Vladimir Fortov

Vladimir Fortov
Nascimento 23 de janeiro de 1946
Noguinsk, República Socialista Federativa Soviética da Rússia, União Soviética
Morte 29 de novembro de 2020 (74 anos)
Moscou, Rússia
Cidadania União Soviética, Rússia
Alma mater Instituto de Física e Tecnologia de Moscou
Ocupação físico
Prêmios Prêmio Estatal da URSS, Ordem de Honra, Terceiro grau da Ordem ao Mérito pela Pátria, Quarto grau da Ordem ao Mérito pela Pátria, Ordem da Bandeira Vermelha do Trabalho, Ordem da Amizade, Medalha em Comemoração aos 850 Anos de Moscou, Prêmio Hannes Alfvén, Legião de Honra, Cruz de Oficial da Ordem do Mérito da República Federal da Alemanha, Ordem "Por Mérito à Pátria", Classe II, Membro da Sociedade Americana de Física, Prêmio Demidov, Prêmio do Governo da Federação Russa no Campo da Ciência e Tecnologia, Membro da Academia Real de Engenharia, Ordem ao Mérito pela Pátria de 1.ª classe, Prêmio Estatal da Federação Russa, Certificado de Mérito da Federação

Vladimir Yevgenyevich Fortov (em russo: Владимир Евгеньевич Фортов; Noguinsk, Oblast de Moscou, 23 de janeiro de 1946Moscou, 29 de novembro de 2020) foi um físico russo, membro da Academia de Ciências da Rússia, eleito em 29 de maio de 2013 seu presidente.[1] Em 22 de março de 2017 renunciou ao cargo de presidente.

Fortov estudou física no Instituto de Física e Tecnologia de Moscou, onde graduou-se em 1968. Obteve em 1971 o grau de Candidato de Ciências e em 1966 o grau de Doktor nauk. Foi desde 1982 professor da mesma universidade. Entre 1971 e 1986 trabalhou no Institute of Chemical Physics em Chernogolovka.[2]

De acordo com a lei, o presidente da Academia de Ciências da Rússia é formalmente apontado pelo Presidente da federação Russa. Vladimir Putin, que era na época o presidente da Rússia, somente assinou a indicação de Fortov em 8 de julho de 2013.[3] Eleições para presidente da academia foram marcadas para 20 de março de 2017, e Fortov era um dos três candidatos. Inesperadamente no dia anterior todos os candidatos desistiram de concorrer, e as eleições foram canceladas.[4] Em 22 de março Fortov entregou seu cargo, alegando motivos de saúde, e Valery Kozlov foi apontado presidente.[5][6] As pesquisas de Fortov são relacionadas com termofísica, ondas de choque e física do plasma. Esteve envolvido com aplicações, em particular, para produção de energia.[7]

ReconhecimentosEditar

MorteEditar

Fortov morreu em 29 de novembro de 2020, aos 74 anos, devido à COVID-19.[10]

Referências

  1. Владимир Фортов избран президентом Российской академии наук (em Russian). ITAR-TASS. 29 de maio de 2013. Consultado em 26 de julho de 2018 
  2. Владимир Евгеньевич Фортов (em Russian). Gazeta.ru. Consultado em 26 de julho de 2018 
  3. Президент Путин утвердил Владимира Фортова в должности президента Российской академии наук (em russo). Echo of Moscow. 8 de julho de 2013. Consultado em 26 de julho de 2018 
  4. O. Dobrovidova (27 de março de 2017). «Election chaos at Russian Academy of Sciences» (em inglês). Nature. Consultado em 26 de julho de 2018 
  5. «Валерий Козлов назначен исполняющим обязанности президента РАН» (em russo). Kommersant. 22 de março de 2017. Consultado em 26 de julho de 2018 
  6. «President of Russian Academy of Sciences Relieved of Duties» (em English). Radio Free Europe. 23 de março de 2017. Consultado em 26 de julho de 2018 
  7. Объединенный институт высоких температур РАН (ОИВТ РАН) (em Russian). ОЭММПУ РАН. Consultado em 26 de julho de 2018 
  8. http://tass.ru/nauka/2596526
  9. http://iopscience.iop.org/article/10.1088/0741-3335/45/12A/E02/meta
  10. «Умер заразившийся коронавирусом экс-президент РАН Владимир Фортов» [Ex-presidente da Academia de Ciências da Rússia, Vladimir Fortov, morre de COVID-19] (em russo). rbc.ru. 29 de novembro de 2020. Consultado em 29 de novembro de 2020 

Ligações externasEditar