Asociación Cultural, Social y Deportiva Zum-Zum é uma escola de samba de Paso de los Libres, a cuna do carnaval na Argentina.[1]

A.C.S y D Zum-Zum
Logo zum zum
Fundação 1 de dezembro de 1955
Cores Verde e branco
Símbolo Águia
Bairro Centro - "Villa Generosa"
Presidente Diego Fernando Bojorque
Desfile de 2020
Enredo Hanasaki, florecemos mil veces (Hanasaki, florescemos mil vezes)

A Zum-Zum levou grandes mudanças ao Carnaval Librenho, tendo sido pioneira em vários aspectos.[carece de fontes?] Foi a primeira Escola de Samba a realizar um enredo e cantar um samba-enredo (antigamente cantavam-se marchinhas)[carece de fontes?], foi a primeira a ter carnavalesco (Atilio Dainotto)[carece de fontes?], a primeira em levar componentes mirins nos desfiles[carece de fontes?], e foi a primeira em realizar o recuo no ano 2005, o que na época foi feito sem o consentimento do júri e da liga.[2]

A bateria da Zum Zum tem o codinome de Facultad del samba (Faculdade do Samba) por vários motivos: Na época dos Mestres Dutack, nos ensaios, eles estimulavam aos ritmistas gritando: “Vamos que isto não é uma escola de samba, é uma Faculdade de Samba”, isto dito pela quantidade de inovações que faziam os Dutack na bateria, bem como em ritmos novos trazidos diretamente do Rio de Janeiro e com inovadores instrumentos, e outro motivo foi que a bateria da Zum Zum foi nove vezes consecutivas campeã (1968-1976).com a diretoria do grande mestre Ramiro Pedroso

Nos primeiros anos da escola, o símbolo era uma bota, depois até 1980 foi o peixe, e de 1980 até agora é o águia.

Em comemoração do seus 50 anos, em 2005, a escola contratou Neguinho da Beija-Flor para interpretar o samba. Os anos que vieram depois, foram defendidos em matéria musical com o interprete oficial e compositor Carlos "Muñeca" Da Costa, quem até o ano 2009 e junto com outros cantores, fizeram a equipe de Harmonia da escola.

A partir do ano 2010 a ZUM-ZUM começa a mudar alguns aspetos estéticos em questoes musicais e plásticas. Os enredos deram maior importância de representatividade pra as alas e o conjunto geral da escola começou a ficar maior em numero de componentes e na dimensão dos carros alegóricos também . As alas então, tiveram a responsabilidade de contar o enredo, e os destaques, já em menor quantidade em comparação com outros anos, passaram a ser mais pequenos e mais luxosos. O intérprete oficial da escola em 2010 foi Roberto Delgado e a partir do ano 2011 até o 2013 quem cantou o sambas da escola na avenida foi Maninho Eloucura, junto com a voz de Nito Gonzales. A partir do ano 2014 e até o 2020 o interprete oficial da escola foi o carioca Luizinho Andanças, com excepção do ano 2018 onde o samba foi defendido por Carlos "Muñeca" Da Costa.

HistóriaEditar

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
  Imagens e media no Commons
 
Carro "La tomada de la Bastilla - Francia", no Carnaval 2011.

A escola foi oficialmente fundada em 1 de dezembro de 1955 por um grupo de jovens, integrados por Darío Sanabria, Carlos Arevalo, Pepe Rebés, Pepe Lozano, José Santinelli, Cesar Vischi, Toto y Titi Currius, Horacio Cabrera, Obdulio Padoan, Osvaldo Padoan, Humberto Padoan, Cacho e Neneco Pedrozo, Negro Guadalupe, Mario Vergara, Armando Gallesio, Totolo Lucietti, Osvaldo Montenegro ,Pedro Zancanaro, Olmira, Tersa, Nilza, Zuca, Teresita Padoan , Maggi, Negra, Mirta, Mirita, Lidia, Hilda e Zuleida, os quais nessa época pertenciam à Escuela de Samba del Club Social que por questões internas acabou se dividindo e formando a ACSD Zum-Zum, o grupo de pessoas que ficaram na Escola de Samba do Club Social mudaram o nome da agremiação para CSCD Carumbé e o Clube Social propriamente dito, anos depois, mudou o nome e começou a chamar-se Club Progreso e até a atualidade é a sede da ACSD Zum-Zum.

