Wikipédia:Esplanada/propostas/Extinção do GAB (14fev2016)

Olá. Eu proponho a extinção do Grupo de aprovação (GAB), um grupo burocrático que muitas vezes mais atrapalha do que ajuda. De seus cinco membros atuais, três não participam do processo de aprovação de robôs ou semi-robôs há mais de um ano. Os outros dois são burocratas. Portanto, faço três propostas:

  • 1: O GAB passará a ser extinto e suas atribuições serão dadas aos burocratas;
  • 2: Se a proposta acima não obtiver consenso, que o grupo acima permaneça "atuando", mas que passe a compartilhar suas atribuições com os burocratas;
  • 3: Que os administradores também passem a responder aos pedidos de AWB e Huggle.

Sem dúvidas que, com a extinção do GAB ou o compartilhamento das funções com os burocratas/administradores, pedidos como para o Huggle ou AWB não serão mais respondidos depois de anos, como já ocorreu algumas vezes. Érico (msg) 14h50min de 14 de fevereiro de 2016 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo, pela minha experiência tem sido um grupo que atrapalha mais do que resolve, e não vejo qualquer necessidade na sua manutenção.--- Darwin Ahoy! 15h37min de 14 de fevereiro de 2016 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo com a extinção, mas quem irá fazer a aprovação dos pedidos? E onde será feito os pedidos? Vitor MazucoMsg 15h52min de 14 de fevereiro de 2016 (UTC)
@Vitor Mazuco: Não pensei em mudar o modo como são feitos os pedidos. No entanto, não me oponho se os pedidos de AWB e Huggle passarem a ser feitos em uma única página (como no caso dos autorrevisores e reversores). Érico (msg) 16h10min de 14 de fevereiro de 2016 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo com todos os pontos da proposta. Grupo basicamente inativo e desnecessário, além de que, os poucos membros que ainda atuam, são também burocratas. RadiX 16h04min de 14 de fevereiro de 2016 (UTC)
@Érico: eu gosto do formato atual, pois preserva o histórico das páginas. Também concordo com a proposta de atribuir aos adms a avaliação desses pedidos, uma vez que eles são automaticamente aprovados a utilizar a ferramenta e, portanto, devem conhecer suas regras de uso. Faz mais sentido e certamente agilizará o processo. RadiX 16h17min de 14 de fevereiro de 2016 (UTC)
Administradores são "automaticamente aprovados a utilizar" o que?Helder 16h44min de 14 de fevereiro de 2016 (UTC)
O AWB e o Huggle. Érico (msg) 16h48min de 14 de fevereiro de 2016 (UTC)
Membros atuais: Alchimista, Beria, Castelobranco, Danilo.mac e Diego Queiroz. Helder 16h44min de 14 de fevereiro de 2016 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo. Já faz tempo que aquilo não funciona. Biólogo 32 What? 17h08min de 14 de fevereiro de 2016 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo Subscrevo todos os argumentos acima. Quintal 17h22min de 14 de fevereiro de 2016 (UTC)

Symbol neutral vote.svg Neutro. Eu não sei se os administradores são escolhidos por seus conhecimentos nessa área. Muitos nem conhecem o AWB e isso não precisa ser um problema, mas eles podem não ser capazes de participar dos processos de escolha de novos semirrobôs. Por um lado, podemos dizer que administradores que conhecem o funcionamento dos semirrobôs podem participar do processo, enquanto outros que não tenham saibam ter esse discernimento de que não devem participar. Por outro lado, não acho ruim a existência de um grupo 'ativo' que não necessariamente tenha acesso a alguma ferramenta, mas que tenha sido reconhecido pela comunidade por saber do funcionamento de robôs e semirrobôs e, por isso, possam ajudar no processe de escolha. Na minha opinião, não seria necessário extinguir, pois os que sabem do funcionamento dificilmente deixam de saber, mas concordo em criar regras não muito rígidas de absenteísmo e assegurar que a escolha não seja exclusiva do GAB, especialmente na ocorrência de inatividade de membros.—Teles«fale comigo» 17h31min de 14 de fevereiro de 2016 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo. Existem ainda dezenas de pedidos sem qualquer resposta: Pedidos de operação de semirrobôs a encerrar, Pedidos de operação do AWB, por exemplo. Vanthorn® 17h34min de 14 de fevereiro de 2016 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo Principalmente da distribuição das funções aos administradores, diminuindo o tempo de resposta aos pedidos de aprovação dos semirrobôs. Também não deixo de ressaltar essa colocação do Teles, ela é muito relevante. --Pap@ Christus msg 20h36min de 14 de fevereiro de 2016 (UTC)


