Abrir menu principal
Vitório Pavanello, S.D.B.
Arcebispo da Igreja Católica
Arcebispo-emérito de Campo Grande
Hierarquia
Papa Francisco
Atividade Eclesiástica
Congregação Salesianos
Diocese Arquidiocese de Campo Grande
Nomeação 12 de dezembro de 1986
Predecessor Dom Antônio Barbosa, S.D.B.
Sucessor Dom Dimas Lara Barbosa
Mandato 1986 - 2011
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 31 de julho de 1966
São Paulo
Nomeação episcopal 26 de novembro de 1981
Ordenação episcopal 31 de janeiro de 1982
por Dom Antônio Barbosa
Lema episcopal PRO OVIBUS MEIS
A vida por minhas ovelhas
Nomeado arcebispo 26 de novembro de 1984
Brasão arquiepiscopal
Template-Metropolitan Archbishop.svg
Dados pessoais
Nascimento Presidente Getúlio
20 de janeiro de 1936 (83 anos)
Nacionalidade brasileiro
Progenitores Mãe: Filomena Pavanello
Pai: Luiz Pavanello
Funções exercidas - Bispo de Corumbá (1982-1984)
- Arcebispo-coadjutor de Campo Grande (1984-1986)
dados em catholic-hierarchy.org
Arcebispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Dom Vitório Pavanello, SDB (Presidente Getúlio, 20 de janeiro de 1936) é um bispo católico brasileiro. Foi bispo de Corumbá e atualmente é arcebispo emérito de Campo Grande.

Índice

BiografiaEditar

Dom Vitório Pavanello é o sexto filho do casal Liuz e Filomena Pavanello, de uma prole de nove filhos. Com oito anos começou a estudar na escola rural, dividindo o tempo entre os estudos e o trabalho na roça com seus pais e irmãos mais velhos.

Em 27 de fevereiro de 1949 ingressou no seminário de Ascurra, em Santa Catarina. Bacharel em Letras Anglo-Germânicas, estudou Filosofia na Faculdade Salesiana de Filosofia, Ciências e Letras, em Lorena entre 1957 e 1959 e, depois, Teologia no Instituto Teológico Pio XI, em São Paulo, entre 1963 e 1966.

Sacerdócio e episcopadoEditar

Foi ordenado padre em 31 de julho de 1966, na cidade de São Paulo. Em 31 de janeiro de 1982 foi sagrado bispo de Corumbá, sendo consagrado pelo arcebispo Dom Antônio Barbosa. Em 26 de novembro de 1984 foi nomeado arcebispo-coadjutor de Campo Grande, sendo que em 12 de dezembro de 1986 assume a arquidiocese de Campo Grande, após a renúncia de Dom Antônio Barbosa.

Foi também Presidente do Regional Extremo-Oeste (1983-1988), delegado da Conferência de Santo Domingo e delegado à assembléia especial do Sínodo dos Bispos para a América por nomeação do Papa João Paulo II (1997).

No dia 4 de maio de 2011 o Papa Bento XVI aceitou o seu pedido de renúncia por limite de idade[1].

Referências

Ligações externasEditar