Quando dividiu-se o Cordão Carnavalesco Club Progreso, este grupo de jovens tinha que escolher um nome para sua agremiação, então a filha de Ciro Cabrera, Zuleida Cabrera, teve a ideia de batiza-la de Zum-Zum, inspirada na marchinha carnavalesca Zum-Zum cantada por Dalva de Oliveira e composta por Fernando Lobo e Paulo Soledade, a qual homenageava ao Comandante Eduardo Martins de Oliveira morto no acidente aéreo Voo Panair do Brasil 099. O Comandante Edu, como era chamado, também era um dos fundadores e Porta Estandarte do Clube dos Cafajestes [3]

No ano de 1956 os amigos de Zum Zum fizeram sua primeira apresentação, reunindo-se na Villa Generosa (bairro situado na rua Yatay, entre rua Colón e rua Madariaga), cujo nome foi dado pelo músico Reynaldo Giachetti, então vizinho do lugar. A primeira Comissão Diretiva da Escola era constituída pelo presidente Ciro Cabrera, como vice-presidente Luís Gatti e, como tesoureiro, Ercilio Rebés.

Em 2009 a escola entrou forte na passarela com um enredo sobre a arte e a ciência e suas semelhanças dando destaque a Leonardo Da Vinci e outros cientistas que fizeram arte com ciência e ciência com arte. O enredo foi desenvolvido pelo carnavalesco Sebastián Quiroga.

Em 2010 a escola apresentou um tema sobre os sonhos e a mente humana "Que toda la vida es sueño y los sueños Zum Zum son" (Que a vida toda é sonho e os sonhos Zum Zum são). Porém, devido a problemas econômicos e administrativos, não chegou completa na primeira noite de carnaval pois além das fantasias e as alegorias que não estavam finalizadas o abre-alas não conseguia entrar na avenida por sua largura, a última alegoria também teve problemas, o que levou a escola a estourar o tempo de desfile por mais de 10 minutos.[4]

Em 2011 apresentou um enredo em homenagem a grandes heróis da liberdade intitulado como "Un águila llamado libertad" (Uma águia chamada liberdade) , focando principalmente nas figuras de Gandhi, Nelson Mandela e Che Guevara.[5] Com esse enredo, obteve a segunda colocação. Pouco após o carnaval argentino, em 17 de fevereiro, o brasileiro Renan Rosado, mestre-sala da Zum Zum e também segundo mestre-sala da escola Os Rouxinóis, morreu eletrocutado enquanto ajudava no barracão da escola Os Rouxinóis de Uruguaiana.[6]

No ano de 2012, Zum Zum apresentou mais um enredo abstrato "Vivir para Conta-lo", que falava sobre a morte e como ela é concebida depois de ter vivido a vida. A criação de vidas em laboratórios e clonagens. Com passagens literárias, como Frankenstein e Victor Sueiro, o escritor que assegura ter voltado da morte. A temática decorreu pela mitologia grega para falar da morte, com Caronte no Rio Aqueronte e suas almas, a mumificação no Egito até chegar aos imortais Zumzuneros (representados na bateria) e finalizando o desfile com a Velha Guarda conscientizando sobre a doação de órgãos. Neste ano a escola foi campeã.

