Waco Aircraft Company

fabricante americana de aeronaves (1919-1947)

A Waco Aircraft Company (WACO) foi uma fabricante de aeronaves localizada em Troy, Ohio, Estados Unidos. Entre 1920 e 1947, a empresa produziu uma ampla gama de biplanos civis.

Waco Aircraft Company
WACO Airplane Company Logo.png
Privada
Atividade Aeronáutica
Fundação 1920; há 101 anos
Fundador(es) Ver texto
Destino Encerrou as atividades
Encerramento 1947 (1947)
Sede Troy, Ohio
Área(s) servida(s) Mundo
Produtos Aviões

A empresa começou inicialmente com o nome Weaver Aircraft Company of Ohio, mas mudou seu nome para "Waco Aircraft Company" em 1928/29.

Nome da empresaEditar

 
Um Waco GXE (Model 10) de 1928 com motor Curtiss OX-5.
 
Um modelo Advance Aircraft Company/ATO 'Taperwing' de 1929 do Vintage Wings of Canada.

WACO (referindo-se à aeronave) é geralmente pronunciado "wah-co"[1] (a primeira sílaba pronunciada como "água"), não "way-co" como Waco, Texas, cujo nome não tem nenhuma relação.

Várias empresas operavam com o nome "Waco", sendo a primeira empresa a Weaver Aircraft Company, uma empresa fundada por George E. Weaver, Clayton Bruckner e Elwood Junkin em 1920 em Lorain e Medina, Ohio, depois de já terem colaborado por vários anos . Na primavera de 1923, ela se tornou a Advance Aircraft Company em Troy, Ohio, após a saída de Weaver.

Em 1929, foi mudada de Advance Aircraft Company para Waco Aircraft Company.[2] A empresa é freqüentemente confundida com a "Western Aviation Company", o nome de um conglomerado de empresas aeronáuticas em Chicago, Illinois; San Antonio, Texas; e Burbank, Califórnia.

HistóriaEditar

Origens e sucesso inicialEditar

A história da Waco começou em 1919 quando os empresários Clayton J. "Clayt" Brukner e Elwood "Sam" Junkin conheceram os pilotos de "circo voador" Charles "Charley" William Meyers e George "Buck" Weaver. Embora o projeto inicial de hidroaviões tenha sido um fracasso, eles fundaram a empresa Waco em 1920 e se estabeleceram como produtores de aviões robustos e confiáveis que eram populares entre os empresários viajantes, serviços postais e exploradores, especialmente depois que a empresa começou a produzir modelos biplanos de cabine fechada a partir de 1930, além dos biplanos de cabine aberta.[3]

O nome Waco foi extremamente bem representado no registro de aeronaves civis dos EUA entre as guerras, com mais Wacos registrados do que as aeronaves de qualquer outra empresa. Tipos de produção, incluindo biplanos de cabine aberta, biplanos de cabine fechada e sesquiplanos de cabine fechada (conhecidos pela Waco como "Custom Cabins"), bem como vários tipos experimentais.

Na Segunda Guerra MundialEditar

Durante a Segunda Guerra Mundial, a Waco produziu um grande número de planadores militares para a RAF e as Forças Aéreas do Exército dos EUA para operações aerotransportadas, especialmente durante a Invasão da Normandia e a Operação Market Garden. O Waco CG-4 foi o mais numeroso de seus designs de planadores já produzidos.[4] Ao mesmo tempo, a Waco produziu mais de 600 de seus biplanos abertos UPF-7 e 21 biplanos de cabine VKS-7F para o "Civilian Pilot Training Program", que complementou a produção dos estabelecimentos de treinamento militar. 42 modelos de propriedade privada de dezesseis tipos foram colocados em serviço como transportes leves e aeronaves utilitárias com a USAAF sob a designação C-72/UC-72.

