Abrir menu principal

Wikipédia β

Copa do Brasil de Futebol de 2014

Disambig grey.svg Nota: Para a Copa do Mundo de seleções de 2014, realizada no Brasil e organizada pela FIFA, veja Copa do Mundo FIFA de 2014.

A Copa Sadia do Brasil de 2014 foi a 26ª edição dessa competição brasileira de futebol organizada pela Confederação Brasileira de Futebol, cuja estreia foi em 12 de março, com seu término em 26 de novembro.[1]

XXVI Copa do Brasil
Copa Sadia do Brasil de 2014
Copa Sadia do Brasil 2014.
Dados
Participantes 87
Organização CBF
Local de disputa  Brasil
Período 19 de fevereiro26 de novembro
Gol(o)s 435
Partidas 159
Média 2,74 gol(o)s por partida
Campeão Minas Gerais Atlético Mineiro (1º título)
Vice-campeão Minas Gerais Cruzeiro
Melhor marcador 6 gols:
Maiores goleadas
(diferença)
Pará Remo 1–6 Rio Grande do Sul Internacional
MangueirãoBelém
12 de março
 
Rio de Janeiro Fluminense 5–0 Ceará Horizonte
MaracanãRio de Janeiro
10 de abril
 
Minas Gerais Cruzeiro 5–0 Alagoas Santa Rita
MineirãoBelo Horizonte
27 de agosto
 
São Paulo Santos 5–0 Rio de Janeiro Botafogo
PacaembuSão Paulo
16 de outubro
Público 36 347
Média 2 423,1 pessoas por partida
◄◄ Brasil 2013 Soccerball.svg 2015 Brasil ►►

Com inclusão do campeão da Copa do Nordeste para a Copa Sul-Americana de 2014, a classificação para a Copa Sul-Americana de 2014 será novamente como na edição passada, só que com sete equipes eliminadas até a terceira fase. Caso as 16 melhores equipes da Série A não sejam suficientes para completar as sete vagas, os quatro melhores da Série B completarão as vagas. Se ainda assim não for suficiente, serão convidados os clubes rebaixados na Série A.

Pela segunda vez na história, a Copa do Brasil foi decidida por dois clubes de um mesmo estado: o Atlético Mineiro conquistou seu primeiro título do torneio, após vencer o arquirrival Cruzeiro por 1–0, no Mineirão.[2] No jogo de ida no Independência, terminou com vitória do Atlético por 2–0.[3] Com o título, o time garantiu uma vaga na Copa Libertadores da América de 2015.

