Victor Louis

arquiteto francês
Victor Louis
Nascimento 10 de maio de 1731
Paris
Morte 2 de julho de 1800 (69 anos)
Paris
Cidadania França
Cônjuge Marie Emmanuelle Bayon Louis
Alma mater Academia Real de Arquitetura
Ocupação arquiteto
Prêmios Prix de Rome
Obras destacadas Château du Bouilh, Comédie-Française

Victor Louis, (nascido Nicolas Louis, Paris, 10 de maio de 1731 — Paris, 2 de julho de 1800) foi um arquiteto francês do neoclassicismo do século XVIII.

BiografiaEditar

Em Itália conquista o Prix de Rome de 1755, organizado pela Academia Francesa. Enquanto em Roma (1756-1759), Louis desentende-se com o diretor da Academia, Charles Joseph Natoire, e este pequeno passo em falso resulta na sua consequente exclusão da Academia de Arquitetura e da participação em construções de projetos reais. Retornado a França, o seu primeiro e importante trabalho, destinada a tornar-se na sua verdadeira obra-prima, foi o Grande Teatro de Bordeaux, construído entre 1773 e 1780. Com a sua impressionante colunata de 12 enormes colunas coríntias e o seu elegante vestíbulo neoclássico e escadaria simétrica iluminada por uma cúpula de vidro, este edifício tornou-se o modelo de subsequentes construções de teatros franceses e foi o protótipo para a Palais Garnier de Charles Garnier, em Paris.[1] Entre finais de 1786 e 1789, construiu o Castelo de Bouilh.

Referências

  1. «Victor Louis» (em inglês). Encyclopædia Britannica. Consultado em 12 de maio de 2015 

BibliografiaEditar

  • R. Middleton, D. Watkin, Architettura dell'Ottocento, Martellago (Venezia), Electa, 2001.
  • N. Pevsner, J. Fleming, H. Honour, Dizionario di architettura, Torino, Einaudi, 1981.