Fim das operações normaisEditar

A Waco encerrou suas operações em 1947,[5] tendo sofrido o destino de uma série de companhias de aviação geral quando um boom previsto na aviação após a Segunda Guerra Mundial não se concretizou.[6] O modelo final da Waco contou com um motor Franklin experimental que, com o cancelamento de outros contratos tornou-se tão caro, que o "Aristocraft", que dependia dele, foi cancelado.[5]

ReediçõesEditar

WACOs europeus modernosEditar

A marca Waco foi brevemente reavivada, na década de 1960 e no início da década de 1970 - para um esquema para produzir, montar, remontar ou comercializar uma série de aviões leves italianos e franceses modernos, todos em metal (semimonocoque, cabine fechada, asa-baixa, monomotor) sob licença nos Estados Unidos. O programa era liderado por um "Sr. Berger" e a empresa era conhecida (em 1968) como Waco Aircraft Co., uma subsidiária da Allied Aero Industries, Inc., com sede no Aeroporto de Pottstown-Limerick, em Pottstown, Pensilvânia, com revendedores em Connecticut, Geórgia, Oklahoma, Texas, Califórnia e Ontário, Canadá.[7] Os "WACOs europeus" - em alguns casos substituindo os motores Lycoming originais por motores Franklin menos populares (o Sr. Berger estava envolvido com a Franklin) - deveriam ser fabricados (ou pelo menos montados ou remontados) nos EUA pela "WACO Aircraft Company" em Syracuse, Nova York. Apenas várias dezenas (talvez 65-150) dessas aeronaves de origem europeia foram vendidas como WACOs antes que a morte de Berger encerrasse o programa. Esses aviões incluíam:[8][9][10][11][12][13]

  • WACO Sirrus – um SIAI-Marchetti S.205 italiano renomeado comparável à linha Piper PA-28 Cherokee, um avião de turismo de quatro lugares oferecido com trem de pouso fixo ou retrátil e motores Franklin ou Lycoming de 180 a 220 cavalos de potência.[8][9][11]
  • WACO Vela – um SIAI-Marchetti S.208 italiano, uma versão aprimorada de cinco lugares do Sirrus/S.205, com 260 cavalos de potência, trem de pouso retrátil e asas de fluxo laminar com rebites nivelados - indiscutivelmente na mesma classe que a linha Beech Bonanza. Ele vinha com um piloto automático como equipamento padrão - incomum para aeronaves de sua classe, naquela época - e o primeiro painel indicador de falha em um avião de aviação geral.[8][9][7][10][11]
  • WACO Meteor – um SIAI-Marchetti F.250/SF.260 italiano renomeado, um avião rápido, acrobático, esportivo/treinador/de turismo de três lugares, posteriormente oferecido, por outros, em forma de kit de metal, de metal manufaturado ou de madeira, e como planos para uma aeronave de madeira (como por exemplo, o SF.260 e o Sequoia). Comercializado nos Estados Unidos sob o nome Waco TS-250-3 Meteor, apenas quatro foram enviados para os EUA[8][14][10][13]
  • WACO Minerva – um Morane-Saulnier Minerva ou Rallye francês renomeado, uma aeronave STOL de quatro lugares projetada para uso dentro e fora de pistas de pouso muito pequenas e não aprimoradas, posteriormente produzida pela francesa SOCATA como SOCATA Rallye (apenas 3 WACO Minervas foram entregues).[10][12][13]

Produção modernaEditar

A empresa WACO Classic Aircraft (não relacionada à Waco original) começou a construir seu WACO Classic YMF em 1986, uma versão atualizada com base no projeto original certificado da Waco.[15]

Aviões remanescentesEditar

Existe um grande número de exemplares remanescentes, com a maior coleção única residindo no "Historic Aircraft Restoration Museum" no Dauster Field, Creve Coeur, perto de St Louis, Missouri.[16]

ModelosEditar

Designações por motor (1930–1942)[17]
Letra Motor
A Jacobs L-6MB
B Wright R-540
C Wright R-760
D Wright R-760-E1
E Wright R-760-E2
H Lycoming R-680-E3
I Kinner B-5
J Wright R-975-E1
K Kinner K-5
M Menasco C-4
O Kinner C-5
P Jacobs LA-1
Q Continental A-70
R Warner Scarab
S Pratt & Whitney R-985
U Continental R-670, W-670-K, W-670-6
V Continental W-670-M
W Wright R-975-E3
Y Jacobs L-4MB
Z Jacobs L-5MB