O GAB não está a funcionar da melhor forma, concordo plenamente, mas acabar com o grupo é, a meu ver, um retrocesso. A ideia original da sua criação foi juntar quem melhor percebe de robôs, para que os pedidos de bot fossem mais técnicos e menos burocráticos, onde se tentasse apurar se o operador tinha conhecimentos mínimos de como e quando um bot deveria ser operado, o que levou a que houve-se mais rigor, e acima de tudo mais pedagogia, pois em vez dos aprovo / reprovo passou a haver conselhos para melhorar os scripts e as operações do bot, assim como outras explicações técnicas, e lembro que apesar de comentarem essencialmente sobre os pedidos de semi-bot, a extinção do GAB implica igualmente que a aprovação de bots terá de passar para outro grupo.
Sobre o actual sistema de aprovação de semi-bots, pessoalmente nunca me senti confortável, e conforme propus em Wikipédia_Discussão:Robôs/Grupo_de_aprovação#Alteração no método de aprovação de semi-bots, no meu entender um sistema melhor seria algo similar como na aprovação de bots. Em vez de haver um consenso, quem pretende ter permissão para operar um semi-bot deve explicar qual a tarefa que pretende realizar e como, e haver a pedagogia de quem estiver a analisar o pedido explicar como proceder da forma mais eficaz, afinal ninguém nasce ensinado, mas para poder explicar, precisa compreender a ferramenta e saber como usa-la correctamente, algo que se adquire com experiência, isto a manter-se a aprovação sob a alçada do GAB.
Por último, pessoalmente gostaria de ver mais utilizadores envolvidos nestas questões. O GAB trouxe mais discussão aos pedidos de bot e fez com que quem lida-se mais com essa componente passa-se a falar mais. Foi a partir dessas discussões que nasceu o ptwikis e outros scripts, porque no caso dos bots era cada um para seu lado, tal como nos semi-bots acontece neste momento. E a comunidade pode envolver-se, mesmo sem entrar em grandes tecnicismos. Os pedidos em aberto não estão listados em Wikipédia:Semirrobôs/pedidos, logo não apareceram nas páginas vigiadas, há tarefas de manutenção que continuam a ter de ser efetuadas, podem ser feitas propostas para melhorar os processos. Alchimista Fala comigo! 23h54min de 14 de fevereiro de 2016 (UTC)
Alchimista, as duas únicas pessoas que realmente fazem alguma coisa no GAB é você e o Diego. Os outros três estão inativos nesta área há mais de um ano (e até quatro!). Como vocês são burocratas, não vejo problemas em passar a atribuição aos burocratas. O grupo não será extinto, pois, sendo sincero, ele já não funciona mais. Apenas acabará com algo burocrático, a meu ver. De qualquer forma, não me oponho em manter o grupo e compartilhar as atribuições com os burocratas, mas discordo de não fixar uma política mínima de atividade para seus membros. Érico (msg) 00h01min de 15 de fevereiro de 2016 (UTC)
@Érico:, mas os inativos podem ser removidos, ou colocados como inactivos, mas pelo menos fica a existência do grupo permite que não sysops ou não burocratas participem activamente e tomem as decisões. O Rjclaudio fez parte do grupo sem ser sysop ou burocrata, o Diego Queiroz integrou o GAB mesmo antes de ser eliminador, o Danilo.mac pouco mais fazia do que lidar com questões relacionadas com bots, a Béria quando entrou já não era sysop nem buro, ou seja, é muito mais fácil termos quem tenha conhecimentos técnicos para avaliar pedidos técnicos existindo o grupo, mesmo sendo eu e o Diego os únicos activos, sendo simultaneamente burocratas, percebes? Eu pessoalmente não perco nada se o grupo for dissolvido, passando para os burocratas continuo a poder aprovar na mesma, mas o problema é que se fecha uma porta a quem não queira submeter-se a um pedido de sysop ou burocrata para poder aprovar somente bots ou semi-bots. Por isso é que por mim ou os burocratas ou os sysops poderiam igualmente aprovar os semi-bots, assim tinha-mos a hipótese de ter mais gente envolvida, e acima de tudo, facilitar o envolvimento novos utilizadores nos processos de aprovação. Alchimista Fala comigo! 00h30min de 15 de fevereiro de 2016 (UTC)
Mas eu penso que todos que detêm conhecimentos sobre a utilização e o funcionamento de robôs podem (e devem) participar do processo de avaliação. Independentemente de estarem ligados a um "GAB" ou não, de serem burocratas ou não. Esta proposta de extinção do GAB é apenas pró-forma. O grupo está extinto há muito tempo. RadiX 00h48min de 15 de fevereiro de 2016 (UTC)
  • Symbol support vote.svg Concordo. Subscrevo a opinião do RadiX. José Luiz disc 02h00min de 15 de fevereiro de 2016 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo com a proposta inicial do Érico e com os itens 1 e 3. Não faz sentido a existência do GAB. Embora o objetivo dele, conforme dito acima, fosse ser mais técnico e menos burocrático acaba que ele involuntariamente tornasse muito burocrático e (nos casos de semirrobôs) pouco técnico. No meu pedido de acesso ao AWB tive a sorte de o Érico se tornar membro do GAB, caso contrário seria possível que o pedido ficasse na "geladeira". O Rena também tinha feito um pedido que foi encerrado pelo Teles, mas só foi feito depois de um ano e dois meses. O resultado? Aparentemente o Rena desistiu da ferramenta, que é muito útil. Enfim, algo que era para ser menos burocrático se tornou mais burocrático, e algo que era para se tornar mais técnico, hoje, olhando a realidade dos pedidos de semirrobôs, não é quase nada técnico, só é nos pedidos de robôs. --Zoldyick (Discussão) 13h26min de 15 de fevereiro de 2016 (UTC)

Symbol declined.svg Discordo pela posição do Alchimista. Lembro que muitas vezes usuários que detêm conhecimento suficiente para avaliar essas questões podem não cumprir os critérios ou mesmo desejar possuir estatutos. Lembram do primeiro PdA do He7d3r? Por que os burocratas que possuem capacidade e desejo de atuar nessas questões não entram no GAB agora? Chico Venancio (discussão) 23h59min de 15 de fevereiro de 2016 (UTC)