Que Deus Te pague! O caminho da dívida para a felicidade foi o enredo escolhido pela Zum Zum em 2013, apresentando a origem da dívida, mencionando os templários guerreiros cristãos que criaram uma estrutura econômica muito similar aos bancos da atualidade. O enredo contou que até a fé foi usada para documentar uma dívida. Relatou as diferentes maneiras que o ser humano inventa para fugir do pagamento das dívidas e também advertiu a respeito do “sistema vampiro” que somente gera numerosos devedores, resultado da avareza. Finalmente, citou a cobiça e a sovinice, os interesses exclusivamente materiais do ser humano e daqueles que governam, os geradores de todos os males da humanidade, morte, guerra e fome, as enormes desigualdades e na sequência a apresentação do discurso final de Charlie Chaplin no filme O Grande Ditador, citando que a grande dívida é a que temos com a humanidade excluída pelo dinheiro, que se estrutura sobre um sistema estabelecido nas mãos de uns poucos. Na dispersão do desfile da terceira noite aconteceu um incidente com o último carro, o mesmo tocou um fio de eletricidade e pegou fogo,[7] Apesar disto, a Zum-Zum foi a bicampeã do carnaval.[8]

 
4° Alegoria Zum Zum 2014

Para 2014 Zum Zum se apresentou com uma história da região, a fundação da cidade de Yapeyú,[9] quando contou com a presença de Luizinho Andanças interpretando seu samba em espanhol.[10] O enredo intitulou- se como "Del cielo al paraíso en la tierra, Nuestra Señora de los santos reyes magos, Yapeyú" ( Do céu ao paraíso na terra, a Nossa senhora dos santos reis magos, Yapeyú)

No ano 2015 a agremiação abordará como tema de seus desfiles a felicidade, desde a felicidade de comer, de brincar passando pelos momentos marcantes na vida de um ser humano como aniversários, casamentos, realização de sonhos até a felicidade de comemorar seus 60 anos no carnaval. Luizinho Andanças defenderá novamente o samba da escola.[11]

Nukanchis Kanchis, los hijos del sol. Em 2017 a escola inicia na proposta de Manuel Belgrano de restabelecer a Monarquía Inca, a qual foi aprovada no Congresso de Tucumán em 1816. Isto consistia em por um nativo Inca no trono, reforçando assim a independência do Vice-Reino do Rio da Prata da Espanha. O Império Inca e as civilizações andinas foram as maiores civilizações de America do Sul, suas costumes e cultura fora exemplo pra muitas outras civilizações.

No 2018 Zum Zum da uma luz de esperança a humanidade destruída pelo consumismo e a ganancia. Zum Zum mostra que a solução esta na natureza, no poder dela de se regenerar embora ela também sofre com a poluição e a maldade humana.

SegmentosEditar

PresidentesEditar

Ano Nome Ref.
2003 a 2005 Diego Bojorque
2006 a 2009 Elida Gatti [12]
2010 - 2018 María Asunción "Choni" Rebés [13]
2019 atualmente Diego Bojorque


DiretoresEditar

Ano Mestres de bateria Ref.
1992 a 2001 Carlos Daniel "Bichinho Sallefranque
2003 a 2004 Javier Llorente
2005 Carlos Daniel "Bichinho" Sallefranque [14]
2006 a 2007 Javier Llorente
2008 a 2009 Gerardo Llorente
2010 a 2013 Carlos Daniel "Bichinho" Zallefranque [15]
2014 - 2018 "Nano" Acuña [16]
2019 Neneco Sallefranque
2020- atualmente "Bichinho" Sallefranque, Martín Chiapa, Nahuel Rodríguez Suñol y Leo Moyano.


