Tito Rutílio Propinquo

Tito Rutílio Propinquo (em latim: Titus Rutilius Propinquus) foi um senador romano nomeado cônsul sufecto para o nundínio de maio a junho de 120 com Caio Quíncio Certo Publício Marcelo[1]. Provavelmente era originário da cidade pisídia de Cremna, onde diversas inscrições de membros de sua família foram recuperadas. "Propinquus" significa "parente próximo". Algumas inscrições mencionam seu nome como sendo Lúcio[2][3].

Tito Rutílio Propinquo
Cônsul do Império Romano
Consulado 120 d.C.

Ver tambémEditar

Cônsul do Império Romano
 
Precedido por:
'Adriano III

com Públio Dasúmio Rústico
com Aulo Platório Nepos (suf.)
com Marco Pácio Silvano Quinto Corédio Galo Gargílio Antigo (suf.)
com Quinto Víbio Galo (suf.)
com Caio Herênio Capela (suf.)
com Lúcio Célio Rufo (suf.)

Lúcio Catílio Severo Juliano Cláudio Regino II
120

com Antonino Pio I
com Caio Quíncio Certo Publício Marcelo (suf.)
com Tito Rutílio Propinquo (suf.)
com Caio Carmínio Galo (suf.)
com Caio Atílio Serrano (suf.)

Sucedido por:
'Marco Ânio Vero II

com Cneu Árrio Áugure
com Marco Herênio Fausto (suf.)
com Quinto Pompônio Marcelo (suf.)
com Tito Pompônio Antistiano Funisulano Vetoniano (suf.)
com Lúcio Pompônio Silvano (suf.)
com Marco Estatório Segundo (suf.)
com Lúcio Semprônio Mérula Auspicato (suf.)


Referências

  1. Werner Eck & Andreas Pangerl, "Ein Consul Suffectus Q. Aburnius in drei fragmentarischen Diplomen", Zeitschrift für Papyrologie und Epigraphik, 185 (2013), pp. 239–247 (Online).
  2. Ronald Syme, Anthony R. Birley. Roman papers. Clarendon Press, 1988. р. 759.
  3. Stephen Mitchell, Sarah Cormack. Cremna in Pisidia: An Ancient City in Peace and in War. Duckworth, 1995. рр. 100, 133.