Abrir menu principal

São Mateus (Espanha)

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja São Mateus (desambiguação).
Espanha São Mateus

Sant Mateu • Sant Mateu del Maestrat • San Mateo

 
  Município  
Praça Maior de São Mateus em dia festivo
Praça Maior de São Mateus em dia festivo
Símbolos
Bandeira de São Mateus
Bandeira
Brasão de armas de São Mateus
Brasão de armas
Gentílico santmatevà, -vana; sanmatevano, -na
Localização
Localização do município de São Mateus (Espanha) na Comunidade Valenciana
Localização do município de São Mateus (Espanha) na Comunidade Valenciana
São Mateus está localizado em: Espanha
São Mateus
Localização de São Mateus na Espanha
Coordenadas 40° 28' N 0° 11' E
Comunidade autónoma Comunidade Valenciana
Província Castelló
Comarca Baix Maestrat
Alcaide Ana Besalduch Besalduch (2015, PSPV-PSOE)
Características geográficas
Área total 64,7 km²
População total (2016) [1] 1 979 hab.
Densidade 30,6 hab./km²
Altitude 322 m
Código postal 12170
santmateu.com

São Mateus (em valenciano e oficialmente: Sant Mateu, também conhecido como Sant Mateu del Maestrat; em castelhano: San Mateo) é um município da Espanha na província de Castelló, Comunidade Valenciana. Tem 64,7 km² de área e em 2016 tinha 1 979 habitantes (densidade: 30,6 hab./km²).[1]

HistóriaEditar

Situado a 322 metros de altura, o local local da vila é habitado desde a Pré-história e foi uma povoação romana. O pequeno núcleo moçárabe que existia foi conquistado por Jaime I de Aragão em agosto de 1233, a caminho de conquistar Peníscola.

São Mateus obteve em 1237 Carta Puebla (foral) e em 1244 foi concedido o direito a dia de mercado, convertendo-se num importante centro comercial e lugar de intercâmbio de mercadores valencianos, catalães e aragoneses, alcançando entre os séculos XIV e XVI o seu máximo esplendor. Sant Mateu tem importância histórica, foi aqui que se pôs termo ao Grande Cisma do Ocidente. Em 15 de Agosto de 1429, na Igreja Arciprestal, o Antipapa Clemente VIII, sucessor do Antipapa Bento XIII conhecido como Papa Luna, renuncia ao papado a favor do Papa Martinho V, finalizando o Cisma do Ocidente.

Lugares de interesseEditar

  • Praça Maior ou do Anjo, onde se encontra a Fonte do Anjo, de 1867, sobre a qual está uma escultura en bronze de um anjo, símbolo de São Mateus Evangelista.
  • Edifício do governo municipal (ajuntament) também chamado a Corte Nova, do século XV, onde se encontra o Museu Histórico e Etnológico Municipal.
  • Igreja Arciprestal (séculos XIII-XV), gótica com alguns restos de estilo românico, é Monumento Histórico-Artístico Nacional desde 1931.

DemografiaEditar

Variação demográfica do município entre 1991 e 2004
1991 1996 2001 2004
1823 1779 1859 1956

Referências