Valston Hancock
Nascimento 31 de maio de 1907
Perth
Morte 29 de setembro de 1998 (91 anos)
Cidadania Austrália
Alma mater Real Colégio Militar
Ocupação aviador
Prêmios Cavaleiro Comandante da Ordem do Império Britânico, Companheiro da Ordem do Banho

Sir Valston Eldridge (Val) Hancock (31 de Maio de 190729 de Setembro de 1998) foi um oficial da Real Força Aérea Australiana (RAAF). Serviu como Air Marshal[1] de 1961 até 1965.[2] Após se graduar no Royal Military College,[3] em Duntroon, Hancock foi transferido para a RAAF em 1929, tornando-se qualificado para piloto. O seu historial administrativo em Duntroon fez com que ele desempenha-se desde cedo funções de administração e chefia. Foi Vice-Diretor de Operações e Inteligência no quartel-general da RAAF entre 1931 e 1935, e Director de Trabalhos e Construções de 1937 a 1939. Durante os primeiros anos da Segunda Guerra Mundial, comandou a No. 1 Bombing and Gunnery School. Eventualmente Hancock viu-se envolvido em acção, na campanha de Aitape-Wewak, na Guerra do Pacifico em 1945. Pilotando bombardeiros leves Bristol Beaufort, ele liderou o No. 100 Squadron e a No. 71 Wing. Os seus actos fizeram com que fosse condecorado com a Distinguished Flying Cross.[4]

Depois da guerra, Hancock tornou-se no primeiro comandante da RAAF College. Subsequente, foi Deputy Chief of the Air Staff de 1951 a 1953, Air Member for Personnel entre 1953 e 1955 e Air Officer Commanding (AOC) No. 224 Group RAF na Malásia, responsável por todas as forças aéreas da Commonwealth naquela região, de de 1957 a 1959. AOC RAAF Operational Command foi a sua função de 1959 a 1961, antes de ser promovido a Air Marshal e iniciar funções como o comandante máximo da força aérea. Foi ordenado cavaleiro em 1962. Como comandante da força aérea, Hancock iniciou o re-desenvolvimento da Base Aérea de Learmonth da RAAF, no noroeste da Austrália, como parte de uma cadeia de bases aéreas para defenderem o continente. Também avaliou potenciais substitutos para o bombardeiro English Electric Canberra, acabando por seleccionar a aeronave americana General Dynamics F-111. Depois de reformar e sair das forças armadas em Maio de 1965, Hancock foi co-fundador da Associação de Defesa Australiana.[5] Morreu em 1998, com 91 anos, com mais de 3 500 horas de voo e tendo voado em mais de 40 aeronaves diferentes.[6]

Referências

  1. «Honours and Awards: Valston Eldridge Hancock | Australian War Memorial». www.awm.gov.au. Consultado em 3 de janeiro de 2016 
  2. «Former Chiefs of the Air Force - Royal Australian Air Force». www.airforce.gov.au. Consultado em 3 de janeiro de 2016 
  3. «Hancock, Air Marshal Sir Valston Eldridge - Oxford Reference». doi:10.1093/acref/9780195517842.001.0001/acref-9780195517842-e-549 
  4. «Obituary - Sir Valston Eldridge (Val) Hancock - Obituaries Australia». oa.anu.edu.au. Consultado em 3 de janeiro de 2016 
  5. «Australia Defence Association - ADA history». ada.asn.au. Consultado em 3 de janeiro de 2016 
  6. «Hancock's last half-hour or so». ACT. The Canberra Times. 1 páginas. 27 de maio de 1965