Abrir menu principal
Tramway d'Île-de-France
Paris-tramway-brancion.jpg
Informações
Local Ilha de França
Tipo de transporte tramway
Número de linhas 9
Número de estações 181
Website www.ratp.fr
Funcionamento
Início de funcionamento 1855 (antigo) 1992 (atual)
Operadora(s) Régie Autonome des Transports Parisiens / Société nationale des chemins de fer français
Dados técnicos
Extensão do sistema 103.8
Bitola 1435 mm
Mapa da Rede

Île-de-France - plan des tramways.png

Tramway d'Île-de-France (Tramway da Ilha de França) é um sistema de tramway composto por nove linhas. Cinco foram criadas a partir do zero em vias urbanas, e duas decorrentes da modernização das linhas ferroviárias subutilizadas.

HistóriaEditar

Além do metrô e da rede de ônibus, Paris e a região possuíam uma extensa rede de tramways que funcionaram entre 1855 e 1938 em Paris e até 1957 em Versalhes. Face ao congestionamento crônico causado por automóveis, uma nova política de transportes orientada para o transporte público foi posta em prática durante a década de 1970, incluindo o retorno do bonde. A primeira linha no subúrbio parisiense renasceu em 1992 entre Saint-Denis e Bobigny, no departamento de Seine-Saint-Denis. Uma segunda linha aparece em 1997, nascida da conversão da ligne des Coteaux nos Altos do Sena. Duas outras são abertas em 2006, uma marcando a volta do tramway em Paris, que será estendida e dividida em duas em 2012, e uma linha de bonde (embora percorrida exclusivamente por material tram-trem), em Seine-Saint-Denis. Desde então, várias linhas adicionais estão planejadas anunciando um forte desenvolvimento deste modo de transporte durante a década de 2010. Duas linhas abertas em 2013, onde uma que marca a chegada do tramway com pneus em Paris. Paralelamente, devido aos altos custos de criação de novas linhas de bonde, a região Ilha de França favorece o desenvolvimento de linhas de bus à haut niveau de service (BHNS).

LinhasEditar

Em 2016, há nove linhas de bonde que operam na Ilha de França, todas localizados na periferia da cidade de Paris ou no subúrbio de Paris. Cada linha permanece isolada até agora, e cada uma tem seu próprio pátio e seu material específico, por vezes incompatíveis com as outras linhas[1]. Com exceção da linha T4, operada pela SNCF, todas as outras linhas de tramways são operadas pela RATP.

Linhas em construçãoEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. Os trens Citadis 402 das linhas T3a e T3b, com largura de 2.65 m, são muito largos para as linhas T1 e T2, as linhas previstas para um material de 2,30 m. A infraestrutura e os trens Translohr STE 3 da linha T5 são totalmente incompatíveis com os das outras linhas devido a um modo de rolamento inédito na região parisiense: rolamento pneumático.

Ligações externasEditar