Rainhas da escolaEditar

CarnavaisEditar

Zum-Zum
Ano Colocação Enredo Carnavalesco/

Comissões de carnaval

Intérprete Ref
1956 Patinadoras Sobre Hielo (Patinadoras sobre o Gelo) Atílio Dainoto
1957 Apoteosis de Zum-Zum y el Carnaval Libreño (Apoteose de Zum-Zum e o Carnaval Librenho) Atílio Dainoto
1958 Fantasia Submarina Atílio Dainoto
1959 El Jardín del Paraíso (O Jardim do Paraíso) Atílio Dainoto
1960 Sueños de una Noche de Verano (Sonhos de uma Noite de Verão) Atílio Dainoto
1961 Fantasia Tropical
1962 Locuras de Carnaval
1963 Magia y Fantasia (Magia e Fantasia)
1964 Los Dragones (Os Dragões)
1965 El Circo (O Circo)
1966 Hawaii
1967 Los Romanos (Os Romanos)
1968 Era Pre-Historica (Era Pré-Histórica)
1969 Las Cuatro Estaciones (As Quatro Estações)
1970 Medio Oriente (Oriente Medio)
1971 Los Vikingos (Os Vikings)
1972 Un Viaje Encantado (Uma Viagem Encantada)
1973 Era Espacial
1974 Loz Aztecas (Os Astecas)
1975 Un Sueño del Mississippi (Um Sonho do Mississippi)
1976 Fantasía del Paraíso (Fantasia do Paraíso)
1977 Los Egipcios (Os Egipcios)
1978 Mundial 78
1979 Não Se Apresentou
1980 Bodas de Plata: Veinticinco Años (Vinte e cinco Anos)/ Laia-Laia
(Compositor: Carlos "Muñeca" Da Costa.)
Carlos "Muñeca" Da Costa
1981 Sueños de un Pierrot (Sonhos de um Pierrot)
1982 Não Houve Apuração Fantasía Tropical
1983 Não Houve Apuração Guapos del 900 (Lindos do 900)
1984 Invalidada a Apuração Aventuras de Robin Hood
1985 Vice-campeã Sueño Tropical (Sonho Tropical)
1986 Vice-campeã El Teatro de Revistas (O Teatro de Revistas) / Oh, Zum-Zum
(Compositor: Carlos "Muñeca" Da Costa. )
Carlos "Muñeca" Da Costa
1987 Vice-campeã Los Griegos (Os Gregos)
(Compositor: Carlos "Muñeca" Da Costa.)
Carlos "Muñeca" Da Costa
1988 Vice-campeã A levantar el astral: formas de Adivinar el Futuro (Jeitos de Adivinhar o Futuro)
(Compositor: Carlos "Muñeca" Da Costa. )
Mario "Maruki" Rodriguez y

Miguel Ángel Vidoni.

Carlos "Muñeca" Da Costa
1989 Não Se Apresentou
1990 Vice-campeã Treinta y Cinco Años (Sangre y Pasión) (Trinta e Cinco Anos) (Sangue e Paixão)
(Compositor: Carlos "Muñeca" Da Costa.)
Mario "Maruki" Rodriguez y

Miguel Ángel Vidoni.

Carlos "Muñeca" Da Costa
1991 Campeã La Conquista de América (A Conquista de América)
(Compositor: Carlos "Muñeca" Da Costa.)
Mario "Maruki" Rodriguez y

Miguel Ángel Vidoni.

Carlos "Muñeca" Da Costa
1992 Vice-campeã El Poder del Dinero (O Poder do Dinheiro)
(Compositor: Carlos "Muñeca" Da Costa.)
Mario "Maruki" Rodriguez y

Miguel Ángel Vidoni.

Carlos "Muñeca" Da Costa
1993 Campeã Todo por Amor (Tudo por Amor)
(Compositor: Carlos "Muñeca" Da Costa.)
Mario "Maruki" Rodriguez,

Miguel Ángel Vidoni y Anselmo Moraes.

Carlos "Muñeca" Da Costa
1994 Campeã Tiempo de Fuego (Tempo de Fogo)
(Compositor: Carlos "Muñeca" Da Costa.)
Mario "Maruki" Rodriguez,

Miguel Ángel Vidoni y Anselmo Moraes.

