Abrir menu principal


Susan Brownell Anthony (Adams, Massachusetts, 15 de fevereiro de 1820Rochester, Nova Iorque, 13 de março de 1906), conhecida como Susan B. Anthony, foi uma escritora, professora e abolicionista americana que, juntamente com Elizabeth Cady, exerceu um papel essencial na luta das mulheres pelo direito ao voto e no movimento progressista. Criada em Quaker Household, por uma família dedicada a igualdade social, ela arrecadou petições contra escravidão com apenas 17 anos, e em 1856, ela se tornou Agente Estadual da American Anti-Slavery Society.


Em 1851, Susan conheceu Elizabeth Cady Stanton, que se tornou sua amiga e parceira nas lutas a favor dos direitos das mulheres. Juntas elas realizaram diversos feitos como  New York Women's State Temperance Society,  Women's Loyal National League, American Equal Rights Association, National Woman Suffrage Association e o jornal The Revolution.


Em 1872, Susan foi detida em sua cidade natal, Rochester, Nova Iorque, por tentar registrar seu voto nas eleições presidenciais e foi submetida a um julgamento acompanhado e transmitido pela mídia da época. Anthony foi condenada $100 mas nunca pagou, afirmando: “Eu nunca pagarei um $1 por uma pena injusta”.

Susan viajou sem cansar para dar suporte para o sufrágio universal, dando de 75 a 100 palestras por ano e trabalhando em campanhas estaduais. Além disso, ela também trabalhou internacionalmente pela luta das mulheres e teve o papel principal na criação do Conselho internacional das mulheres que existe até hoje.

Por fim, 14 anos depois de sua morte, foi criada a 19th Amendment (19 emenda), que permitia o sufrágio universal nos Estados Unidos



https://www.biography.com/activist/susan-b-anthony

https://en.wikipedia.org/wiki/Susan_B._Anthony