Victor Louis

arquiteto francês

Victor Louis, (nascido Nicolas Louis, Paris, 10 de maio de 1731 — Paris, 2 de julho de 1800) foi um arquiteto francês do neoclassicismo do século XVIII.

Victor Louis
Nascimento 10 de maio de 1731
Paris
Morte 2 de julho de 1800 (69 anos)
Paris
Cidadania França
Cônjuge Marie Emmanuelle Bayon Louis
Alma mater
Ocupação arquiteto
Prêmios
Obras destacadas Château de Filières, Château du Prada, Castelo de Bouilh, Comédie-Française

BiografiaEditar

Em Itália conquista o Prix de Rome de 1755, organizado pela Academia Francesa. Enquanto em Roma (1756-1759), Louis desentende-se com o diretor da Academia, Charles Joseph Natoire, e este pequeno passo em falso resulta na sua consequente exclusão da Academia de Arquitetura e da participação em construções de projetos reais. Retornado a França, o seu primeiro e importante trabalho, destinada a tornar-se na sua verdadeira obra-prima, foi o Grande Teatro de Bordeaux, construído entre 1773 e 1780. Com a sua impressionante colunata de 12 enormes colunas coríntias e o seu elegante vestíbulo neoclássico e escadaria simétrica iluminada por uma cúpula de vidro, este edifício tornou-se o modelo de subsequentes construções de teatros franceses e foi o protótipo para a Palais Garnier de Charles Garnier, em Paris.[1] Entre finais de 1786 e 1789, construiu o Castelo de Bouilh.

GaleriaEditar

Referências

  1. «Victor Louis» (em inglês). Encyclopædia Britannica. Consultado em 12 de maio de 2015 

BibliografiaEditar

  • R. Middleton, D. Watkin, Architettura dell'Ottocento, Martellago (Venezia), Electa, 2001.
  • N. Pevsner, J. Fleming, H. Honour, Dizionario di architettura, Torino, Einaudi, 1981.