Nota: As designações civis da Waco descrevem a configuração da aeronave. A primeira letra lista o motor usado, a segunda o tipo específico e a terceira a série geral. O sistema de codificação foi alterado em 1929 com várias letras reatribuídas e, posteriormente, com a introdução da série "Custom Cabin", a terceira letra "C" foi inicialmente substituída por "C-S" (de Cabin-Standard) e finalmente "S".[18] O sufixo numérico representa o primeiro ano de produção se for 6 ou mais (6 = 1936), ou um subtipo se 2 ou menos. Assim, o EGC-7 é um modelo com motor Wright R-760-E2 (350 hp (261 kW)), fuselagem biplano de cabine fechada personalizada fabricado pela primeira vez em 1937.[17]

Muitos biplanos de cabine fechada Waco, originalmente vendidos como aeronaves civis, foram convocados para o serviço militar na Segunda Guerra Mundial. As Forças Aéreas do Exército dos Estados Unidos classificaram os seus exemplares, independentemente do tipo, como Waco C-72, com letras de tipo identificando modelos específicos. Outros países usaram outras designações para seus próprios Wacos.

Biplanos e monoplanos de cabine abertaEditar

Waco Cootie
Monoplano biplano/parasol monoposto, 1 produzido e reconstruído
Modelos Waco 4 a 7
Usando muitas peças do Curtiss JN-4 com novos painéis de asa intercambiáveis e alimentado por um Curtiss OX-5 de 90 hp (100 kW).
Waco 8
Primeiro biplano com cabine Waco, alimentado por um Liberty de 200 hp (0 kW) - 1 construído
Waco 9
Primeiro modelo de produção em massa, estrutura de tubo de aço, alimentado por um "OX-5", equipado com flutuadores EDO. Muitos re-motorizados. 270 construídos.
Waco 10
Modelo mais produzido de qualquer aeronave Waco, 1.623 construídos entre 1927 e 1933. Refinamento do Waco 9 com um motor V8 Curtiss OX-5 de 90 hp (100 kW). Redesignado como GXE pela Waco em 1928.
 
Um Waco 10 efetuando passeios de diversão, c.1930.
  • Waco 240: 1 conversão do Waco 10 com motor radial Continental W-670 de 240 hp (0 kW).
  • Waco ASO: Waco 10 variante com motor radial Wright J-5 de 220 hp (0 kW), conhecido como J-5 Straightwing, Waco Sport e Whirlwind Waco. 95 construídos.
  • Waco BSO: Variante do ASO com motor radial Wright J-6-5 de 165 hp (0 kW). 45 construídos.
  • Waco CSO: Variante do ASO com motor radial Wright J-6-7 de 225 hp (0 kW). 59 construídos.
  • Waco DSO: Variante do ASO com motor Hispano-Suiza A/E V8 de 180 hp (0 kW). 62 construídos.
  • Waco HSO: Variante do ASO com motor Packard DR-980 de 225 hp (0 kW). 1 construído.
  • Waco ATO: Variante Taperwing do ASO. 54 construídos.
  • Waco CTO: Variante Taperwing do CSO. 35 construídos.
  • Waco HTO: Modificado do HSO. 1 construído.
  • Waco JTO: Variante com motor Wright J-6-9 300 h.p. 1 construído.
  • Waco JYO: Versão para Marinha dos EUA do JTO para avaliação. 2 construídos.
 
Um JYM mailplane contruído em 1929 da Northwest Airways preservado.
Mailplanes Waco
  • Waco JWM: Avião de correio de asa reta com motor Wright R-975 de 330 hp (0 kW). Derivado do ASO com extensão da fuselagem de 14 ". 2 construído.
  • Waco JYM: Avião de correio de asa trapezoidal com motor radial Wright J-6-9 de 300 hp (0 kW). Derivado do ATO com extensão de fuselagem de 14". 4 construídos para a Northwest Airways
 
Um Waco PBA biplace lado a lado de 1932.
Waco A series
  • Waco IBA: KBA aprimorado, biplano de dois assentos lado a lado com capota opcional e motor Kinner B-5 de 125 hp (100 kW). 3 construídos.
  • Waco KBA: Com motor radial Kinner K-5 de 100 hp (100 kW). 50 construídos.
  • Waco PBA: Variante do IBA com motor radial Jacobs LA-1 de 170 hp (0 kW). 4 construídos.
  • Waco RBA: Variante do IBA com motor radial Warner Scarab de 110 hp (100 kW). 4 construídos.
  • Waco UBA: Variante do IBA com motor radial Continental R-670 de 210 hp (0 kW). 6 construídos.
  • Waco PLA: IBA aprimorado, conhecido como Waco Sportsman, com motor radial Jacobs LA-1 e maior alcance. 4 construídos.
  • Waco ULA: Variante do PLA com motor radial Continental R-670 de 210 hp (0 kW). 1 construído.

