Abrir menu principal
"The Serfsons"
"Os Serfsons" (BR)
619.º episódio da .ª temporada de Os Simpsons
The Serfsons.jpg

Lisa transformando chumbo em ouro com magia.
Informação geral
Escrito por Brian Kelley
Produzido por Matt Selman
Al Jean
Transmissão original {{{data original}}}
Convidados

Billy Boyd como ele mesmo
Nikolaj Coster-Waldau como Markery

Cronologia
"Dogtown"

"The Serfsons" é o primeiro episódio da vigésima nona temporada da série animada Os Simpsons, e o 619.º no total. Foi ao ar nos Estados Unidos pela FOX em 1 de outubro de 2017.

Este episódio ocorre em uma versão de um mundo de fantasia alternativa de Springfield. Este foi o primeiro episódio dos Simpsons a ser marcado pelo compositor da Bleeding Fingers Music, desde o compositor de longa data Alf Clausen, que marcou o programa desde 1990 até o sua partida em 30 de agosto de 2017.

EnredoEditar

No reino de Springfieldia, os Serfsons visitam Jacqueline Bouvier em The Webs at Giant Spider Acres, uma floresta de aposentadoria, da qual Marge descobre, para seu espanto, que Jacqueline está congelando. Durante a cirurgia de Barber Hibbert, Jacqueline é encontrada com mortificação congelada progressiva, tendo sido mordida por um caminhante de gelo, que converte a carne da vítima em gelo no período de uma semana. Para salvá-la, ele propõe um tratamento, comprando um Amuleto de Warmfyre. No entanto, o custo para isso é muito alto, e Marge manda Homer para pegar o dinheiro necessário. Na Usina Nuclear de Springfieldia, Homer tenta, sem sucesso, pedir a Lord Montgomery pelo dinheiro. Ao ver a situação do pai, Lisa resolve o problema ao magicamente converter o chumbo em ouro. No entanto, Lisa não pode realizar magia em público, pois então ela seria tomada pelo Rei Quimby e se forçaria a se tornar uma dos seus feiticeiros do mal. Em casa, Marge dá o amuleto a Jacqueline, que primeiramente se recusa, reconhecendo a futilidade da vida, embora decida usá-la. Naquele momento, os feiticeiros do rei aparecem e levam Lisa, cobrando-a por bruxaria. Para resgatá-la, Homer reúne os camponeses da cidade em revolta. Ao escalar o castelo, os camponeses derrotam os feiticeiros do rei, apenas para enfrentar um dragão. Jacqueline decide remover o amuleto, transformando-a em uma humana de composição de gelo e se sacrificando para derrotar o dragão, do qual ela consegue. No entanto, revela-se que o dragão era a fonte de toda magia no reino, incluindo todas as criaturas mágicas. Lisa sugere que o reino agora pode basear suas vidas na ciência, para o desânimo de todos. Homer decide iluminar brasas na tentativa de reviver o dragão. Isso é bem sucedido, apenas para o dragão queimar a aldeia.

RecepçãoEditar

Dennis Perkins do The A.V. Club deu ao episódio um B- (menos), afirmando que "“The Serfsons” é por si só, brincadeira útil de um episódio cujo maior defeito é a sua disponibilidade total, especialmente como uma maneira de começar a nova temporada. O programa fez um episódio de artifício como uma estreia temporada mais uma vez, e eles talvez estão a intenção de prender os espectadores com algumas referências de cultura pop sem ambição. Justo. “The Serfsons”, por conta própria, tem um punhado saudável de referêmcias, como—dispensando qualquer dispositivo de enquadramento ou razão para a saída fantasiosa—a família Simpson é a família Serfson, campones ea oprimida em uma espécie de Game of Thrones, The Lord of the Rings, Dungeons & Dragons numa baita extravagância.[1]

"The Serfsons" marcou uma classificação de 1,4 e foi observado por 3,3 milhões de pessoas, fazendo o show mais notado da noite dos "The Simpsons" na Fox.

ReferênciasEditar

  1. Perkins, Dennis (1 de outubro de 2017). «The Simpsons gets pointlessly medieval all over its season 29 premiere». Avclub.com. Consultado em 2 de outubro de 2017 

Ligações externasEditar