No caso, seria justamente o contrário, conforme já informado acima. Embora apenas burocratas poderiam atribuir o estatuto, todos podem participar. Não há necessidade de existir um grupo que não funciona... há anos. Érico (msg) 00h02min de 16 de fevereiro de 2016 (UTC)
No caso dos semi-bots, a decisão de passar para o GAB começou mal, tirando o rj que chegou a participar. Concordo quando se referem que não funciona em relação as semi-bots, mas em relação aos bots o caso não é o mesmo, e foi para esse efeito que foi criado. E da mesma forma que se diz que todos vão poder participar se passar exclusivamente para os burocratas, aplica-se exactamente o mesmo ao formato actual, todos podem participar neste momento e ajudar a que as coisas passem a funcionar. Alchimista Fala comigo! 08h20min de 16 de fevereiro de 2016 (UTC)

Symbol declined.svg Discordo, nem todos os burocratas tem conhecimentos para saber analisar correctamente um pedido, porque para explicar como proceder no uso da ferramenta, é necessário compreendê-la. Hoje os que participam no grupo são burocratas, mas nos tempos vindouros, outros poderão querer integrá-lo sem o ser, ou simplesmente resignar aos privilégios de burocrata e permanecer no GAB. Seria mais produtivo incentivar nova gente para integrar o grupo do que excluí-lo. Quanto à participação dos administradores nos pedidos do AWB e Huggle, não vejo nenhum inconveniente, uma vez que também eles participam na avaliação e atribuição do estatuto de reversor, cujo direito ao uso está correlacionado. Önni disc 08h51min de 16 de fevereiro de 2016 (UTC)

Não vejo como incentivar "nova gente" a integrar algo que nunca existiu de fato. A meu ver, o que exclui a participação de outros interessados, com conhecimento na área, é a criação de grupos fechados assim. A priori, concordo com a proposta de atuação direta dos burocratas, mas também faço um adendo para que todos com capacidade de avaliar os pormenores técnicos dos pedidos de robôs, indistintamente, possam igualmente atuar, sem que, para este fim, seja necessário criar um "cercadinho" de poderes. O que este projeto precisa é de um sopro de ar fresco. Menos burocracia, e mais iniciativa. RadiX 10h37min de 16 de fevereiro de 2016 (UTC)
RadiX, mas a condição que se propõe a fim de que a participação passe a integrar os burocratas, continuará reduzida um grupo fechado, com mais um senão: é que de todos os burocratas, só os mesmos dois que actualmente integram o grupo de aprovação compreendem e são capazes de proceder eficazmente na avaliação dos pedidos. Önni disc 10h52min de 16 de fevereiro de 2016 (UTC)
Önni, Eu não estou propondo isto. Eu concordo com a inclusão dos burocratas, desde que esta não seja limitante. RadiX 11h09min de 16 de fevereiro de 2016 (UTC)
E eu também compreendo os pedidos e posso avaliá-los, como fazia anteriormente. Parei de atuar após a criação deste grupo fechado. RadiX 11h39min de 16 de fevereiro de 2016 (UTC)
Continuará a ser limitante se as funções do grupo forem atribuídas estritamente aos burocratas; por outro lado, será um grupo aberto se os burocratas também eles o passarem a integrar. A pensar no que há-de vir (um número de interessados mais composto) o espaço deve estar receptivo a novos utilizadores que não burocratas; daí a indispensabilidade de um grupo. Önni disc 11h59min de 16 de fevereiro de 2016 (UTC)
@Önni: Quem tem de avaliar consensos e atribuir a flag são os burocratas, o GAB não tem nada que ver com isso, e a sua existência de modo algum permite que quem não é burocrata faça esse tipo de coisa. O que acontece actualmente é que este grupo é uma espécie de curral ou funil por onde se obrigam todos os processos a passar, sem qualquer lógica e com grande prejuízo do projecto, pois a discussão e o consenso devem ser abertos, e não dependentes de burocracias desnecessárias como, no caso, o processo de aprovação para fazer parte do GAB, o "consenso" (se é que pode ter esse nome) limitado a um número muito reduzido de pessoas, e o tempo absurdo (anos) que os processos ficam aqui empatados por ineficácia desses poucos integrantes do grupo.--- Darwin Ahoy! 12h10min de 16 de fevereiro de 2016 (UTC)

@Darwinius: o consenso de adesão ao curral como lhe chamas, não é muito diferente de qualquer outra nomeação, à exceção de poder ser fechado por qualquer utilizador se o consenso for evidente. Qualquer editor com direito de voto pode participar na nomeação, e qualquer editor pode fechar. No caso dos pedidos de aprovação de bots e depois com a adição dos semi-bots, qualquer pessoa pode participar, nunca esteve vedada a participação de editores externos ao GAB. Alchimista Fala comigo! 12h53min de 16 de fevereiro de 2016 (UTC)