Índice

ParticipantesEditar

Estaduais e seletivasEditar

UF Clube Forma de classificação
  Acre Plácido de Castro Campeão do Estadual 2013
Rio Branco-AC[d] Vice-campeão do Estadual 2013
  Alagoas CRB Campeão do Estadual 2013
CSA Vice-campeão do Estadual 2013
Santa Rita Campeão da Primeira Fase do Estadual 2013
  Amapá Santos Campeão do Estadual 2013
  Amazonas Princesa do Solimões Campeão do Estadual 2013
Nacional-AM Vice-campeão do Estadual 2013
  Bahia Vitória Campeão do Estadual 2013
Juazeiro Vice-campeão da Primeira Fase do Estadual 2013
Bahia de Feira Campeão da Copa Governador do Estado da Bahia de 2013
  Ceará Ceará Campeão do Estadual 2013
Horizonte Campeão da Primeira Fase do Estadual 2013
Barbalha Campeão da Copa Fares Lopes de 2013
  Distrito Federal Brasiliense Campeão do Metropolitano 2013
Brasília Vice-campeão do Metropolitano 2013
  Espírito Santo Desportiva Ferroviária Campeão do Estadual 2013
Real Noroeste[d] Campeão da Copa Espírito Santo 2013
  Goiás Goiás Campeão do Estadual 2013
Atlético Goianiense Vice-campeão do Estadual 2013
Goianésia 3º colocado do Estadual 2013
  Maranhão Maranhão Campeão do Estadual 2013
Sampaio Corrêa Campeão da Copa São Luís 2013
  Mato Grosso Cuiabá Campeão do Estadual 2013
Mixto[e] Vice-campeão do Estadual 2013
Rondonópolis Campeão da Copa Governador de Mato Grosso de 2013
  Mato Grosso do Sul CENE Campeão do Estadual 2013
Naviraiense Vice-campeão do Estadual 2013
  Minas Gerais Villa Nova 3º colocado do Estadual 2013
Tombense 4º colocado do Estadual 2013
Tupi[b] 5° colocado do Estadual 2013
Caldense 6º colocado do Estadual 2013
  Pará Paysandu Campeão do Estadual 2013
Paragominas Vice-campeão do Estadual 2013
Remo 3º colocado do Estadual 2013
  Paraíba Botafogo-PB Campeão do Estadual 2013
Treze[a] Vice-campeão do Estadual 2013
  Paraná Coritiba Campeão do Estadual 2013
Londrina 3º colocado do Estadual 2013
Paraná 4º colocado do Estadual 2013
J.Malucelli 5º colocado do Estadual 2013
  Pernambuco Santa Cruz Campeão do Estadual 2013
Sport Vice-campeão do Estadual 2013
Náutico Campeão do Primeiro Turno do Estadual 2013
  Piauí Parnahyba Campeão do Estadual 2013
Flamengo-PI Campeão da Copa Piauí de 2013
  Rio de Janeiro Fluminense 3° colocado do Estadual 2013
Vasco da Gama 4° colocado do Estadual 2013
Resende 5º colocado do Estadual 2013
Boavista 6º colocado do Estadual 2013
Duque de Caxias Campeão da Copa Rio 2013
  Rio Grande do Norte Potiguar de Mossoró Campeão do Estadual 2013
América de Natal Vice-campeão do Estadual 2013
ABC 3° colocado do Estadual 2013
  Rio Grande do Sul Internacional Campeão do Estadual 2013
Lajeadense Vice-campeão do Estadual 2013
São Luiz 3º colocado do Estadual 2013
Novo Hamburgo Campeão da Copa FGF de 2013
  Rondônia Vilhena Campeão do Estadual 2013
  Roraima Náutico-RR Campeão do Estadual 2013
  Santa Catarina Criciúma Campeão do Estadual 2013
Chapecoense Vice-campeão do Estadual 2013
Joinville Campeão da Copa Santa Catarina de 2013
  São Paulo Corinthians Campeão do Estadual 2013
Santos Vice-campeão do Estadual 2013
São Paulo 3º colocado do Estadual 2013
Portuguesa Campeão da Série A2 do Estadual 2013
São Bernardo Campeão da Copa Paulista 2013
  Sergipe Sergipe Campeão do Estadual 2013
Lagarto[c] 3° colocado da Copa Governo do Estado de Sergipe de 2013
  Tocantins Interporto Campeão do Estadual 2013
Notas
  • ^ a. O Treze ganhou a vaga na Copa do Brasil porque a Copa Paraíba 2013 foi adiada por ter inscrito apenas três clubes
  • ^ b. O Tupi ganhou a vaga na Copa do Brasil porque a Taça Minas Gerais de Futebol 2013 não teve inscritos
  • ^ c. O Lagarto ganhou a vaga na Copa do Brasil porque o Sociedade Esportiva River Plate pediu afastamento do Campeonato Sergipano de Futebol por dois anos, alegando problemas financeiros
  • ^ d. Os segundos representantes de Acre e Espírito Santo disputaram a Fase Preliminar nos anos de 2013 e 2014, devido a reformulação do Ranking da CBF, ocorrida em 2013
  • ^ e. O Mixto ganhou a vaga na Copa do Brasil porque, com o ranking da CBF de 2014, o Mato Grosso ganhou uma vaga, tirando uma do Distrito Federal.[4]

Ranking da CBFEditar

Com a definição dos 70 representantes das federações estaduais e dos seis representantes classificados diretamente às oitavas de final, mais 10 clubes são apurados pelo Ranking da CBF.