Carlos "Muñeca" Da Costa
1995 Não Houve Carnaval
1996 Campeã El Sueño de Volar (O Sonho de Voar)
(Compositor: Carlos "Muñeca" Da Costa.)
Mario "Maruky" Rodríguez Carlos "Muñeca" Da Costa
1997 Vice-campeã Leyenda de una Buena Planta (Homenaje a Amado Bompland) (Lenda de uma Boa Planta (Homenagem a Amado Bompland)
(Compositor: Carlos "Muñeca" Da Costa.)
Mario "Maruky" Rodríguez Carlos "Muñeca" Da Costa
1998-1999 Não Se Apresentou
2000 Vice-campeã Amanecer del Octavo Día (Amanhecer do Oitavo Dia)
(Compositor: Carlos "Muñeca" Da Costa.)Enredo: Sebastián Quiroga - Natalia Amaro.
Sebastián Quiroga -Amaro Natalia. Carlos "Muñeca" Da Costa
2001 Campeã Azúcar: Energía Blanca de Paz (Açúcar: Energia Branca de Paz)
(Compositor: Carlos "Muñeca" Da Costa.)Enredo: Sebastián Quiroga - Natalia Amaro.
Sebastián Quiroga. Carlos "Muñeca" Da Costa
2002 Não Houve Carnaval
2003 Vice-campeã Argentina: Grito de Alerta a la Humillación (Argentina: Grito de Alerta a Humilhação)
(Compositor: Carlos "Muñeca" Da Costa.Enredo: Sebastián Quiroga - Natalia Amaro.
Sebastián Quiroga. José Luis Paiva
2004 Campeã Entre lo Real y lo Eterno - La Luna (Entre o Verdadeiro e o Eterno - A Lua).
Enredo: Sebastián Quiroga.
Sebastián Quiroga. José Luis Paiva
2005 3.º Lugar Cincuenta Años de Glorias (Cinquenta Anos de Glorias)
Enredo: Sebastián Quiroga - Natalia Amaro.
Sebastián Quiroga. José Luis Paiva
2006 3.º Lugar Oro Azul: Fuente de Vida y Energía (Oro Azul: Fonte de Vida e Energía)
(Compositor: Carlos "Muñeca" Da Costa.)Enredo: Sebastián Quiroga - Natalia Amaro.
Sebastián Quiroga. Willy Caceres
2007 Vice-campeã La Comunicación: De la Era del Fuego a la Nueva Era Tecnológica

(A Comunicação: Da Era do Fogo a Nova Era Tecnológica)
(Compositor: Carlos "Muñeca" Da Costa.)

Enredo: Sebastián Quiroga - Natalia Amaro.

Sebastián Quiroga. Willy Caceres
2008 Vice-campeã Vida: Fábrica de Sentimientos

(Vida: Fábrica de Sentimentos)
(Compositor: Carlos "Muñeca" Da Costa. )

Enredo: Sebastián Quiroga - Natalia Amaro.

Sebastián Quiroga Carlos "Muñeca" Da Costa
2009 Campeã Arte y Ciencia, ¿Cuál es la Diferencia?

(Arte e Ciência Qual é a Diferença?)
(Compositor: Carlos "Muñeca" Da Costa.)

Enredo: Sebastián Quiroga - Natalia Amaro.

Sebastián Quiroga Carlos "Muñeca" Da Costa
2010 3.º Lugar Que la Vida es Sueño, y los Sueños Zum-Zum son.

(Que a Vida é Sonho, os Sonhos Zum-Zum são)

(Compositor:João Carlos Da Nova.)

Mario "Maruky" Rodríguez
(Compositor: João Carlos Danova. Intérprete: José Luis Paiva)
Roberto Delgado
2011 Vice-campeã Un águila Llamada Libertad

(Uma águia chamada Liberdade)

(Compositores: Armando Vasquez e João Carlos Da Nova.)

Mario "Maruky" Rodríguez e

"Juanjo" Caballero.

Maninho [28]
2012 Campeã Vivir Para Contarlo (Viver Para Contar)

(Compositor:João Carlos Da Nova.)

Mario "Maruky" Rodríguez Maninho [29]
2013 Campeã Que Dios Te Lo Pague (Que Deus Te Pague)

(Compositor: João Carlos Da Nova.)