@Alchimista: A questão não é a participação no consenso estar vedada a outros, mas sim a atribuição da flag pelos burocratas estar dependente dum organismo intermédio que não só não adianta nada ao processo, como o atrapalha e empata sobremaneira, o GAB. Quanto a isso não creio que exista defesa possível, pelo que o único caminho lógico é a sua extinção.--- Darwin Ahoy! 12h58min de 16 de fevereiro de 2016 (UTC)
No caso dos bots tem funcionado, os semi-bots são um caso diferente porque foram passados para a alçada do GAB sem se ter certas precauções. Como tinha dito anteriormente, não foram avisados da proposta, eu só posteriormente tive conhecimento, e porque o rj entretanto me avisou. E o problema é que se forem avaliados por consenso, não vejo porque tem de ser o GAB a verificar se há um consenso, isso até os sysops podem fazer como faziam anteriormente. Só faz sentido no meu entender o GAB sozinho ou com os burocratas envolverem-se nesses pedidos se a discussão for mais técnica, como no caso dos bots. Sobre o proceso de flag, na en, têm o en:Wikipedia:Bot Approvals Group, de onde foi inspirado o GAB, onde têm mais gente, é certo, mas também muitos mais pedidos de bot, e mais complexos, e o problema que indicas não se verifica. Alchimista Fala comigo! 13h07min de 16 de fevereiro de 2016 (UTC)
@Alchimista: O "tem funcionado" é muito relativo, no ano passado houve um pedido de bot que levou três meses para ter sequer uma primeira reacção, outro levou mais de um mês, e isto num anedótico total de cinco pedidos. O processo é morosíssimo e desencorajador. Em todo o caso, como eu disse acima, é uma estrutura completamente desnecessária, pois quem pertence ao GAB e participa na aprovação dos pedidos pode perfeitamente continuar a participar, apenas perde a exclusividade da aprovação, que me parece francamente errada e prejudicial. E Deus nos livre de se começar a importar tudo da wiki-en para aqui, este é um projecto muitíssimo mais pequeno com uma mão cheia de editores activos, e um número insignificante de pedidos de bot. Só para se ter uma ideia, no ano passado a wiki-en teve cerca de cento e cinquenta pedidos de bot. Nós tivemos cinco. Não há mesmo nada que justifique a existência de uma camada adicional de pura burocracia, empatando os pedidos durante meses e dando um peso desmesurado à decisão de uma ou duas pessoas que são relativamente activas nesse grupo.--- Darwin Ahoy! 14h20min de 16 de fevereiro de 2016 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário Não me parece que haja uma proposta clara para se lidar com as aprovações de bots após a possível dissolução do GAB. Os Burocratas passariam a realizar a avaliação técnica ou passariam a avaliar o consenso do pedido? Caso a passem a realizar avaliação técnica, devemos passar a cobrar esse conhecimento na candidatura de burocratas? Chico Venancio (discussão) 01h34min de 17 de fevereiro de 2016 (UTC)

Conduziriam os testes e aprovariam, ou aprovariam em função da avaliação de um terceiro capacitado (vide adendo abaixo). A existência deste conhecimento como métrica de avaliação já consta na atual política de burocratas: "Agregar conhecimento geral das políticas e recomendações do projeto, e aprofundado daquelas relacionadas à gestão de privilégios: editores de interface, eliminadores, robôs, administradores e burocratas". RadiX 01h50min de 17 de fevereiro de 2016 (UTC)

Adendo ao item 1Editar

Para que fique clara a minha posição a respeito, trago para apreciação este adendo ao item 1 da proposta original:

Adendo ao item 1 da proposta:

  • Extinção do GAB
  • Burocratas processam e avaliam os pedidos de robôs de acordo com as diretrizes da política respectiva.
  • Quaisquer outros usuários com conhecimento na área também podem auxiliar no processamento dos pedidos, bem como atuar na condução dos testes necessários.

RadiX 12h37min de 16 de fevereiro de 2016 (UTC)

No caso, os burocratas apenas atribuiriam o estatuto de robô (como é feito hoje) e o resto todos poderiam participar. De acordo. Érico (msg) 19h36min de 16 de fevereiro de 2016 (UTC)
Poderiam avaliar e atribuir, ou atribuir em função da avaliação de um terceiro etc. Sem criar limitações fixas. RadiX 00h52min de 17 de fevereiro de 2016 (UTC)
Foi mais ou menos o que eu intencionava dizer. Os burocratas apenas atribuem; os outros (inclusive os burocratas interessados) que participariam da discussão. Enfim, conforme sua proposta. Érico (msg) 03h22min de 17 de fevereiro de 2016 (UTC)
  Concordo com o adendo, é a opção mais lógica e viável para este projecto.--- Darwin Ahoy! 00h29min de 17 de fevereiro de 2016 (UTC)

Não entendo porque neste momento mais pessoas não participam nas discussões sobre robôs (não é proibido nem desencorajado), e duvido que a extinção do GAB vá fazer com que aumente a participação. Ou seja, não se vai resolver o problema apenas extinguindo o grupo. GoEThe (discussão) 10h19min de 18 de fevereiro de 2016 (UTC)

