Abrir menu principal

BiografiaEditar

Fez o curso primário em Itapetininga, na região de Sorocaba, e os estudos secundários em São Paulo.[1] Filho de um marinheiro viveu numa família com padrão social razoável.[2] Fez a primeira composição aos 18 anos. Aos 22 começou a trabalhar na Colúmbia, da qual foi diretor artístico.[1] Em 1953, Vieira e Vieirinha lançaram a moda de viola "Roubei uma casada".[1] Em 1956, passou a ser diretor sertanejo da Colúmbia.[1] Em 1958 Teddy passou a gravadora Chantecler.[3] Ele viveu durante algum tempo em Andradas, MG, onde conheceu, apaixonou-se e se casou com América Risso. Deste casamento adveio um único filho, Teddy Vieira de Azevedo Jr, que reside na cidade e se casou com Virgínia Felisberto dos Reis, com quem deu três netos ao compositor: Laura, Teddy Neto e Isadora. Faleceu em 16 de dezembro de 1965, em seu Simca Chambord,[2] junto ao seu último parceiro de músicas, Lauripio Pedroso,[4] em um trágico acidente na Rodovia Raposo Tavares em Itapetininga.[3]

ReconhecimentoEditar

O músico e compositor ganhou uma estátua após 50 anos de morte. O monumento foi instalado na Praça Largo dos Amores, no Centro de Itapetininga.[5] Na entrada da cidade de Ouro Fino, MG, construíram um monumento ao compositor, composto de três partes, O Menino da Porteira, o Boi Sem Coração e o Berrante.

SucessosEditar

  • 1950 - Violeiro Casado - gravado pela dupla Tonico e Tinoco
  • 1952 - Irmão do Ferreirinha - (Teddy - Carreirinho)
  • 1953 - Roubei uma casada - (Teddy Vieira - Lourival dos Santos)
  • 1954 - Couro de boi - (Palmeira - Teddy Vieira)
  • 1955 - O Menino da Porteira- (Teddy Vieira - Luisinho) - Gravação de Luizinho, Limeira e Zezinha[6]
  • 1955 - Não me interessa - (Teddy Vieira - Lourival dos Santos)
  • 1956 - João de barro - (Teddy Vieira - Muibo Curi )
  • 1958 - Boiadeiro punho de aço - (Teddy Vieira - Pereira )
  • 1959 - Pagode em Brasília - (Teddy Vieira - Lourival dos Santos)

BibliografiaEditar

  • Corrêa, Roberto (2000). A Arte de Pontear Viola. Brasília/Curitiba: Edição do Autor. 259 páginas. ISBN 85-901603-1-9 

Referências

  1. a b c d «Teddy Vieira - Biografia (Dicionário Cravo Albin)». Consultado em 30 de abril de 2010 
  2. a b «Jornal o Cruzeiro do Sul - O pai do menino da porteira». Consultado em 30 de abril de 2010. Arquivado do original em 19 de março de 2009 
  3. a b «Sua Vida». Consultado em 30 de abril de 2010 
  4. «Violeiros do Brasil». Consultado em 30 de abril de 2010 
  5. g1 autor de menino na porteira
  6. «Luizinho, Limeira e Zezinha - dados Artísticos». Consultado em 1 de maio de 2010 

Ligações externasEditar