Pos. Clube Pontos
11º   Palmeiras 12 680
17º   Bahia 9 326
18º   Ponte Preta 7 952
23º   Avaí 7 136
25º   Figueirense 6 248
28º   América Mineiro 5 386
30º   Guarani 4 781
31º   ASA 4 732
33º   Grêmio Barueri 4 287
34º   Bragantino 4 054

Classificados diretamente às oitavas de finalEditar

UF Clube Forma de classificação
  Minas Gerais Atlético Mineiro Campeão da Copa Libertadores de 2013
Cruzeiro Campeão do Campeonato Brasileiro 2013
  Paraná Atlético Paranaense 3º colocado do Campeonato Brasileiro 2013
  Rio de Janeiro Botafogo 4º colocado do Campeonato Brasileiro 2013
Flamengo Campeão da Copa do Brasil 2013
  Rio de Grande do Sul Grêmio Vice-campeão do Campeonato Brasileiro 2013

TransmissãoEditar

Desde 1999, A Rede Globo/SporTV detém todos os direitos de mídia (exceto radiofônicos) em território nacional da Copa do Brasil. Ainda assim, a Globo faz questão de revender os direitos para demais emissoras brasileiras. Esse ano a Rede Bandeirantes não irá transmitir a competição. As transmissões diretas para a região da realização da partida dependem da autorização do clube mandante.

Pela TV por assinatura SporTV, ESPN e o FOX Sports transmitem a competição.

Os direitos de propaganda nos estádios e de comercialização para o exterior pertencem a empresa TRAFFIC.

Fases de qualificaçãoEditar

Sorteio das primeiras fasesEditar

O sorteio das primeiras fases da Copa do Brasil foi realizado no dia 10 de janeiro de 2014 no Rio de Janeiro. Os 80 times classificados para a competição foram divididos em oito grupos (A a H) com dez clubes cada, de acordo com Ranking da CBF. A partir daí, os cruzamentos entre os grupos foram os seguintes: A x E; B x F; C x G e D x H.[5] Na fase de oitavas de final, haverá um novo sorteio, já com a inclusão das seis equipes que disputam a Copa Libertadores da América de 2014.

Potes do sorteioEditar

Entre parênteses, a classificação do clube no Ranking da CBF
Primeira fase
Pote A Pote B Pote C Pote D
Pote E Pote F Pote G Pote H
FP. ^ Rio Branco e Real Noroeste disputaram a fase preliminar. O Rio Branco ficou com uma vaga na primeira fase e no pote G, mesmo sendo o 61º colocado do Ranking da CBF.

Fase preliminarEditar

Em itálico, os times que possuem o mando de campo no primeiro jogo do confronto e em negrito os times classificados.

Time 1   Total   Time 2   1º jogo   2º jogo
Rio Branco-AC   2–1   Real Noroeste 1–1 1–0

Primeira faseEditar

Time 1   Total   Time 2   1º jogo   2º jogo
Ceará   5–1   Parnahyba 1–0 4–1
Chapecoense   2–0   Rio Branco-AC 2–0
Internacional   6–1   Remo 6–1
Cuiabá   2–0   Barbalha 0–0 2–0
Bahia   3–1   Villa Nova 1–1 2–0
América Mineiro   3–0   Santos-AP 3–0
Corinthians   2–0   Bahia de Feira 2–0
Nacional-AM   4–3   São Luiz 2–2 2–1
São Paulo   4–0   CSA 1–0 3–0
CRB   4–2   Rondonópolis 2–2 2–0
Figueirense   3–1   Plácido de Castro 0–0 3–1
Bragantino   1–0   Lajeadense 0–0 1–0
Palmeiras   3–0   Vilhena 1–0 2–0
Sampaio Corrêa   5–3   Interporto 2–2 3–1
Avaí   4–1   Naviraiense 4–1
ASA   4–0   Paragominas 4–0
Santos   3–0   Mixto 0–0 3–0
Brasiliense   5–5 (gf)   Princesa do Solimões 1–3 4–2
Grêmio Barueri   2–2 (gf)   Goianésia 2–2 0–0
Criciúma   2–3   Londrina 0–2 2–1
Vasco da Gama   1–0   Resende 0–0 1–0
Treze   3–2   Tombense 1–1 2–1
Ponte Preta   4–1   Náutico-RR 4–1
Paraná   4–2   São Bernardo 1–1 3–1
Fluminense   6–3   Horizonte 1–3 5–0
Tupi   2–0   Juazeiro 2–0
Náutico   1–1 (3–1 p)   Sergipe 0–1 1–0
América de Natal   4–1   Boavista 2–1 2–0
Sport   3–1   Brasília 3–1
Paysandu   4–3   Maranhão 2–2 2–1
Coritiba   4–2   CENE 2–2 2–0
Duque de Caxias   2–4   Caldense 0–2 2–2
Santa Cruz   4–1   Lagarto 1–0 3–1
Goiás   0–2   Botafogo-PB 0–2 0–0
Portuguesa   2–2 (gf)   Potiguar de Mossoró 0–1 2–1
Guarani   1–2   Santa Rita 0–0 1–2
Vitória   2–2 (3–5 p)   J.Malucelli 1–1 1–1
Joinville   2–3   Novo Hamburgo 0–1 2–2
Atlético Goianiense   3–2   Flamengo-PI 1–0 2–2
ABC   4–2   Desportiva Ferroviária 0–1 4–1

