Sofia dos Países Baixos

aristocrata neerlandesa
Disambig grey.svg Nota: Para a rainha consorte dos Países Baixos e esposa do irmão, veja Sofia de Württemberg.

Sofia dos Países Baixos ou Sofia de Orange-Nassau (em neerlandês: Sophie van Oranje-Nassau ou Wilhelmine Marie Sophie Louise; 8 de abril de 182423 de março de 1897) foi a única filha do rei Guilherme II dos Países Baixos e da sua esposa, a grã-duquesa Ana Pavlovna da Rússia. Foi herdeira presuntiva da sua sobrinha, a rainha Guilhermina dos Países Baixos, durante sete anos, entre a morte do seu irmão Guilherme até ela própria falecer.

Sofia
Princesa dos Países Baixos
Retrato de 1870 por Charles Verlat no Castelo de Weimar.
Grã-Duquesa Consorte de Saxe-Weimar-Eisenach
Reinado 8 de julho de 1853
a 23 de março de 1897
Predecessora Maria Pavlovna da Rússia
Sucessora Carolina Reuss de Greiz
 
Nascimento 8 de abril de 1824
  Palácio de Lange Voorhout, Haia, Países Baixos
Morte 23 de março de 1897 (72 anos)
  Weimar, Império Alemão
Nome completo Guilhermina Maria Sofia Luísa
Marido Carlos Alexandre, Grão-Duque de Saxe-Weimar-Eisenach
Descendência Carlos Augusto, Grão-Duque Hereditário de Saxe-Weimar-Eisenach
Maria Alexandrina de Saxe-Weimar-Eisenach
Maria Ana de Saxe-Weimar-Eisenach
Isabel Sibila de Saxe-Weimar-Eisenach
Casa Orange-Nassau (nascimento)
Saxe-Weimar-Eisenach (casamento)
Pai Guilherme II dos Países Baixos
Mãe Ana Pavlovna da Rússia
Religião Calvinismo

InfânciaEditar

Sofia era a única filha do rei Guilherme II dos Países Baixos e de sua esposa, a grã-duquesa Ana Pavlovna da Rússia, filha do czar Paulo I e da czarina Maria Feodorovna, nascida princesa Sofia Doroteia de Württemberg. A princesa foi educada com muito esmero. A educação religiosa foi fornecida pelo pai de Sofia, que também garantiu que a princesa fosse treinada em atividades rurais, como ordenha, fabricação de queijo e fiação.

Casamento e filhosEditar

A princesa Sofia casou-se com o seu primo direito, Carlos Alexandre, Grão-Duque Hereditário de Saxe-Weimar-Eisenach, no Palácio de Kneuterdijk em Haia a 8 de outubro de 1842. As mães dos noivos eram irmãs, ambas filhas do czar Paulo I da Rússia.

Juntos, tiveram quatro filhosː

  1. Carlos Augusto, Grão-Duque Hereditário de Saxe-Weimar-Eisenach (31 de julho de 1844 - 20 de novembro de 1894), que se casou com a princesa Paulina de Saxe-Weimar-Eisenach; com descendência.
  2. Maria Alexandrina de Saxe-Weimar-Eisenach (20 de janeiro de 1849 - 6 de maio de 1922), casada com Henrique VII, Príncipe Reuss de Köstritz; com descendência.
  3. Maria Ana de Saxe-Weimar-Eisenach (29 de março de 1851 - 26 de abril de 1859), morreu aos oito anos de idade.
  4. Isabel Sibila de Saxe-Weimar-Eisenach (28 de janeiro de 1854 - 10 de julho de 1908), casada com o duque João Alberto de Mecklemburgo-Schwerin.

Catherine Radziwill, que conheceu Sofia, disse sobre elaː

"...[Sofia] era muito diferente do marido e, embora fosse extremamente feia, era uma princesa muito majestosa. Era também muito inteligente e defendia bem a reputação da família Weimar. Era princesa dos Países Baixos por nascimento...e trouxe e manteve para a sua corte as tradições que tinha aprendido no seu país de origem. Apesar da sua falta de beleza, ela era uma figura esplêndida, sempre vestida de forma magnífica e coberta de jóias maravilhosas, que incluíam filas de rúbis e diamantes que eram, supostamente, os melhores da Europa".[1]

AncestraisEditar

Referências

  1. Radziwill, p. 118.

BibliografiaEditar

  • Radziwill, Catherine (1915). Memories of Forty Years. New York: Funk & Wagnalls Press 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Sofia dos Países Baixos