Waco D seriesEditar

Waco CHD
Biplano militar multiuso com motor radial Wright J-6-7 Whirlwind de 250 hp.
Waco JHD
Biplano militar multiuso com motor radial Wright J-6-9 Whirlwind de 365 hp. 6 exportados para o Uruguai.
Waco S2HD
Biplano militar multiuso de exportação com motor radial Pratt & Whitney Wasp Junior SB de 450 hp. 1 exportado para Cuba
Waco S3HD
Biplano militar multiuso com motor Pratt & Whitney Wasp Junior TB de 400 hp. 1 construído.
Waco S3HD-A
Variante armada do S3HD, 4 exportada para Cuba.
Waco WHD
Biplano militar multiuso com motor Whirlwind Wright J-6-9 de 420 hp. 5 construídas, incluindo 4 exportadas para a Nicarágua.
Waco CMD
Biplano militar multiuso com motor Wright J-6-7 Whirlwind de 250 hp. Nenhum construído.

Waco F seriesEditar

 
Um Waco UBF de 1932 da Texaco no início da década de 1930.
 
Um modelo YMF-F5C de 2006 da WACO Classic Aircraft na Sun 'n Fun 2006.
 
Um Waco QNF-2.
 
Um Waco RNF.
 
Um Waco YPF na Sun 'n Fun 2006.

Waco CRGEditar

  • Com motor radial Wright R-760 de 240 hp (0 kW), mais tarde um Wright R-760 modificado.
Waco RPT-1
Protótipo de treinador monoplano de cabine aberta de asa baixa, semelhante em conceito ao Fairchild PT-19. 1 construído.

Waco Standard Cabin BiplanesEditar

 
Um biplano Waco UIC standard cabin.
 
Um Waco YKS-6 cabin tourer de 1936.
  • Waco ZKC, Waco ZKC-S e Waco ZKS: Com motor Jacobs L-5 de 285 hp (0 kW). 60 YKC, 22 YKC-S, 65 YKS-6 construídos; Vários ZKS-7 construídos, um convertido para HKS-7 (com um Lycoming R-680-13 de 300 HP em 1947[19]).

Biplanos Waco Custom Cabin (sesquiplanos)Editar

 
Um Waco CUC de 1935 com caine extendida e janelas da série "C" posterior, no Aeroporto Anoka-Blaine perto de Minneapolis, Junho de 2006.
 
Um Waco EQC-6 Custom no Calgary Aerospace Museum em 1996 exibindo a cabine mais longa e envidraçada da série "C" posterior.

Waco S series (1935-1940)Editar

  • Os modelos com cabines padrão em produção foram redesignados com uma letra do tipo S para distingui-los da nova série de cabines personalizadas.

Waco N series (1937–1938)Editar

 
Um Waco ARE em exibição.

Waco E series (1939–1940)Editar

 
Um planador de tropa Waco CG-4A.