Talvez pelo fato de ser atribuída exclusividade para avaliação e aprovação a este grupo, na atual conjuntura. RadiX 10h28min de 18 de fevereiro de 2016 (UTC)
A minha memória é falha mas acho que os burocratas também podiam encerrar pelo menos algumas destas discussões, ou anteriormente também faziam parte do GAB automaticamente. Mas posso estar errado. De qualquer forma, acho que seria de discutir reestruturar os diferentes pedidos de bot, awb, huggle, etc para simplificar o sistema. Mas pode ficar para outra proposta. GoEThe (discussão) 11h07min de 18 de fevereiro de 2016 (UTC)
Concordo com o GoEThe. O GAB é responsável pela análise e aprovação de pedidos mas obviamente a participação da comunidade é livre. Fosse um espaço restrito como o café dos administradores, até entendia a ideia de exclusividade mas não é o caso. A maioria não participa porque não entende absolutamente nada do assunto. E se a ideia é acelerar os pedidos, que tal participar? OTAVIO1981 (discussão) 11h09min de 18 de fevereiro de 2016 (UTC)
@GoEThe: e @OTAVIO1981: Eu concordo com o RadiX, . Ninguém está a dizer que acabar com o curral/GAB é necessariamente uma receita para o sucesso, mas o facto é que aquilo funcionava como um funil, criando uma dependência absolutamente desnecessária e meramente burocrática da aprovação de um grupo intermédio, bem ao estilo da função pública. O facto é que num projecto tão pequeno como este, esta multiplicação de estruturas é um estorvo bastante significativo. Acresce a isso aquilo que o RadiX sugeriu: É lógico que o facto de se ter afunilado o processo da aprovação de bots para uma espécie de grupinho de elite não oficial, que tinha inclusive uma espécie de eleições próprias tornou bem menos atraente a participação da comunidade. E eu concordo e apoio que se aproveite para simplificar o processo todo, já que estamos com a mão na massa, pois com a extinção do GAB os pedidos de semi-bot terão de ser encaminhados para algum lado, que pode bem já ficar definido qual é. Por mim pode ser como já foi sugerido, uma página simples de aprovação na board dos administradores, para tudo quanto é semi-bot.--- Darwin Ahoy! 11h15min de 18 de fevereiro de 2016 (UTC)
@GoEThe e OTAVIO1981: de nada adianta "participar" na medida em que um grupo possui a prerrogativa de avaliação e aprovação, não sendo vinculativa a opinião da restante comunidade. Daí a minha proposta de abrir as discussões a quaisquer interessados (burocratas e outros usuários com conhecimentos na área), extinguindo esta exclusividade (GAB). RadiX 11h27min de 18 de fevereiro de 2016 (UTC)
Só para ser claro, não estou contra a extinção, estou mais para o neutro, seguindo o Teles. As discussões e o grupo estão abertos a burocratas e outros usuários com conhecimentos na área, mas percebo que deve haver constrangimento em juntarem-se ao GAB, mesmo que n seja o GAB a aprovar os seus próprios membros. Além disso, e corrijam-me se eu estiver errado, mas tb já n há pedidos para o Huggle (disponível automaticamente para reversores), e não há nenhum pedido para AWB aberto, pelo menos listado em Wikipédia:Semirrobôs/pedidos. GoEThe (discussão) 13h03min de 18 de fevereiro de 2016 (UTC)
Citação: GoEThe escreveu: «As discussões e o grupo estão abertos a burocratas e outros usuários com conhecimentos na área, mas percebo que deve haver constrangimento em juntarem-se ao GAB, mesmo que n seja o GAB a aprovar os seus próprios membros.» Acredito que isto seja factível, tendo-se em visto as burocracias envolvidas no ingresso e a própria inatividade dos membros. É uma possibilidade. RadiX 13h07min de 18 de fevereiro de 2016 (UTC)

  Neutro Concordo que o GAB é muito burocrático para a pequena quantidade de pedidos de robôs que temos aqui, quando eu aprovava um robô eu era obrigado a dizer para o operador que o robô dele estava aprovado mas não podia usá-lo, pois eu ainda tinha que pedir a um burocrata para dar a flag, o que sempre achei uma situação muito burocrática. Por outro lado, permitir que um robô seja aprovado sem a análise de quem conhece o funcionamento dos robôs pode deixar passar um erro de programação que vai gerar um erro de edição em centenas ou até milhares de páginas, que dificilmente será percebido pois poucos patrulham edições de robôs com flag. Portanto eu até concordo com a extinção do GAB, desde que os burocratas se certifiquem de que aqueles que comentaram a favor da aprovação do robô são operadores de robô experientes. Quanto aos semirrobôs (em que o operador precisa ver o dif e dar um comando antes de cada edição) eu   Concordo que possam ser aprovados por administradores. Danilo.mac(discussão) 21h52min de 22 de fevereiro de 2016 (UTC)

  Discordo Pode até ser burocrático, mas a demanda de pedidos é tão baixa que não vejo motivo pra mudar. Temos um déficit muito grande de usuários com conhecimentos técnicos avançados nas ferramentas wiki, API, etc. Deixar essas atribuições a cargo de um administrador/burocrata faz parecer que que a aprovação de um Bot depende unicamente de questões políticas e de conduta do usuário, mas, na verdade, há aspectos técnicos muito mais relevantes a se considerar. Os membros do GAB são programadores e têm condições de inspecionar código para apontar falhas e até corrigir erros quando necessário. --Diego Queiroz (discussão) 11h57min de 25 de fevereiro de 2016 (UTC)

@Diego Queiroz: Mas uma solução como o Danilo.mac propôs resolveria isso, sem manter a parte burocrática, não acha?--- Darwin Ahoy! 12h25min de 25 de fevereiro de 2016 (UTC)

Adendo ao item 1 da proposta:

  • Extinção do GAB
  • Burocratas processam e avaliam os pedidos de robôs de acordo com as diretrizes da política respectiva.
  • Outros usuários com conhecimento na área também podem auxiliar no processamento dos pedidos, bem como atuar na condução dos testes necessários. Para tanto, é necessário ser um operador de robôs experiente.

Ajustei a proposta de acordo com as considerações do Danilo.mac. RadiX 12h34min de 25 de fevereiro de 2016 (UTC)

  Continuo discordando Dizer que o burocrata deve "certificar-se que foi analisado por um usuário experiente" é vago demais. Quem são os usuários experientes? Como um burocrata vai determinar isso se o GAB não existe? Como um burocrata leigo vai diferenciar os usuários com experiência em programação daqueles que estão ali apenas palpitando? Oras, os usuários experientes são os membros do GAB, e o GAB seleciona seus próprios membros, simples assim. Quer um jeito melhor de identificar eles? Entendo que toda proposta que vise simplificar o processo de aprovação e concessão de privilégios na Wikipédia deve ser considerado mas, honestamente, não entendo o que essa proposta pretende evitar. Se fosse possível, gostaria que apontassem um caso que a existência do GAB causou algum tipo de entrave na aprovação de um Robô/Semirrobô. Talvez tenha alguma discussão que eu tenha perdido... --Diego Queiroz (discussão) 05h06min de 26 de fevereiro de 2016 (UTC)

