Abrir menu principal
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde março de 2012). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Sport Club Santa Rita ou apenas Santa Rita, antiga Associação Atlética Santa Rita, é uma agremiação esportiva brasileira de Boca da Mata, no estado de Alagoas. Suas cores são vermelho e preto. O Santa Rita foi fundado em 1974 e manda seus jogos no Estádio Olival Elias de Morais. Conquistou 3 títulos da segunda divisão nos respectivos anos de 2007, 2009, 2013 e atualmente disputa a 1º Divisão do Alagoano e a Copa do Brasil. O Santa Rita atualmente fechou parceria com o Sport Club Corinthians Alagoano. No momento é o terceiro clube de Alagoas no Ranking da CBF, somente atrás de ASA(35º) e CRB(47º).

Santa Rita
SCSantaRita.png
Nome Sport Club Santa Rita
Alcunhas Rubro-Negro
Leão da Mata
Torcedor/Adepto Santa-ritense
Mascote Leão
Fundação 22 de maio de 1974 (45 anos)
Estádio Olival Elias de Morais
Capacidade 10.000 espectadores
Localização Boca da Mata, AL
Presidente Sergio Salvador, Representado pelo Prefeito Gustavo Dantas Feijó
Treinador Jaelson Marcelino
Patrocinador Sococo
Material (d)esportivo Estilo
Competição Alagoano - Série B
Ranking nacional Aumento (150) 102º lugar, 600 pontos
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

Índice

HistóriaEditar

Fundado em 1974, o Santa Rita permaneceu por muito tempo como um clube sem expressão no estado de Alagoas.

Foi somente no ano de 2008 que o Santa Rita ganhou um pouco mais de reconhecimento, quando foi campeão do primeiro turno do Campeonato Alagoano e vice-campeão estadual.

Em 2013 o time fechou uma parceria com o Corinthians Alagoano, mesmo ano em que foi novamente campeão da Segunda Divisão do Campeonato Alagoano e conseguiu o acesso à primeira divisão batendo nada mais nada menos que o Coruripe uma das principais equipes do estado, e para melhorar venceu os dois jogos por 1–0 com gols do atacante Reinaldo Alagoano, artilheiro da competição com 6 gols marcados.

 
Escudo antigo

Em 2014 participa pela primeira vez de uma competição nacional, a Copa do Brasil, e surpreende a todos chegando até as oitavas de final, eliminando o tradicional Santa Cruz na terceira fase. Nas oitavas de final o Santa Rita foi eliminado pelo Cruzeiro, atual campeão brasileiro. No jogo de ida o clube perdeu por 5–0 no Estádio Mineirão e na volta acabou perdendo em casa por 2–1. No ano seguinte o Santa Rita fez uma campanha mediana no Estadual e terminou a competição em 6° colocado. Além disso o jovem atacante Rafael Silva conseguiu se destacar durante a competição, onde marcou 11 gols e foi o artilheiro do campeonato.

Em 2016 vai bem no Campeonato Alagoano, se classificando para o hexagonal final, onde brigou por uma vaga na semifinal. Em 2017 novamente o clube se classificou para o Hexagonal, mas foi eliminado num jogo cheio de emoção contra o CSA no Rei Pelé, na qual o clube perdeu por 2–1 sofrendo gol nos acréssimos. Apesar da eliminação, o clube garantiu o direito de disputar o Campeonato Brasileiro de Futebol - Série D no ano seguinte.

TítulosEditar

ESTADUAIS
Competição Títulos Temporadas
  Campeonato Alagoano - Segunda Divisão 3 2007, 2009 e 2013
OUTROS TÍTULOS
Competição Títulos Temporadas
  1º Torneio de Inverno (Japão) 1 1992
  Torneio Seletivo para a Copa do Nordeste 1 2003

DestaquesEditar

ÍdolosEditar

  Marlon (meia-atacante)

  Reinaldo Alagoano (atacante)

  Jeferson (goleiro)

  Rafael Silva (atacante)

Desempenho em competiçõesEditar

  Campeonato Alagoano - 1ª divisãoEditar

Ano Posição
2008 1º Turno Campeão - 2º turno ficou em 3º
2010 4ª posição
2011 Rebaixado
2014 Vice-campeão
2015 6º colocado
2016 6º colocado
2017 5º colocado
2018 Rebaixado

  Campeonato Alagoano - 2ª divisãoEditar

Ano Posição
2007 1ª posição (campeão)
2009 1ª posição (Bicampeão)
2013 Campeão e promovido
2019 a disputar

¹ - No 2º jogo da final, o União ficou com 4 jogadores expulsos e o goleiro alegou que estava contundido na partida. Aos 35 do 2º tempo, a partida foi encerrada por falta de jogadores da equipe do União. O caso foi parar no STJD que dividiu o título entre as 2 equipes.

  Série DEditar

Ano Posição
2018 62º colocado

  Copa do BrasilEditar

Ano Posição
2014 12º colocado