Vitorino de Pettau

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Vitorino (desambiguação).

Vitorino de Pettau (em latim: Victorinus Petavionensis) foi um escritor eclesiástico primitivo muito famoso por volta do ano de 270 e que foi martirizado durante as perseguições do imperador Diocleciano. Um bispo de Petóvio (em esloveno: Ptuj; em alemão: Pettau) na Panônia e também chamado de Victorino de Ptuj ou Victorino de Pettau em fontes mais antigas.[1]

São Vitorino de Pettau
São Vitorino de Pettau
Bispo e Mártir
Nascimento Talvez na Grécia 
Desconhecida
Morte Petóvio (ou Pettau, atual Ptuj
c. 303 ou 304
Veneração por Igreja Católica
Igreja Ortodoxa
Festa litúrgica 2 de Novembro
Atribuições Palmas, Vestes episcopais
Gloriole.svg Portal dos Santos

Vida e obrasEditar

Nascido provavelmente na Grécia, nos confins do Império Romano ou em Petóvio, que tinha uma população bastante heterogênea em função de sua característica militar. Vitório falava grego melhor que latim, o que explicaria por que, na opinião de Jerônimo, seus trabalhos escritos em latim serem mais importantes pelo conteúdo que pelo estilo em De Viris Illustribus, capítulo 74[2]. Ele foi o primeiro teólogo a usar latim em sua exegese e um dos primeiros padres da Igreja a condenar os pré-milenaristas.

Suas obras foram listadas entre os livros apócrifos no decreto - posteriormente atribuído ao bispo de Roma Gelásio - que os excluiu e anatemizou juntamente com o de muitos padres do cristianismo primitivo mais antigo, o Decretum Gelasianum. Isso significa dizer que suas obras não estão livres de erros [3]. Na linha oposta, Jerônimo o honra colocando-o numa lista de diversos outros escritores veneráveis[2]. Ainda segundo ele, Vitório compôs comentários sobre vários livros da Bíblia, além de tratados combatendo as heresias de seu tempo[1].

Todos os seus trabalhos desapareceram, exceto seu comentário sobre o Apocalipse e um pequeno tratado sobre "A construção do mundo" (De fabrica mundi). Muitos estudiosos concordam que estes textos são realmente autênticas obras dele[1]. A edição de Jacques Paul Migne em Patrologia Latina (livro V, 301-44 de 1844) não deve mais ser considerada como confiável desde a descoberta de um importante códice por Haussleiter (editado no Corpus Scriptorum Ecclesiasticorum Latinorum - CSEL - 49, 1916) e atualizado para a obra-referência atual de M. Dulaey (SCh 421 - 1997).

Comentário sobre o ApocalipseEditar

Por meio de uma visão geral muito breve, em seu Comentário sobre o Apocalipse, Vitorino entendeu as sete igrejas abordadas no Livro do Apocalipse como representantes de sete tipos de cristãos, e os sete selos do Apocalipse 5-8 como uma profecia da dissipação do Evangelho pelo mundo. Ele diz que a segunda vinda de Cristo e o Apocalipse subsequente seriam prenunciados por guerras, fome e perseguição à Igreja. O cavaleiro coroado dos quatro cavaleiros, que está sentado no cavalo branco (Apocalipse 6:1-8), é visto por Vitorino como a Igreja avançando em seu triunfo sobre o paganismo, enquanto os cavalos vermelhos, pretos e amarelos são compreendidos como representações das guerras, fomes e destruições aparentes no tempo do Anticristo. O dragão vermelho de sete cabeças de Apocalipse 12 é interpretado como o Império Romano, que por si só traz o Anticristo no fim dos tempos. O Anticristo aparece na grande batalha no céu e é expulso para a terra onde ele domina após os três anos e meio de pregação do profeta Elias. Elias e Jeremias são considerados o primeiro e o segundo anjos mencionados em Apocalipse 14, e anteciparam o tempo antes da segunda vinda de Cristo. A besta leopardo em Apocalipse 13 é então interpretada como o reino do Anticristo.[4]

Referências

  1. a b c   "St. Victorinus" na edição de 1913 da Enciclopédia Católica (em inglês). Em domínio público.
  2. a b   "De Viris Illustribus - Victorinus the bishop", em inglês.
  3. «Decretum Gelasianum» (em inglês). Consultado em 10 de setembro de 2010 
  4. Fowler, Kimberley (29 de setembro de 2017). «Victorinus of Pettau, Commentary on the Apocalypse of the Blessed John XVII.1-16». www.judaism-and-rome.org (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2021 

BibliografiaEditar

Obras completas de Vitório de Pettau:

Ligações externasEditar