Segunda faseEditar

Time 1   Total   Time 2   1º jogo   2º jogo
Ceará   3–2   Chapecoense 2–1 1–1
Internacional   5–2   Cuiabá 1–1 4–1
Bahia   2–1   América Mineiro 0–0 2–1
Corinthians   3–0   Nacional-AM 3–0
São Paulo   4–2   CRB 1–2 3–0
Figueirense   3–3 (3–4 p)   Bragantino 1–2 2–1
Palmeiras   4–2   Sampaio Corrêa 1–2 3–0
Avaí   4–4 (gf)   ASA 2–3 2–1
Santos   6–3   Princesa do Solimões 2–1 4–2
Grêmio Barueri   3–3 (gf)   Londrina 0–0 3–3
Vasco da Gama   3–2   Treze 2–1 1–1
Ponte Preta   2–2 (8–7 p)   Paraná 1–1 1–1
Fluminense   3–0   Tupi 3–0
Náutico   2–3   América de Natal 0–3 2–0
Sport   4–4 (gf)   Paysandu 1–2 3–2
Coritiba   2–0   Caldense 2–0
Santa Cruz   3–2   Botafogo-PB 1–1 2–1
Potiguar de Mossoró   2–7   Santa Rita 0–2 2–5
J.Malucelli   0–3   Novo Hamburgo 0–1 0–2
Atlético Goianiense   2–3   ABC 1–1 1–2

Terceira faseEditar

Time 1   Total   Time 2   1º jogo   2º jogo
Ceará   5–2   Internacional 2–1 3–1
Bahia   1–3   Corinthians 0–3 1–0
São Paulo   3–4   Bragantino 2–1 1–3
Palmeiras   3–0   Avaí 2–0 1–0
Santos   3–2   Londrina 1–2 2–0
Vasco da Gama   4–1   Ponte Preta 2–0 2–1
Fluminense   5–5 (gf)   América de Natal 3–0 2–5
Paysandu   2–3   Coritiba 0–2 2–1
Santa Cruz   3–4   Santa Rita 2–3 1–1
Novo Hamburgo   2–11   ABC 0–1 2–0

1O Novo Hamburgo foi eliminado pelo STJD da competição pela escalação irregular de um jogador no segundo jogo do confronto. Com isso, o ABC segue na competição.[6]

Qualificação para a Copa Sul-AmericanaEditar

Os sete melhores times eliminados até a terceira fase estarão classificados para a Copa Sul-Americana de 2014.

