Abrir menu principal

TRIP Linhas Aéreas

Ambox important.svg
Este artigo ou seção parece estar escrito em formato publicitário ou apologético
Por favor ajude a reescrever este artigo para que possa atingir um ponto de vista neutro, evitando assim conflitos de interesse.
Para casos explícitos de propaganda, em que o título ou todo o conteúdo do artigo seja considerado como um anúncio, considere usar {{ER|6|2=~~~~}}, regra nº 6 da eliminação rápida.
TRIP Linhas Aéreas S.A.
IATA T4
ICAO TIB
Indicativo de chamada TRIP
Fundada em 24 de março de 1998
Encerrou atividades em 2013 (Foi incorporada a Azul Linhas Aéreas, e adotou a marca Azul)
Principais centros
de operações
Companhia
administradora
Azul TRIP S.A.
Slogan Tem algo diferente no ar
Sede Brasil Campinas, Brasil
Pessoas importantes
  • José Mario Caprioli dos Santos
Sítio oficial voetrip.com.br

A TRIP Linhas Aéreas (Transporte Regional do Interior Paulista; 1998 - 2014) foi uma companhia aérea brasileira e a maior do segmento regional da América Latina.[1] Com 93 destinos em todas as regiões do Brasil, foi a empresa brasileira que atendia o maior número de cidades, dentre as quais mais de 30 com exclusividade[carece de fontes?]. Tinha como Hub Belo Horizonte, Cuiabá, Curitiba, Guarulhos, Manaus e Rio de Janeiro. Contava com a terceira maior frota comercial brasileira, constituida por 58 aeronaves em quatro modelos diferentes: 17 ATR-42, 20 ATR-72, 9 Embraer 175 e 12 Embraer 190.

Em 28 de maio de 2012, foi anunciada a fusão da TRIP Linhas Aéreas com a Azul Linhas Aéreas, surgindo a holding Azul TRIP S.A., controladora das empresas TRIP e Azul, onde, por ora, irão operar separadamente, para após a aceitação da fusão pela ANAC e CADE, formar uma única empresa.[2]

HistóricoEditar

Com sede na cidade de Campinas, estado de São Paulo, iniciou suas operações em 1998, fundada pelo Grupo Caprioli. Hoje, seus controladores são o Grupo Caprioli e o Grupo Águia Branca, de Cariacica, ES.

Suas primeiras aeronaves foram dois Embraer 120 (Brasília), com capacidade para 30 passageiros, oriundos da TOTAL Linhas Aéreas. A companhia encontrou seu sucesso operando a rota Natal - Fernando de Noronha - Recife. Em 1999 chegou o primeiro ATR-42-300, fazendo com que um dos Embraer 120 fosse deslocado para Campinas, onde a companhia mantinha alguns voos.

No ano de 2003 chegaram mais aeronaves ATR-42-300, aumentando as operações da empresa em Campinas. Em 2004 mais dois aviões foram agregados à frota. Em 2005 a companhia assumiu a rede de rotas da Rico Linhas Aéreas, no Amazonas, expandido sua malha.

Em 2006 introduziu o primeiro ATR-72-202 na rota de Fernando de Noronha. Em 2007 chegaram mais 2 ATR-42-300 e 1 ATR-72-202. No mesmo período, o Grupo Águia Branca, que havia comprado 50% da companhia, adquiriu também a Total Linhas Aéreas, de Belo Horizonte. Com esta aquisição foram incorporados 6 ATR-42 e 2 ATR-72, e feita uma encomenda de 12 ATR-72-500 junto à fábrica.

 
Dois Embraer 175 e um ATR-72 da TRIP Linhas Aéreas no Aeroporto Santos Dumont, Rio de Janeiro.

Em 2008 a TRIP recebeu seu primeiro ATR-72-500, que foi o primeiro avião novo recebido pela empresa. Iniciou as operações no estado da Bahia, expandindo o número de destinos, anunciou a encomenda dos jatos Embraer 175 e vendeu 20% do seu capital para a ianque SkyWest Airlines, a maior empresa regional do mundo.

No ano de 2009 a companhia ultrapassou a marca dos 70 destinos operados e recebeu, em junho, seus primeiros jatos Embraer 175. Em 2010 iniciou operações no estado do Acre, com rotas para a capital, Rio Branco, e o segundo município mais importante do estado, Cruzeiro do Sul (pela baixa procura dos voos em Cruzeiro do Sul, a TRIP, deixa de operar na cidade, em Maio de 2011).

O Grupo Caprioli vendeu suas empresas de ônibus, em 2010, aumentando, assim, o capital à ser investido na TRIP. Em 2011 atingiu a marca de mais de 80 destinos e recebe suas primeiras aeronaves com mais de 100 assentos, os Embraer 190 que, ao final do ano serão, ao todo, nove aviões.

PrêmiosEditar

 
ATR-72 da TRIP Linhas Aéreas.

2009Editar

  • Top of Mind, categoria Cia Aérea Regional, revista RDM Cuiabá (2009)[carece de fontes?];
  • Revista Voe TRIP - A melhor revista customizada do Brasil, Revista Propaganda, da Editora Referência, recebeu o troféu "O Comunicador" (2009)[carece de fontes?].

2010Editar

  • Prêmio Top Fornecedores Varejo, Federação das Camaras e Dirigentes da Bahia (2010)[carece de fontes?];
  • Prêmio Avião Revue - Melhor Cia Aérea Regional Região Sul e Sudeste, Revista Avião Revue (2010)[carece de fontes?];
  • Revista Voe TRIP - A melhor revista de bordo do Brasil em 2009, D'lla Roche operadora de turismo (2010)[carece de fontes?];
  • Revista Voe TRIP - Prêmio Veículos de Comunicação da Revista Propaganda, Editora Referência (2010)[carece de fontes?];
  • Revista Voe TRIP - A melhor revista customizada do Brasil, Revista Propaganda, da Editora Referência, recebeu o troféu "O Comunicador" (2010)[3].

2011Editar

  • Skytrax World Airline Awards - A melhor companhia de aviação regional da América do Sul (2011)[carece de fontes?];
  • Prêmio TOP de Qualidade - Melhor Companhia Aérea Regional, 34ª Aviestur (2011)[carece de fontes?];
  • Prêmio Avião Revue - Melhor Cia Aérea Regional, Revista Avião Revue (2011)[carece de fontes?];
  • Prêmio Criatividade - Pelo espaço tecnológico que simulava a estrutura de uma aeronave, ABAV (2011)[carece de fontes?];
  • Prêmio Prata - Categoria Rádio do Festival Brasileiro de Publicidade, da Associação Brasileira de Propaganda, com a campanha “Tem algo diferente no ar” (2011)[carece de fontes?];
  • Prêmio Maximídia - Melhor case de internet do mercado, com a campanha “Céu da Internet” (2011)[carece de fontes?];
  • Prêmio IBGC Instituto Brasileiro de Governança Corporativa - Categoria “empresas não listadas” (empresas de capital fechado) (2011)[carece de fontes?];
  • Revista VOE (Trip Linhas Aéreas) - 25º Prêmio Veículos de Comunicação, ABM (Academia Brasileira de Marketing) (2011)[carece de fontes?].

Ver tambémEditar

Referências

Ligações externasEditar