Sofia Aparício

Modelo e atriz portuguesa

Sofia Aparício (Perre, Viana do Castelo, 2 de Junho de 1970) é uma modelo e actriz portuguesa.[1] Estudou no Colégio do Sagrado Coração de Maria de Lisboa.[2]

Sofia Aparício
Sofia Aparício em 2007
Nascimento 2 de junho de 1970 (52 anos)
Perre, Viana do Castelo
Nacionalidade portuguesa
Ocupação Modelo
Atriz

Em 1987 venceu o Miss Wonderland e em 1992 foi escolhida como vencedora do "Look Of The Year", sendo considerada uma das primeiras top models portuguesas.[1][3] Em 1994 entra na carreira televisiva, apresenta o programa "86-60-86" na RTP.[1][2]

A estreia como actriz ocorreu em 1997 com a peça "A Dama das Camélias".[1][4][5] No ano seguinte fez o papel de Manuela na série "Não há duas sem três" da RTP 1.

Hoje trabalha como relações públicas e dinamizadora de eventos.[3]

FilmografiaEditar

TelevisãoEditar

Ano Titulo Personagem Canal Notas
1994-1995 A Mulher do Senhor Ministro Self RTP 2 episódio
1997 Não Há Duas sem Três Manuela 1 episódio
1998 Médico de Família Tina SIC
1998-1999 Uma Casa em Fanicos Xana RTP
2000 A Senhora Ministra Vera 1 episódio
2000-2001 Super Pai Mafalda TVI
2002 Um Estranho em Casa Laura RTP
Fúria de Viver Cristina SIC
2002-2003 O Último Beijo Vera TVI
2005 Ninguém Como Tu Margarida Martins - «Guida»
2006-2008 Aqui Não Há Quem Viva Beatriz (Bia) Vilar SIC Presente apenas na segunda temporada
2007 Vingança Ermelinda Luz (Mimi)
2008-2009 Rebelde Way Pipa Salazar
2010 Cidade Despida Vanda Dinis RTP 1 episódio
2012 A Família Mata Senhora da Cadela SIC 2 episódios
2013 Maternidade Supermarket Maid RTP 1 episódio
A Mãe do Senhor Ministro Sofia Aparício
2014 Os Nossos Dias Simone
2014-2015 Água de Mar Maria Eduarda Cabral Elenco regular
2016-2017 A Impostora Adelaide Carla Pires TVI
2017 Inspetor Max (3.ª temporada) Madalena 1 episódio
Ouro Verde Marlène
2018 A Herdeira Eva Molina Elenco Regular
2019-2020 Prisioneira Leila Maluf
2020-2021 Bem Me Quer Madalena Quintela
2021-2022 Pôr do Sol[6] Cristina Chrysler RTP

CinemaEditar

TeatroEditar

  • 2007/2008 - O Bosque, exibido no Teatro Aberto - encenação de João Lope
  • 2004 - Paisagens Americanas, exibido no Teatro Aberto - encenação de Alberto Seixas Santos
  • 2003 - O Caracal, Artistas Unidos
  • 2000 - A última batalha - Leonor Távora exibido no Teatro Aberto, encenação de Fernando Heitor
  • 1997 - A Dama das Camélias - Margarida Guatier, exibido no Auditório do Casino Estoril, peça de Carlos Avilez

Referências

Ligações externasEditar