PlanadoresEditar

TransportesEditar

Referências

  1. Kobernuss, P.4
  2. «Advance Concern Now Named Waco». McGraw-Hill Publishing Company. Aviation. 26 (24). 2077 páginas. 15 de junho de 1929. Consultado em 14 de dezembro de 2021 
  3. «Reviving the Golden Age of Aviation». WACO Aircraft Company. 14 de março de 2012. Consultado em 14 de dezembro de 2021 
  4. «Waco CG-4 Troop Gliders». Cradle of Aviation Museum. Consultado em 14 de dezembro de 2021 
  5. a b O'Neill, Terry (1964). «The Last Waco». Sport Aviation. Consultado em 14 de dezembro de 2021 – via angelfire.com 
  6. Guillemette, Roger. «WACO Aircraft Corporation». U.S. Centennial of Flight Commission. Consultado em 15 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 6 de outubro de 2006 
  7. a b WACO ad, "Made for you who demand a unique airplane of superb quality," July 1968, Flying Magazine, retrieved February 5, 2017
  8. a b c d "Short history of the project," SIAI Marchetti S205 - S208 Pilots & Owners Association website, retrieved February 5, 2017
  9. a b c van der Veen, Hendrik (Netherlands), "SIAI Marchetti S.205 - S.208 Aircraft," updated February 23, 2015, enthusiasts' site, retrieved February 5, 2017
  10. a b c d Hellman, Judy, "WACO VELA," (pilot report and review), September 1968, Flying Magazine, pp.58 et.seq., retrieved February 5, 2017
  11. a b c "SIAI-MARCHETTI S.205 (WACO 5.220)-S.2018," November 30, 1999, Plane & Pilot Magazine, retrieved February 5, 2017
  12. a b "SOCATA 'RALLYE'-WACO 'MINERVA'," November 30, 1999, Plane & Pilot Magazine, retrieved February 5, 2017
  13. a b c Davissson, Budd, "WACO METEOR/S.F. 260: And still Champeen," (Marchetti S.F.260 Pilot Report) September, 1977, Air Progress Magazine, retrieved February 5, 2017 from author's personal website, Airbum.com
  14. van der Veen, Hendrik (Netherlands), "SF_260 information from the Netherlands,", updated December 31, 2007, enthusiasts' site, retrieved February 5, 2017
  15. http://www.wacoclassic.com/about.html Waco Classic Aircraft Co. About Page
  16. Donner, Brad http://www.fairchild24.com/museum.htm Historic Aircraft Restoration Museum - List of Aircraft
  17. a b Johnsson, Lennart; Brandly, Ray; Wilhelm, Jack. «That Waco Coding System». Aerofiles. Consultado em 2 de julho de 2021 
  18. http://aerofiles.com/wacodata.html Aerofiles 'That Waco Coding System'
  19. Aircraft N50662 Data, Airport-Data.com, December 11, 2011

BibliografiaEditar

  • Juptner, Joseph P. (1962). U.S. Civil Aircraft Vol. 1. Los Angeles, CA: Aero Publishers, Inc. LCCN 62-15967 
  • Balmer, Joseph; Davis, Ken (1996). Mrs. WACO – The Early Days of the WACO Aircraft Company as told by one who lived it! Hattie Meyers Weaver Junkin. unk.: Little Otter Productions. ISBN 978-1888282047 
  • Balmer, Joseph; Davis, Ken (1992). There Goes a WACO. unk.: Little Otter Productions. ISBN 978-0925436085 
  • Brandley, Raymond H. (1979). Ask Any Pilot - The authentic history of Waco airplanes and the biographies of the founders, Clayton J. Brukner and Elwood J. "Sam" Junkin. [S.l.]: R. H. Brandly. ISBN 978-0960273409 
  • Brandly, Raymond H. (1986). Waco Aircraft Production 1923-1942 2nd ed. Troy, Ohio: Waco Aircraft Co. ISBN 978-0-9602734-5-4 
  • Brandley, Raymond H. (1981). Waco Airplanes - The Versatile Cabin Series. [S.l.]: R.H. Brandly. ISBN 0-9602734-2-5 
  • Juptner, Joseph (1977). U.S. Civil Aircraft. 7. [S.l.]: Aero Publishers, Inc. pp. 97–100. ISBN 978-0816891740 
  • Kobernuss, Fred O. (1992). Waco – Symbol of Courage and Excellence, Volume 1. Terre Haute, IN: Sunshine House, Inc. ISBN 0-943691-07-9 
  • Kobernuss, Fred O. (1999). Waco – Symbol of Courage and Excellence, Volume 2. Destin, FL: Mystic Bay Publishers. ISBN 1-887961-01-1 
  • Simpson, Rod; Trask, Charles (2000). Waco – Images of Aviation. [S.l.]: Tempus Pub Ltd. ISBN 978-0752417677 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Waco Aircraft Company