Abrir menu principal

Wikipédia β

Trinta moedas de prata

Judas recebendo trinta moedas de prata pela traição de Jesus, obra deMattia Preti, c. 1640.

Trinta moedas de prata foi o preço pelo qual Judas Iscariotes traiu Jesus, de acordo com uma citação de Livro de Mateus no Novo Testamento.[1] Antes da Última Ceia, Judas disse ter ido aos chefes dos sacerdotes e concordou em entregar Jesus em troca de 30 moedas de prata, tendo depois devolvido o dinheiro arrependido de seu ato.

O Evangelho de Mateus afirma que esta é a realização, por Jesus, de uma profecia de Jeremias. Não há nenhuma menção no Livro de Jeremias que corresponda a este montante e que aparece novamente em uma história do Livro de Zacarias[2]que descreve o pagamento de trinta moedas de prata.[3] Aprofundando-se mais em estudos sobre essa afirmação, podemos verificar que os livros do antigo testamento eram divididos em três partes: o Pentateuco, o livro dos Profetas (que levava o nome de Jeremias) e Salmos. A partir daí, e de uma visão mais aprofundada sobre esse período, consegue-se obter o entendimento real dessa passagem biblíca.

Referências

  1. «e lhes disse: Que me quereis dar e eu vo-lo entregarei? Eles lhe pesaram trinta moedas de prata.» (Mateus 26:15)
  2. Zacarias 11:12-13
  3. Vincent P. Branick, Understanding the New Testament and Its Message, (Paulist Press, 1998), pp. 126–128.

Veja tambémEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Trinta moedas de prata
  Este artigo sobre a Bíblia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.