Tito Rúbrio Élio Nepos

político

Tito Rúbrio Élio Nepos (em latim: Titus Rubrius Aelius Nepos) foi um senador romano nomeado cônsul sufecto para o nundínio de setembro a dezembro de 79 com Marco Árrio Flaco[1]. Era filho de Tito Rúbrio Nepos, superintendente dos aquedutos (curator aquarum) em 49.

Tito Rúbrio Élio Nepos
Cônsul do Império Romano
Consulado 79 d.C.

Ver tambémEditar

Cônsul do Império Romano
 
Precedido por:
'Décimo Júnio Nóvio Prisco

com Lúcio Ceiônio Cômodo
com Quinto Corélio Rufo (suf.)
com Lúcio Funisulano Vetoniano (suf.)
com Sexto Vitulásio Nepos (suf.)
com Quinto Articuleio Peto (suf.)

Vespasiano IX
79

com Tito VII
com Domiciano VI (suf.)
com Lúcio Júnio Cesênio Peto (suf.)
com Públio Calvísio Rusão (suf.)
com Tito Rúbrio Élio Nepos (suf.)
com Marco Árrio Flaco (suf.)

Sucedido por:
'Tito VIII

com Domiciano VII
com Aulo Dídio Galo Fabrício Vejento II (suf.)
com Lúcio Élio Pláucio Lamia Eliano (suf.)
com Quinto Aurélio Patumeio Frontão (suf.)
com Caio Mário Marcelo Otávio Públio Clúvio Rufo (suf.)
com Marco Atílio Póstumo Brádua (suf.)
com Quinto Pompeu Trião (suf.)
com Sexto Nerânio Capitão (suf.)
com Lúcio Acílio Estrabão (suf.)
com Marco Tício Frúgio (suf.)
com Tito Vinício Juliano (suf.)


Referências

BibliografiaEditar

  • Der Neue Pauly, Stuttgart 1999, T. 10, c. 1146.