Tyler Burge

filósofo norte-americano

Tyler Burge (nascido em 1946) é um filósofo bastante discutido por causa do seu anti-individualismo, ou externalismo. Ele também apresentou contribuições sobre a teoria dos nomes próprios e novas interpretações da obra de Gottlob Frege.

Tyler Burge
Nascimento 1 de janeiro de 1946 (78 anos)
Atlanta
Cidadania Estados Unidos
Alma mater
Ocupação filósofo, professor universitário
Prêmios
Empregador(a) Universidade da Califórnia em Los Angeles

Em oposição à certas teorias descritivistas dos nomes, Saul Kripke apresenta uma teoria—ou como ele prefere dizer, uma "imagem" (picture) -- segundo a qual nomes referem-se diretamente aos nomeados (por defender essa tese, Kripke é considerado um dos advogados da teoria da referência direta). Burge, todavia, não aceita tal concepção de Kripke. Para ele, nomes 'desempenham o papel lógico de um predicado' (cf. "Reference and Proper Names", Philosophical Review (1973), 81:208-28) . A análise de um nome próprio como 'Júlio César' é 'o Júlio César', ou 'este Júlio César', por oposição a 'aquele Júlio César'.

Em "The Predicate View of Proper Names" (cf. Preyer, G. and Peter, G. (eds.), Logical Form and Language, New York: Clarendon Press, 2002) Reinaldo Elugardo argumenta que a posição de Burge, embora pareça surpreendente, merece, todavia, um exame mais cuidadoso por parte dos seus críticos. Em particular, Elugardo defende a tese de que os usos predicativos dos nomes não são parasitários dos seus eventuais usos referenciais. (A distinção entre usos refenciais e usos atributivos de certas expressões, em especial, descrições definidas, remonta pelo menos aos trabalhos de Keith Donnellan, em suas críticas à teoria das descrições definidas de Bertrand Russell.)

Referências

Bibliografia

editar

Livros

editar

Artigos selecionados

editar
  • 1977. "Belief De Re". The Journal of Philosophy, Vol. 74, No. 6, pp. 338–362.
  • 1979. "Sinning against Frege". The Philosophical Review, Vol. 88, No. 3, pp. 398–432.
  • 1979. "Individualism and the Mental". Midwest Studies in Philosophy 4: 73–121.
  • 1982. "Other Bodies". In Woodfield, Andrew, ed., Thought and Object. New York: Oxford.
  • 1986. "Individualism and Psychology." Philosophical Review 45: 3-45.
  • 1986. "Frege on Truth". in Haaparanta & Hintikka (1986).
  • 1986. "Intellectual Norms and Foundations of Mind". The Journal of Philosophy, Vol. 83, No. 12, pp.  697–720.
  • 1988. "Individualism and Self-Knowledge". The Journal of Philosophy 85: 649–663.
  • 1989. "Individuation and Causation in Psychology". Pacific Philosophical Quarterly 70: 303–322.
  • 1990. "Frege on Sense and Linguistic Meaning". in Bell & Cooper (1990).
  • 1992. "Frege on Knowing the Third Realm". Mind, Vol. 101, pp. 633–650.12, pp.  697–720.
  • 1993. "Content Preservation". The Philosophical Review, Vol. 102, No. 4, pp. 457–488.
  • 1996. "Our Entitlement to Self-Knowledge". Proceedings of the Aristotelian Society, New Series, Vol. 96 (1996), pp. 91–116.
  • 2003. "Reply to Loar". In Hahn and Ramberg (1991).
  • 2003. "Perceptual Entitlement". Philosophy and Phenomenological Research, Vol. 67, pp. 503–548.
  • 2003. "Memory and Persons". The Philosophical Review, Vol. 112, No. 3, pp. 289–337.