@Diego Queiroz: em várias. Veja o comentário do Zoldyick acima. Tem algumas que duraram mais de um ano! Ninguém respondeu porque não havia respaldo em nenhuma regra que permitia aos administradores ou burocratas fazerem isso. Érico (fale) 05h10min de 26 de fevereiro de 2016 (UTC)
Ok. Os pedidos de semirrobôs às vezes ficam esquecidos, de fato. Mas não consigo ver como a extinção do GAB mudaria isso, nem acho esse um argumento válido para pedir a extinção dele. Se quiserem afrouxar as rédeas para os semirrobôs, eu concordo (esses pedidos poderiam ser feitos em WP:Pedidos/Outros). E quando falo semirrobôs estou dizendo os pedidos de AWB, porque ninguém faz pedido de Huggle, já que o acesso ao Huggle 3.x é concedido automaticamente com o estatuto de Reversor (só o Huggle 2.x precisa de aprovação e duvido que alguém ainda o use). O GAB é responsável pela aprovação do AWB mas, como ele é lento, quase ninguém usa e, às vezes, acabamos esquecendo de vigiar a página ou de responder os pedidos em um tempo adequado. Mas cabe dizer que é responsabilidade do interessado questionar os membros do GAB e pedir a aprovação do pedido, não? --Diego Queiroz (discussão) 05h28min de 26 de fevereiro de 2016 (UTC)
De fato é, mas esperar um ano? Enfim, respeito a sua opinião, mas eu penso que o grupo atualmente mais atrapalha do que ajuda. Érico (fale) 05h31min de 26 de fevereiro de 2016 (UTC)
  • O fato de a escolha de novos membros ser restrita aos "membros atuais", sob um pretexto tecnicista, equivaleria a restringir o direito de escolha de novos administradores apenas aos atuais administradores, alijando os demais membros da comunidade do processo.
  • Enfim, temos um consenso ao menos para extinguir essa exclusividade de atuação?, liberando outros usuários capacitados e burocratas? Ou será necessário abrir outra proposta? RadiX 12h25min de 15 de abril de 2016 (UTC)

Proposta final (Robôs)Editar

  • Extinguir a exclusividade do GAB
  • Permitir aos burocratas conduzir os testes e avaliar os pedidos de robôs de acordo com as diretrizes da política respectiva.
  • Também permitir a outros usuários com conhecimento na área auxiliar no processamento dos pedidos, atuando na condução dos testes necessários. Para tanto, é necessário ser um operador de robôs experiente.
  • Quando os testes forem conduzidos por um usuário que não pertença ao grupo dos burocratas ou ao GAB, os pedidos devem ser, preferencialmente, avaliados e concluídos por um membro de qualquer um desses dois grupos.

@Érico, Darwinius, Vitor Mazuco, He7d3r, Biologo32, Antero de Quintal, Teles, Vanthorn, Papa Christus, Alchimista, Jbribeiro1, Zoldyick, Chicocvenancio, Önni, GoEThe, OTAVIO1981, Danilo.mac e Diego Queiroz: será que podemos chegar a uma posição consensual a partir da proposta reformulada nesta seção? RadiX 01h40min de 30 de abril de 2016 (UTC)

  Concordo e acrescentaria um prazo permitido de absenteísmo para os membros do GAB. Não precisa ser pouco tempo. Dois anos, a meu ver, são suficientes. Érico (fale) 01h42min de 30 de abril de 2016 (UTC)

  Concordo com a proposta do Randix, e também concordo com a observação deixada pelo Érico. --Zoldyick (Discussão) 02h21min de 30 de abril de 2016 (UTC)

  Concordo com a proposta e com um prazo de absenteísmo menor (1 ano). Vanthorn® 02h31min de 30 de abril de 2016 (UTC)

  Concordo com a Proposta final.  Gato Preto  21h48min de 30 de abril de 2016 (UTC)

  Concordo.—Teles«fale comigo» 03h03min de 1 de maio de 2016 (UTC)

concordo. GoEThe (discussão) 10h31min de 1 de maio de 2016 (UTC) A redação precisa de melhorias. Não é o GAB que conduz testes, por exemplo. GoEThe (discussão) 07h58min de 4 de maio de 2016 (UTC)

  Concordo. José Luiz disc 19h23min de 1 de maio de 2016 (UTC)

  Discordo Não entendi o que se refere a exclusividade do GAB. Pra mim a proposta é puramente extinguir por extinguir. Extinguir porque não gosto/acho que atrapalha. Membros com conhecimentos técnicos que queiram avaliar robôs podem pedir para entrar para o GAB. Ele nunca foi um grupo restrito ou fechado. Também não lembro de algum membro não técnico que tenha solicitado algum teste e ele não tenha sido executado (a verdade é que nenhum usuário técnico solicita testes). Aprovar um robô sem avaliação técnica é um absurdo, independente do prazo que essa avaliação requeira por indisponibilidade de membros. Se vocês querem liberar o AWB, porque o uso dele não é danoso, OK, eu concordo. Mas não confundam semirrobôs com robôs. Um robô descontrolado pode fazer um bom estrago. --Diego Queiroz (discussão) 12h13min de 2 de maio de 2016 (UTC)

