Abrir menu principal

Sonho de Verão

filme de 1990 dirigido por Paulo Sérgio Almeida
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes está sujeito a remoção.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde Fevereiro de 2008).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Sonho de Verão
 Brasil
1990 •  cor •  90 min 
Direção Paulo Sérgio de Almeida
Roteiro Yoya Wursch
Elenco Sérgio Mallandro
Juliana Baroni
Bianca Rinaldi
Letícia Spiller
Tatiana Maranhão
Marcelo Faustini
Género jovem
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)

Sonho de verão é um filme brasileiro de 1990, dirigido por Paulo Sérgio de Almeida, estrelado por Sérgio Mallandro com a participação de Andréa Veiga, Paquitas, Paquitos no elenco. O filme atingiu o público de 1.700.000 milhões de espectadores, se tornando um sucesso da década de 1990.

Índice

SinopseEditar

Um casal, donos de uma imensa mansão, resolvem viajar aos EUA em busca de um médico que possa tratar de Juliana (Juliana Baroni), sua filha mais nova que não fala desde a morte de sua irmã mais velha, deixando a casa aos cuidados da governanta Sofia (Fafy Siqueira) e do mordomo Vitor Hugo. No táxi, a caminho do aeroporto, o motorista Léo (Sérgio Mallandro) atento a conversa dos dois, resolve tirar partido da situação. Léo vai se hospedar na mansão, dizendo-se sobrinho dos senhores, levando posteriormente a namorada, e esta por sua vez convida um outro casal de além de alguns amigos. Por obra do acaso, um ônibus cheio de jovens rumo à uma colônia de férias chega por engano na mansão. O personagem Léo, animado pela ideia de encher a casa desolada com mais alegria, disfarça e informa aos jovens que ali é de fato uma colônia. Todos acabam se instalando na casa e com alegria transformam o triste ambiente em um recinto de festa e alcançam um grande milagre: Juliana, a filha do casal dono da mansão, que foi deixada pra trás com a criadagem, volta a sorrir e falar. Isso é o único fato que impede que os pais da garota, e proprietários da mansão, prestem queixa contra Léo e tudo termina em uma grande festa.

RecepçãoEditar

CríticaEditar

Um ano após seu lançamento nos cinemas, o filme foi incluído no guia "Vídeo Infantil" da coleção Guias Práticos Nova Cultural e a crítica deu-lhe uma estrela, o que em sua cotação significava 'regular', e além de descrever a premissa básica do filme, a resenha disse que: "O filme praticamente não tem roteiro e é um claro e intenso jogo de marketing, divulgando uma marca de chocolate, o caminhão do Faustão (com a presença do próprio) e as Paquitas e Paquitos, com uma paquita chilena extra por causa do segundo maior mercado para o Xou da Xuxa, o Chile. Musicalmente, divulga-se o disco dos Paquitos e o grupinho Yahoo, de forma excessiva."[1]

ElencoEditar

Trilha sonoraEditar

 Ver artigo principal: Sonho de Verão (álbum)


  Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. Ciocheti, Ermetes (Ed) (1991). Vídeo Infantil Guias Práticos Nova Cultural. São Paulo: Nova Cultural