O Sukhoi Su-11 (Russo: Сухой Су-11); (OTAN: Fishpot-C)[2] é avião de intercepção da União Soviética utilizado nos anos de 1960.[3] É considerado como uma atualização de seu predecessor Sukhoi Su-9, possuindo similaridades com o MiG-21. Nunca foi exportado, sendo produzido 108 unidades.[4]

Sukhoi Su-11
(OTAN: Fishpot-C)
Caça
Su-11 Russo
Descrição
Tipo / Missão Interceptor
País de origem  União Soviética
 Rússia
Fabricante Sukhoi
Quantidade produzida 108
Desenvolvido de Su-9
Primeiro voo em 28 de Maio de 1947 (73 anos)
Introduzido em 1964
Aposentado em 1983
Tripulação 1
Especificações
Dimensões
Comprimento 10,5 m (34,4 ft)
Envergadura 8,43 m (27,7 ft)
Altura 3,6 m (11,8 ft)
Área das asas 11,8  (127 ft²)
Alongamento 6
Peso(s)
Peso vazio 6 300 kg (13 900 lb)
Peso carregado 6 500 kg (14 300 lb)
Propulsão
Motor(es) 1x Lyulka AL-7F-1 turbojato
Empuxo:
  • Empuxo seco: 6 842 kgf (67 100 N)
  • Empuxo em pós-combustão: 10 003 kgf (98 100 N)
Performance
Velocidade máxima 3 000 km/h (1 620 kn)
Velocidade de cruzeiro 890 km/h (480 kn)
Alcance bélico 500 km (311 mi)
Alcance (MTOW) 900 km (559 mi)
Teto máximo 13 000 m (42 700 ft)
Armamentos
Mísseis 1x N-37(N-45), 2x NS-23, K-8
Notas
Sukhoi[1]

DesenvolvimentoEditar

Inicialmente considerado como projeto similar ao caça alemão Messerschmitt Me-262 pelo protótipo possuir asa em formato de flecha e dois motores turbojatos, o qual foi destruído em um teste em 3 de junho de 1949, o Su-15 foi redesenhado como um caça inteiramente novo após a revitalização da Sukhoi no anos de 1950.[4][5]

O Sukhoi Su-11 teve seu desenvolvimento como parte da resolução da URSS CM para fomento do MAI, juntamente com outros departamentos de defesa.[6] O objetivo do projeto era o desenvolvimento de um novo caça tático e interceptador, ambos baseados no turbojato AL-7F.[4] Feito sobre a estrutura do Sukhoi Su-9, buscando retificar os problemas e necessidades apresentados pelos testes do ministério de defesa soviético, o Su-11 pode ser considerado com uma atualização, não diferindo muito de seu predecessor.[7]

Partindo de recomendações do TsAGI, estudos em túnel de vento foram realizados para designação do tipo de asa, sendo testados configurações em formato de flecha e delta.[8] Frente as necessidades de atualização do Su-9, foram desenvolvido o programa do Su-11. Não há diferenciações pesadas no design inicial do Su-11 comparado ao seu predecessor, com exceção a abstenção de flaps de freios,[6] nariz alongado com maior cone para entrada de ar e sistema revisado de células de combustível.[8][4][6]

DesignEditar

Sua fuselagem é similar ao Sukhoi Su-9, modificando a aérea alar de 20.2m2 para 24.2m2. Possuía um motor turbojato de pós-combustão Lyulka AL-7F-1, podendo carregar canhões de até 37mm em cada asa ou mísseis AAMs como o K-8M.[6] [4][9] Seu sistema de disparo, em geral, possuía um míssil com busca infravermelho e outro por radar, podendo carregar até dois mísseis de cada tipo em quatro pilones aeronáuticos.[8] Era equipado com um Radar Oryol para possibilidade de uso de mísseis em missões de interceptação, sistema de aviso de radar Sirena-2 e assento ejetor KS-3.[4]

O piloto senta em uma canopy em formato de bolha, possibilitando boa visibilidade durante voo.[8] Possuía possibilidade de uso em qualquer condição climática, mas era militado a vários equipamentos terrestres para aplicabilidade tática.[8]

História OperacionalEditar

O Suhkoi Su-11 nunca foi exportado, não possuindo experiência em qualquer tipo de conflito durante a Guerra Fria. Era utilizado para abater intrusos no espaço aéreo soviético, sendo confirmado apenas derrubada de balões. Devido a obscuridade e inexistências de fontes, não há possibilidade de reconhecimento que tenha sido utilizado para abater alguma aeronave.[4]

Foi pouco produzido e teve como rival direto o Yakovlev Yak-28.[4] Foi substituído pelo Sukhoi Su-15 e outras aeronaves mais modernas ao passar do tempo.[8]

Especificações (Su-11)Editar

Sukhoi[10]

 
Sinueta do Su-11

Características GeraisEditar

  • Tripulação: 1 (piloto).
  • Comprimento: 10,5 m (34,4 ft).
  • Envergadura: 8,43 m (27,7 ft).
  • Altura: 3,6 m (11,8 ft).
  • Área alar: 11,8 m² (127 ft²).
  • Peso vazio: 6 300 kg (13 900 lb).
  • Peso c/ carga máx.: 6 500 kg (14 300 lb).
  • Motor: 1 × turbojato Lyulka AL-7F-1 .

PerformanceEditar

  • Velocidade máxima: 3 000 km/h (1 620 kn).
  • Velocidade de cruzeiro: 890 km/h (480 kn).
  • Alcance de travessia: 900 km (559 mi).

ArmamentosEditar

Mísseis

  • 1x N-37(N-45).
  • 2x NS-23.
  • K-8.

Referências

  1. «Specifications». Sukhoi. Consultado em 15 de agosto de 2016. Arquivado do original em 25 de setembro de 2017 
  2. Martynov, Aleksey V. (2008). «Designations of Soviet and Russian Military Aircraft and Missiles». Designation-systems.net. Consultado em 29 de junho de 2016 
  3. 'Aviation and Times' 1998, No.6 (No.32)
  4. a b c d e f g h Goebel, Greg (1 de outubro de 2015). «The Sukhoi Su-9, Su-11, & Su-15». Airvectors.net. Consultado em 15 de agosto de 2016 
  5. «Su-9/11 FISHPOT (SUKHOI)». Federation of American Scientists. 17 de junho de 2000. Consultado em 15 de agosto de 2016 
  6. a b c d «Su-9, 11, 13». Sukhoi. Consultado em 15 de agosto de 2016. Arquivado do original em 14 de maio de 2006 
  7. «Sukhoi Su-11 Fishpot». Areamilitar.net. Consultado em 15 de agosto de 2016 
  8. a b c d e f «Sukhoi Su-11 (Fishpot-C) Interceptor Aircraft (1964)». Militaryfactory.com. 8 de fevereiro de 2016. Consultado em 15 de agosto de 2016 
  9. Savine, Alexandre (28 de janeiro de 1998). «T-47 prototypes, P.O.Sukhoj». Russian Aviation Museum. Consultado em 15 de agosto de 2016 
  10. «Specifications». Sukhoi. Consultado em 15 de agosto de 2016. Arquivado do original em 25 de setembro de 2017