Classificado
Não classificado
Sem chances de classificação
Pos. Clube Campanha Pos. Brasileirão 2013
1   Vitória Eliminado (Primeira fase) 5º Série A
2   Goiás Eliminado (Primeira fase) 6º Série A
3   Santos Nas oitavas de final 7º Série A
4   Atlético Mineiro[Lib] Nas oitavas de final 8º Série A
5   São Paulo Eliminado (Terceira fase) 9º Série A
6   Corinthians Nas oitavas de final 10º Série A
7   Coritiba Nas oitavas de final 11º Série A
8   Bahia Eliminado (Terceira fase) 12º Série A
9   Internacional Eliminado (Terceira fase) 13º Série A
10   Criciúma Eliminado (Primeira fase) 14º Série A
11   Fluminense Eliminado (Terceira fase) 15º Série A
12   Flamengo[Lib] Nas oitavas de final 16º Série A
13   Palmeiras Nas oitavas de final 1º Série B
14   Chapecoense Eliminado (Segunda fase) 2º Série B
15   Sport[Sp] Eliminado (Segunda fase) 3º Série B
16   Figueirense Eliminado (Segunda fase) 4º Série B
17   Portuguesa Eliminado (Primeira fase) 17º Série A
18   Vasco da Gama Nas oitavas de final 18º Série A
19   Ponte Preta Eliminado (Terceira fase) 19º Série A
20   Náutico Eliminado (Segunda fase) 20º Série A
  • Libertadores. ^ Atlético Mineiro e Flamengo, respectivamente campeões da Libertadores 2013 e Copa do Brasil de 2013, foram classificados à Libertadores 2014 e tiveram garantidas as classificações automáticas às oitavas de final desta edição da Copa do Brasil
  • Sp. ^ O Sport garantiu a oitava vaga brasileira na Copa Sul-Americana de 2014 por ter sido o campeão da Copa do Nordeste de 2014.[7] O clube só perderia a vaga, se fosse até as oitavas de final da Copa do Brasil, pois não poderia participar das duas competições ao mesmo tempo. O Sport será o "Brasil 8" na tabela da Copa Sul-Americana, mas se ficasse entre os sete primeiros eliminados até a terceira fase da Copa do Brasil, teria o seu número na tabela definido pela sua colocação entre os times classificados pra Copa Sul-Americana. Por exemplo, se fosse a terceira melhor equipe eliminada até a terceira fase da Copa do Brasil seria o "Brasil 3" na tabela

Fase finalEditar

SorteioEditar

Para esta fase, será realizado um novo sorteio pela CBF. O sorteio definirá os confrontos das oitavas de final e os cruzamentos até a decisão. Os confrontos das oitavas serão representados por um time do pote 1 e outro do pote 2. No pote 1 estarão os times que participaram da Copa Libertadores da América de 2014, mais os dois melhores times no ranking da CBF que se classificarem às oitavas de final. No pote 2 estarão os outros oito times que classificarem para as oitavas de final. Depois, cada pote será dividido em quatro duplas de acordo com o ranking da CBF para evitar um confronto de um time com a sua "dupla" antes da final. O primeiro sorteio será para definir o lado do chaveamento que o clube melhor "ranqueado" da "dupla" ficará (o outro time da "dupla" ficará no outro lado, obrigatoriamente). Depois, será sorteado, aleatoriamente, o seu jogo de 1 a 4. Logo em seguida, será feito o mesmo com a dupla daquele clube que ficou do outro lado da tabela. E o sorteio será assim até definir a tabela inteira. Em outro sorteio, serão definidos os mandos de campo de cada confronto das oitavas de final.[8] Com o decorrer da competição, serão sorteados os mandos das quartas, semifinais e final.

O sorteio dos confrontos foi realizado na sede da CBF em 18 de agosto às 11 horas. À tarde, às 14 horas, foi realizado o sorteio para definir os mandantes das primeiras partidas.[9][10]

Entre parênteses, o ranking da CBF.

Bloco A Grupo Bloco B
  Grêmio (1)
  Corinthians (2)
1   Santos (9)
  Palmeiras (11)
  Flamengo (3)
  Vasco da Gama (4)
2   Coritiba (14)
  Ceará (22)
  Cruzeiro (8)
  Atlético Paranaense (10)
3   ABC (29)
  Bragantino (34)
  Botafogo (12)
  Atlético Mineiro (15)
4   América de Natal (36)
  Santa Rita (207)

TabelaEditar