Extinguir a exclusividade significa permitir que as avaliações sejam feitas ou por burocratas, ou por membros do GAB, ou por outros usuários com experiência na área, e a aprovação final por burocratas ou membros do GAB. Em momento algum isto significa aprovar robôs "sem avaliação" técnica, pelo que o seu argumento acima não procede. O grupo é, sim, exclusivo e fechado, e já foram apontadas inúmeras situações de morosidade devido à inatividade da maioria dos membros. Não se justifica a exclusividade, nem tal estrutura, para uma wiki com a dimensão da ptwiki. Além disso, os membros iniciais do GAB foram escolhidos pela comunidade, assim como os burocratas, razão pela qual não se pode afirmar categoricamente que uns têm mais experiência do que outros. Sem mencionar a existência de muitos usuários com conhecimento técnico e que não fazem parte de qualquer desses grupos. A reformulação da proposta provocou a adesão de usuários que eram contrários à sua aprovação, pois a oposição devia-se à extinção do grupo, que foi substituída por um termo de não exclusividade. No mais, ninguém está confundindo semirrobôs com robôs, nem é esta a questão. RadiX 13h32min de 2 de maio de 2016 (UTC)
O que é preciso para ser atendido/não esquecido? Vanthorn® 15h11min de 2 de maio de 2016 (UTC)
Como é que é? Executar essas tarefas não é atribuição do GAB, mas do operador do Bot (se é que existe um Bot que faça tarefas como as que são solicitadas na coordenação robótica). O simples levantamento disso como argumento mostra a necessidade da existência dele. Aponte um caso que a existência do GAB causou morosidade na aprovação de um robô (não confunda com semirrobô) e eu mudo minha opinião. Já disse e repito: se querem afrouxar as rédeas para os semirrobôs, eu não me oponho. Mas os "robôs puros", isto é, aqueles que usam Pywikibot ou programação direta via API, exigem avaliação técnica profunda. A existência do GAB é de destacar os usuários que possuem o conhecimento mínimo para realizar tais avaliações. --Diego Queiroz (discussão) 23h29min de 2 de maio de 2016 (UTC)
Pensando em tudo isso, vejo que o grande problema é que temos poucos usuários com conhecimentos técnicos na Wiki. De cabeça me ocorre o Helder, o Danilo, o Alchimista e o Silent (perdão caso tenho esquecido alguém). E destes, quase todos não são membros dos mais ativos. Reconheço que existe um problema nisso, mas honestamente, não vamos resolver esse problema com "de agora em diante não precisamos mais de um técnico para avaliar"... --Diego Queiroz (discussão) 01h29min de 3 de maio de 2016 (UTC)

  Concordo.--- Darwin Ahoy! 11h46min de 3 de maio de 2016 (UTC)

  Concordo. Biólogo 32 What? 13h37min de 3 de maio de 2016 (UTC)

  Concordo Quintal 11h52min de 4 de maio de 2016 (UTC)

O que motiva esta proposta é a demora para analizar pedidos, mas os pedidos que geralmente ficam esquecidos são os de semirrobô, e esses eu acho que poderiam ser analisados até por administradores, esse ponto dos semirrobôs não foi nem tratado nessa proposta final. E nos pedidos de robôs, como eu tinha dito antes, eu seria favorável que burocratas avaliassem se eles se certificassem que quem opinou tem experiência em robôs, da forma como está redigida ("Permitir aos burocratas processar e avaliar os pedidos de robôs de acordo com as diretrizes da política respectiva") não deixa isso claro, e os termos "processar", "avaliar" e "analisar" também não deixam claro por exemplo quem pode autorizar o período de testes em um pedido de robô (atualmente só membros do GAB podem). E como eu concordo com os argumentos do Diego Queiroz mas também acho que os pedidos não podem ficar esquecidos, eu proponho dar uma semana para os membros do GAB se manifestarem antes que os burocratas possam analisar os pedidos. Então proponho essa nova redação a proposta:

  • Os burocratas estão autorizados a fazeram a função dos membros do GAB em pedidos de robôs e semirrobôs caso nenhum membro do GAB analise o pedido no período de uma semana.
  • Os burocratas, ao analisarem pedidos de robôs e semirrobôs na ausência dos membros do GAB, devem pedir a opinião de operadores experientes de robôs se entenderem que os comentários feitos no pedido não constituem suficiente embasamento técnico para tomar uma decisão acerca do prosseguimento do pedido.

A principal diferença dessa proposta em relação a anterior é que estabelece um prazo para os membros do GAB se manifestarem, cita os semirrobôs e deixa claro que funções do GAB como a de autorizar período de teste passam aos burocratas e não aos que comentam no pedido. Com isso resolvemos o problema da possível inatividade do GAB garantido o máximo possível de análise técnica. Acredito que todos que já concordaram com a proposta anterior também estejam de acordo com esta proposta, e espero que o Diego e o Alchimista também concordem com esta proposta para termos um consenso incluindo os membros ativos do GAB. Danilo.mac(discussão) 17h17min de 3 de maio de 2016 (UTC)

