Santa Rosa de Viterbo

município brasileiro do estado de São Paulo
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Santa Rosa de Viterbo (desambiguação).
Santa Rosa de Viterbo
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Santa Rosa de Viterbo
Bandeira
Brasão de armas de Santa Rosa de Viterbo
[[Brasão|Brasão de armas]]
Hino
Gentílico santa-rosense
Localização
Localização de Santa Rosa de Viterbo em São Paulo
Localização de Santa Rosa de Viterbo em São Paulo
Santa Rosa de Viterbo está localizado em: Brasil
Santa Rosa de Viterbo
Localização de Santa Rosa de Viterbo no Brasil
Mapa de Santa Rosa de Viterbo
Coordenadas 21° 28' 22" S 47° 21' 46" O
País Brasil
Unidade federativa São Paulo
Região metropolitana Ribeirão Preto
Municípios limítrofes São Simão, Santa Rita do Passa Quatro, Tambaú e Cajuru
Distância até a capital 310 km
História
Fundação 1910 (110 anos)
Aniversário 4 de setembro
Administração
Prefeito(a) Luis Fernando Gasperini ("Nando") (DEM)
Características geográficas
Área total [1] 289,669 km²
População total (IBGE/2015[2]) 25 720 hab.
Densidade 88,8 hab./km²
Clima subtropical (Cfa)
Altitude 675 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[3]) 0,770 alto
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 364 406,605 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 15 295,78

Santa Rosa de Viterbo é um município brasileiro do estado de São Paulo, localizado na Região Metropolitana de Ribeirão Preto (RMRP). É a cidade natal do jornalista José Hamilton Ribeiro, repórter do programa Globo Rural.

HistóriaEditar

Em 1883, com a chegada da Companhia Mogiana de Estradas de Ferro em São Simão, a população começa a se habitar em torno dela. Uma das construções efetuadas na época foi a da capela de Rosa de Viterbo, que logo recebeu doações de terras de fazendeiros. Nesse período, Henrique Dumont, compra terras para iniciar a fazenda Amália, que posteriormente seria uma das potências de Santa Rosa com a administração da família Matarazzo.

Em 1896, a população em volta da capela começa a crescer elevando-se a distrito de paz com o nome de Ibiquira. Depois de dez anos é elevada a vila. É criada a paróquia de Santa Rosa de Viterbo, em 1909, que em 1910, desmembra-se de São Simão elevada à categoria de município.

Entre 1944 e 1948 o município recebeu oficialmente a denominação de Icaturama[5].

Em 1953, é criada a comarca de Santa Rosa de Viterbo, mas só em 1956 ela é instalada.[6]

GeografiaEditar

Localiza-se a uma latitude 21º28'22" sul e a uma longitude 47º21'47" oeste, estando a uma altitude de 675 metros. Sua população estimada em 2015 é de 25.720 habitantes.

Possui uma área de 289,669 km².

DemografiaEditar

Dados do Censo - 2010

População total: 23 862

  • Urbana: 22.747
  • Rural: 1.115
  • Homens: 11.781
  • Mulheres: 12.081

Densidade demográfica (hab./km²): 82,69

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 13,86

Expectativa de vida (anos): 72,32

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,26

Taxa de alfabetização: 92,69%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,770

  • IDH-M Renda: 0,746
  • IDH-M Longevidade: 0,868
  • IDH-M Educação: 0,704

(Fonte: PNUD/2010)

EtniasEditar

Cor/Raça Percentagem
Branca 69,0%
Parda 22,9%
Preta 6,9%
Amarela 0,2%
Indígena 0,2%

Fonte: Censo 2000

HidrografiaEditar

RodoviasEditar

ComunicaçõesEditar

A cidade foi atendida pela Companhia Telefônica Brasileira (CTB) até 1973[7], quando passou a ser atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP), que construiu a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica[8], sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo[9] para suas operações de telefonia fixa.

AdministraçãoEditar

Graças ao Espirobol a cidade ficou em evidência na década de 40 e em 1942 seu cidadão, Gregório "Trovoada" Almeida, foi condecorado pelo chefe de estado Getúlio Vargas com a ordem do cruzeiro do sul por ser o primeiro brasileiro a participar de uma competição internacional de Espirobol, marcando 7 pontos em uma única partida.

Referências

  1. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  3. «Ranking IDHM Municípios 2010». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2013. Consultado em 11 de junho de 2015 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010 
  5. IBGE. «Santa Rosa de Viterbo - formação administrativa» (PDF). Consultado em 19 de dezembro de 2019 
  6. Histórias de Santa Rosa de Viterbo, Romeu Antunes, Março/2000
  7. «Relação do patrimônio da CTB incorporado pela Telesp» (PDF). Diário Oficial do Estado de São Paulo 
  8. «Nossa História». Telefônica / VIVO 
  9. GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1 

Ligações externasEditar