Abrir menu principal

Wikipédia β

Sherone Simpson (Manchester, 12 de agosto de 1984) é uma atleta, velocista e campeã olímpica jamaicana.

Sherone Simpson
campeã olímpica
Atletismo
Modalidade 100 m, 200 m
Nascimento 12 de agosto de 1984 (32 anos)
Manchester, Jamaica
Nacionalidade Jamaica jamaicana
Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Atenas 2004 4x100 m
Prata Pequim 2008 100 m
Prata Londres 2012 4x100 m
Campeonatos Mundiais
Prata Helsinque 2005 4x100 m
Prata Daegu 2011 4x100 m
Jogos Pan-Americanos
Ouro Toronto 2015 100 m

Simpson integrou o revezamento 4x100 m da Jamaica, campeão olímpico em Atenas 2004, junto com Tayna Lawrence, Aleen Bailey e Veronica Campbell. Em Pequim 2008, ela conquistou a prata nos 100 m rasos.[1]

Além das conquistas olímpicas, ela também tem duas medalhas de prata no 4x100 m nos Mundiais de Atletismo de Helsinque 2005 e Daegu 2011. Sua melhor marca para os 100 m é 10s82 e 22s00 nos 200 m rasos, as duas marcas conquistadas em 2006.[2]

DopagemEditar

Em 14 de julho de 2013 foi detectado em seu exame anti-dopagem o uso de substância proibida no esporte, oxilofrina.[3] Foi condenada a 18 meses de suspensão em abril de 2014 pela Comissão Jamaicana Antidoping, com pena retroativa a 21 de junho de 2013, quando testou positivo para o estimulante, o que a deixa fora de competições esportivas até dezembro de 2014. Na mesma ocasião, o velocista Asafa Powell também testou positivo para a mesma substância. A alegação dos dois é a de que um novo treinador contratado havia fornecido suplementos vitamínicos - Epiphany D1 - onde se encontrava a anfetamina proibida, sem seu conhecimento. Simpson pretende recorrer ao Tribunal Arbitral do Esporte.[4]

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Sherone Simpson». Sportsreference. Consultado em 20 de julho de 2012 
  2. «Simpson Sherone». IAAF. Consultado em 20 de julho de 2012 
  3. «Jamaican sprinters Asafa Powell and Sherone Simpson test positive for banned stimulants» (em inglês). Daily News. 14 de julho de 2013 
  4. «Velocista jamaicana é punida por 18 meses por doping». OESP. Consultado em 9 de abril de 2014