  Discordo. Esta contraproposta visa manter o status quo, haja vista que atribui a prerrogativa de aprovação ao GAB, algo que não pode existir, tampouco é justificado pelas dimensões desta wiki. O objetivo da última proposta não foi o de extinguir o GAB, mas o de 1) permitir a condução dos testes pelos burocratas, membros do GAB ou outros usuários; e 2) atribuir a responsabilidade pelo encerramento do pedido (ou seja, a aprovação ou não) aos membros do GAB ou burocratas. Indistintamente e sem prerrogativas, com vistas a dirimir a burocracia e a agilizar o processo. Os membros do GAB poderão continuar atuando livremente e, somente em caso de plena inatividade, não conseguirão participar da discussão. Portanto,   Discordo por completo desta contraproposta e de toda e qualquer alternativa direcionada a manter o status quo e privilégios do GAB. RadiX 01h22min de 4 de maio de 2016 (UTC)
Idem. Curioso notar que somente membros do GAB são contrários a proposta. Deveriam ter tamanha pressa para responder pedidos que ficaram abertos por anos. Lamento essa crítica pública, mas ela é inevitável. Érico (fale) 01h27min de 4 de maio de 2016 (UTC)
Eu não sou contrário a proposta, já deixei mais acima a minha posição neutra em relação a extinção do GAB, logo não tenho nenhum apego ao cargo. Estou fazendo uma nova proposta apenas para tentar um consenso, e também porque entendo a preocupação do Diego, robôs podem de fato causar muitos danos. Se mantiverem a proposta anterior pelo menos deixem claro quem será responsável por autorizar o período de testes e incluam os semirrobôs no texto. Danilo.mac(discussão) 02h01min de 4 de maio de 2016 (UTC)
Editei o texto da proposta final para que este ficasse mais claro. RadiX 02h09min de 4 de maio de 2016 (UTC)

  Discordo da proposta. Sugiro que mais usuários participem ou busquem participantes com capacidade técnica para avaliar robôs e participar do GAB. Aprovar robôs sem conhecimento/dicussão técnica é muito perigoso. Chico Venancio (discussão) 18h41min de 11 de maio de 2016 (UTC)

@Chicocvenancio: "Sugiro que mais usuários participem ou busquem participantes com capacidade técnica para avaliar robôs e participar do GAB" isso é empurrar o problema com a barriga, não resolve coisa nenhuma. Nós estamos a ter esta discussão justamente porque o GAB é uma estrutura disfuncional e burocrática que não atrai ninguém, com a excepção de um ou dois que já estão lá dentro mas que manifestamente não são suficientes para pôr a coisa a funcionar. Se você conseguir tirar GABistas da cartola para encher o cercado, Chico Venâncio, ficar-lhe-emos todos muito gratos, até lá precisamos de outra solução. E não sei porque você tem tanto medo da cuca, e confia tanto na fada Sininho, o maior destroço que eu já vi aqui dentro feito por um robot foi justamente feito por um operado por um membro do GAB.--- Darwin Ahoy! 11h12min de 29 de maio de 2016 (UTC)

Proposta final (Semirrobôs)Editar

  • Extinguir a prerrogativa do GAB na avaliação.
  • Também permitir aos burocratas e administradores avaliar e concluir os pedidos de semirrobôs de acordo com as regras vigentes, após o período de discussão de uma semana.

Adicionando a proposta para os semirrobôs, não contemplada na seção anterior. RadiX 02h20min de 4 de maio de 2016 (UTC)

  Concordo Semirrobôs são muito menos perigosos que robôs, robô você dá start e vai fazer outra coisa, quando volta ele já fez dezenas ou centenas de edições, semirrobô tem que olhar o dif e clicar em salvar em cada edição, não existe muito risco se o operador conhecer as regras do projeto e tiver o mínimo de atenção. E por não ter flag os erros são mais facilmente identificados por outros editores. Danilo.mac(discussão) 02h29min de 4 de maio de 2016 (UTC)

  Concordo. Önni disc 11h03min de 4 de maio de 2016 (UTC)

  Concordo Quintal 11h52min de 4 de maio de 2016 (UTC)

  Concordo Semirrobôs não são perigosos e acho que qualquer usuário pode aprovar sem problemas. Se brincar, até poderia associar a operação do AWB com algum estatuto, igual já acontece com o Huggle 3.x. --Diego Queiroz (discussão) 17h26min de 4 de maio de 2016 (UTC)

  Concordo Semirrobôs não são perigosos, semirrobôs não são tão perigosos. A permissão de conceder a utilização do software não deve ser menos rigorosa ou atenta. Vanthorn® 17h42min de 4 de maio de 2016 (UTC)

  Concordo Já estava bem na hora de administradores e burocratas terem autonomia para avaliar pedidos de ferramentas semirrobóticas AWB e Huggle, assim evitará o prazo demorado no pedido, sem a necessidade da avaliação do grupo de aprovação de robôs (GAB). WikiFer msg 01h51min de 8 de maio de 2016 (UTC)

  Concordo  Gato Preto  19h27min de 19 de maio de 2016 (UTC)

  Concordo Ricardo Ferreira de Oliveira Diga 23h33min de 23 de maio de 2016 (UTC)

  Concordo. --Pap@ Christus msg 16h27min de 26 de maio de 2016 (UTC)

  Concordo. Millbug fala 04h16min de 29 de maio de 2016 (UTC)

  Concordo.--- Darwin Ahoy! 11h05min de 29 de maio de 2016 (UTC)

  Comentário Esta proposta já foi aprovada e fechada? Se a resposta for negativa acho que já é hora de findá-la até porque a decisão e a opinião da comunidade parece unânime.  Gato Preto  17h18min de 24 de junho de 2016 (UTC)

Acredito que há consenso para a aplicação, tanto desta, quanto da proposta sobre os robôs. Se todos estiverem de acordo, poderemos encerrar a discussão e aplicar o resultado. RadiX 02h16min de 25 de junho de 2016 (UTC)
  • Pessoal, temos consenso para as duas mudanças propostas? Podemos prosseguir e aplicar o resultado? RadiX 20h53min de 18 de setembro de 2016 (UTC)

Já deveria ter sido aplicado a muito tempo. !Silent (discussão) 16h57min de 30 de setembro de 2016 (UTC)

  Feito e   Feito. RadiX 04h17min de 1 de outubro de 2016 (UTC)