Thomas Sebeok

Thomas Albert Sebeok (nascido Sebők, [ˈʃɛbøːk], Budapeste, 9 de novembro de 1920 - Bloomington, 21 de dezembro de 2001) foi um polímata, semioticista e linguista húngaro naturalizado americano.[1][2]

Thomas Sebeok
Nascimento 9 de novembro de 1920
Budapeste
Morte 21 de dezembro de 2001 (81 anos)
Bloomington
Cidadania Estados Unidos, Hungria
Cônjuge Jean Umiker-Sebeok
Alma mater
Ocupação autor, filósofo, escritor
Prêmios
Empregador Universidade de Tartu, Universidade de Indiana

Ver tambémEditar

Referências

  1. Bernard, Jeff. «Thomas Sebeok e a fundação da rede semiótica». Galáxia (PUC-SP). 3: 181-185. Consultado em 18 de julho de 2020 
  2. Cobley, Paul; Deely, John; Kull, Kalevi; Petrilli, Susan (eds.) (2011). Semiotics Continues to Astonish: Thomas A. Sebeok and the Doctrine of Signs. (Semiotics, Communication and Cognition 7.) Berlin: De Gruyter Mouton.


  Este artigo sobre filosofia/um(a) filósofo(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.