brasão de armas de São Felipe
Brasão de armas
Hino
Gentílico são felipense
Localização
Localização de São Felipe na Bahia
Localização de São Felipe na Bahia
Localização de São Felipe na Bahia
São Felipe está localizado em: Brasil
São Felipe
Localização de São Felipe no Brasil
Mapa
Mapa de São Felipe
Coordenadas 12° 50' 49" S 39° 05' 20" O
País Brasil
Unidade federativa Bahia
Municípios limítrofes Conceição do Almeida, Sapeaçu, Maragogipe, Cruz das Almas, Santo Antônio de Jesus, Dom Macedo Costa, Nazaré, Muniz Ferreira, São Félix.
Distância até a capital 178 km
História
Fundação 29 de maio de 1880 (144 anos)
Administração
Prefeito(a) Antonio Jorge Macedo da Silva (Republicanos, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total IBGE/2022[1] 222,407 km²
População total (IBGE/2022[2]) 20 283 hab.
Densidade 91,2 hab./km²
Clima Tropical
Altitude 200 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[3]) 0,616 médio
PIB (IBGE/2017[4]) R$ 180 196 mil
PIB per capita (IBGE/2017[4]) R$ 8 204,14
Sítio saofelipe.ba.gov.br (Prefeitura)

História

editar

A localidade nasceu a partir das bandeiras empreendidas pelos irmãos Filipe e Tiago Dias Gato no ano de 1678.

A vila de São Filipe foi criada por lei providencial n. 1952, de 29 de maio de 1880. Desmembrada do Município de Maragogipe, instalou-se em 25 de Novembro de 1883.

Tradicional localidade do Recôncavo Baiano, São Felipe se destaca em razão de alguns prédios de relevante valor histórico e arquitetônico, como o Paço Municipal, a Igreja Matriz, dos padroeiros São Filipe e São Tiago, diversos engenhos de cana e ruínas, além de algumas residências urbanas e rurais.

Durante muito tempo a localidade ficou conhecida como São Felipe das Roças, em virtude do grande número de lavouras estabelecidas em torno do povoado.

Sua sede se expandiu em torno da igreja matriz, construída nas proximidades da "fonte do povo", que abastecia a localidade. Por outro lado, grande parte do centro da cidade de São Felipe cresceu e se desenvolveu a partir de desmembramentos da antiga Fazenda Engenho Medrado, tais como: Praça Carlos Moura, Rua Dom Macedo Costa, Rua Padre Sena, Loteamento Campo Azul (atualmente Bairro Lauro Moura), Loteamento Mariá Moura, etc.[6]

Em 1931, houve a segunda emancipação política e administrativa. No mesmo ano, em desobediência ao Decreto Lei que anexava São Felipe ao município de Maragogipe, o major Carlos Moura e Albuquerque foi preso por não entregar o cargo de Intendente e os documentos fiscais da Prefeitura de São Felipe ao município de Maragogipe.

Levante integralista (1936–1937)

editar

Em dezembro de 1936, ocorreu uma rebelião armada realizada por dirigentes da Ação Integralista Brasileira (AIB) com o propósito de derrubar o governante do município de São Felipe: o intendente Carlos Moura e Albuquerque. Com esse fim, a cidade de São Felipe acabou sendo invadida por integralistas armados, sendo esta primeira invasão repelida a balas pelas forças do intendente Carlos Moura. Esta ação armada foi comunicada ao Governo do Estado da Bahia, que na época era chefiado pelo interventor federal Juracy Magalhães, o qual providenciou o envio de armas para o governo local defender a cidade.[7]

Contudo, em setembro de 1937, a cidade de São Felipe sofreu uma segunda invasão pelo mesmo grupo armado integralista, porém, com uma quantidade de homens e armas maior, o que, combinado com o elemento surpresa, contribuiu para que na invasão da residência do intendente Carlos Moura, este fosse aprisionado pelas forças revoltosas que forçaram sua renúncia sob pena de ser executado.[7]

Após a renúncia feita por essa liderança local, os integralistas de São Felipe empossaram como um novo intendente, o integralista Theófilo Noya, filiado à AIB que governou o município até novembro de 1937, quando ocorreu a implantação do Estado Novo por Getúlio Vargas e São Felipe foi recuperada pela força policial do Governo Estadual da Bahia com o major Carlos Moura sendo reempossado como interventor do município, função política que exerceu até 1942.[7]

Geografia

editar

Localiza-se a uma latitude 12º50'50" sul e a uma longitude 39º05'22" oeste, estando a uma altitude de 195 metros.

Sua população, conforme o Censo Demográfico de 2022 do IBGE, é de 20.283 habitantes.[8]

Organização Político-Administrativa

editar
 Ver artigo principal: Lista de prefeitos de São Felipe

O Município de São Felipe possui uma estrutura político-administrativa composta pelo Poder Executivo, chefiado por um Prefeito eleito por sufrágio universal, o qual é auxiliado diretamente por secretários municipais nomeados por ele, e pelo Poder Legislativo, institucionalizado pela Câmara Municipal de São Felipe, órgão colegiado de representação dos munícipes que é composto por vereadores também eleitos por sufrágio universal.[9]

Atuais autoridades municipais de São Felipe

editar

Notas

Felipe é uma grafia antiga e de influência castelhana, portanto aceitável. Filipe é a forma mais gramaticalmente correta.

Referências

  1. «Cidades e Estados». IBGE. Consultado em 13 de maio de 2023 
  2. «CENSO DEMOGRÁFICO 2022». IBGE. 2022. Consultado em 8 de setembro de 2023 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 7 de agosto de 2013 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios - 2010 à 2017». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de janeiro de 2020 
  5. cidades.ibge.gov.br https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ba/sao-felipe/panorama. Consultado em 24 de novembro de 2023  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  6. jcreporter (29 de maio de 2013). «SÃO FELIPE-BA: CONHEÇA A HISTÓRIA DO MAJOR CARLOS MOURA E ALBUQUERQUE». JC Repórter. Consultado em 13 de março de 2023 
  7. a b c «SÃO FELIPE». Recôncavo Digital. Consultado em 28 de maio de 2023 
  8. «São Felipe (BA) | Cidades e Estados | IBGE». www.ibge.gov.br. Consultado em 14 de maio de 2023 
  9. MEIRELLES, Hely Lopes. Direito municipal brasileiro. 18. ed. São Paulo: Malheiros, 2017.
  10. a b c «Prefeito e vereadores de São Felipe tomam posse; veja lista de eleitos». G1. 1 de janeiro de 2021. Consultado em 28 de maio de 2023 
  11. «ATA DE POSSE (Nº 001/2023)» (PDF). Diário Oficial da Câmara Municipal de São Felipe. 24 de janeiro de 2023. Consultado em 28 de maio de 2023