Téo José

narrador esportivo

Teocles José Brocos Auad, mais conhecido como Téo José (Goiânia, 29 de julho de 1963), é um narrador esportivo brasileiro.

Téo José
Nome completo Teocles José Brocos Auad
Nascimento 29 de julho de 1963 (58 anos)
Goiânia, GO
Nacionalidade brasileiro
Ocupação narrador esportivo
Principais trabalhos Rede Bandeirantes
Rádio Jovem Pan
FOX Sports
SBT

Atualmente, é o narrador titular do SBT.

Também teve passagens pela Rede Manchete, PSN, RedeTV!, Rede Bandeirantes e FOX Sports.

Tem mais de 200 provas da Indy em seu currículo e a maioria transmitida in loco. Esteve nas 500 Milhas de Indianapolis de 1993, narrando a vitória de Emerson Fittipaldi. Também já fez quatro Copas do Mundo: 1998, pelo SBT, 2006 pelo BandSports, 2010 e 2014 pela Rede Bandeirantes, sendo que nesta última foi o narrador titular nos jogos da Seleção Brasileira e em outras partidas como final entre Alemanha x Argentina.

CarreiraEditar

Aos 10 anos, adotou o Goiás como time do coração e é torcedor esmeraldino até hoje. Téo era o goleiro da seleção do colégio em que estudava. Chegou ao infanto-juvenil (equivalente ao sub-16) do Goiânia Esporte Clube.[1]

Começou no rádio em Goiás, passando pela RBC FM e rádio Araguaia, hoje virou CBN. Ainda no rádio, esteve na Jovem Pan, como narrador da Fórmula 1.

Na TV iniciou como repórter da TV Serra Dourada, afiliada do SBT em Goiás, depois se transferiu para a Manchete e em 1993 fez a primeira temporada da Fórmula Indy naquela emissora.

Na TV Bandeirantes narrou futebol, Fórmula Truck e a IndyCar Series. É reconhecido pelos telespectadores que acompanham as transmissões desde a antiga Fórmula Indy na época da extinta Rede Manchete em 1993 e 1994 pelo bordão: "Não Perde Mais!".

No ano de 1995, transferiu-se para o SBT narrando corridas da CART, transmitidas pelo canal até o fim da temporada 2000, e também jogos de futebol que a emissora paulista transmitia, como a Copa do Brasil. No canal, protagonizou o dia de maior audiência da Fórmula Indy no Brasil — 23 pontos às 13h de um domingo.[1] Transmitiu as Olimpíadas de 1996 no canal.

Téo José voltaria a narrar a Champ Car em 2004, na RedeTV!.

Chegou à Band em 2006, onde narrou corridas da Fórmula Indy (IndyCar) e da Fórmula Truck.

Também passou pelo canal PSN entre os anos de 2000 e 2002, indo morar com sua família nos Estados Unidos.

Em 2016 pela Band, foi o responsável por narrar as partidas da Seleção Brasileira nas partidas de futebol e handebol. Além disso, já fez diversos carnavais, pelo Band Folia e foi narrador oficial do Festival Folclórico de Parintins.[2]

Em 2014, com a morte de Luciano do Valle, passou a ser o principal narrador esportivo da Rede Bandeirantes. Permaneceu na Band até fevereiro de 2018.[3] Em 15 de fevereiro, foi contratado pelo FOX Sports.[4]

Em 10 de setembro de 2020, deixou o Fox Sports e acertou o seu retorno definitivo ao SBT após 20 anos para ser o principal narrador da emissora nas transmissões da Copa Libertadores da América. Antes disso, ele já havia narrado a final do Campeonato Carioca em julho, a convite da emissora. [5][1]

Vida pessoalEditar

É casado com Telma Cristina, com quem tem um filho, Alessandro (batizado assim em homenagem ao piloto italiano Alessandro Zanardi).

Referências

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.