Mario "Maruky" Rodríguez e Maxi Verón Maninho [30]
2014 Vice-campeã De la Tierra Sin Mal, al Cielo en la Tierra – Nuestra Señora de los Santos Reyes Magos Yapeyú (Da Terra Sem Mal, ao Céu na Terra – Nossa Senhora dos Santos Reis Magos Yapeyú)
(Compositores: Claudio Piegas, Delson Patricio e Vicente Felisberto.)
Mario "Maruky" Rodríguez e Maxi Verón Luizinho Andanças [31] [32]
2015 Não Houve Apuração[33] Zum-Zum 60 Años... Una Sobredosis de Endorfinas

(Zum-Zum 60 Anos... Uma Overdose de Endorfinas)
(Compositores: Claudio Piegas, Luizinho Andanças, Vicente Felisberto, Fernando Grilli, Marcos Silva e Delson Patricio.)

Mario "Maruky" Rodríguez e "Juanjo" Caballero Luizinho Andanças [34]
2016 Não Houve Desfile do Grupo A
2017 Vice Campeã Nukanchis KanchisLos Hijos del Sol

(Nukanchis Kanchis – Os Filhos do Sol)
(Compositores: Claudio Piegas, Luizinho Andanças, J.P., Wagner Mariano, Marquinhos Silva e Delson Patrício.)

"Juanjo" Caballero Luizinho Andanças [35]
2018 Campeã GeneZZisEl Día Que la Naturaleza Salvó al Hombre.

(GeneZZis – O Día Que a Natureza Salvou ao Homem)
(Compositores: Carlos "Muñeca" Da Costa.)

"Juanjo" Caballero Carlos "Muñeca" Da Costa [36]
2019 Vice

Campeã

Utopía, imaginemos otro mundo posible.

(Utopia, imaginemos outro mundo possível)

(Compositores: Claudio Piegas, Luizinho Andanças, J.P., Wagner Mariano, Marquinhos Silva e Delson Patrício.)

"Juanjo" Caballero Luizinho

Andanças

2020 Vice Campeã Hanasaki, florecemos mil veces - 65 Años de amor.

(Hanasaki, florescemos mil vezes - 65 Anos de amor)

(Compositores: Claudio Piegas, Luizinho Andanças, J.P., Wagner Mariano, Marquinhos Silva e Delson Patrício.)

"Juanjo" Caballero Luizinho

Andanças

2021 ... ... ... ...

Referências

  1. http://www.confluenciafm.com.ar/vernota.asp?id_noticia=8818
  2. «Cópia arquivada». Consultado em 7 de fevereiro de 2011. Arquivado do original em 31 de janeiro de 2011 
  3. http://mundobotafogo.blogspot.com.ar/2011/03/o-clube-dos-cafajestes.html
  4. http://www.confluenciafm.com.ar/vernota.asp?id_noticia=6365
  5. Samba Sul. «Zum Zum». Consultado em 6 de fevereiro de 2011 
  6. Portal Samba Sul (17 de fevereiro de 2011). «LUTO. Choque causa a morte do 2º mestre-sala d'Os Rouxinóis». Consultado em 18 de fevereiro de 2011 
  7. http://www.todolibres.com.ar/vernota.asp?id_noticia=13455
  8. http://www.todolibres.com.ar/vernota.asp?id_noticia=13866
  9. http://www.todolibres.com.ar/vernota.asp?id_noticia=23959
  10. http://www.sidneyrezende.com/noticia/223264
  11. http://www.sambasul.com/teste/jupgrade/index.php/sambas-2015/108-2015-paso-de-los-libres/1964-zum-zum
  12. http://www.confluenciafm.com.ar/vernota.asp?id_noticia=365
  13. http://www.confluenciafm.com.ar/vernota.asp?id_noticia=14841
  14. http://www.confluenciafm.com.ar/vernota.asp?id_noticia=1591
  15. http://www.confluenciafm.com.ar/vernota.asp?id_noticia=6225
  16. http://www.todolibres.com.ar/vernota.asp?id_noticia=18616
  17. http://www.confluenciafm.com.ar/vernota.asp?id_noticia=570
  18. http://www.confluenciafm.com.ar/vernota.asp?id_noticia=1003
  19. http://www.confluenciafm.com.ar/vernota.asp?id_noticia=1421
  20. http://www.confluenciafm.com.ar/vernota.asp?id_noticia=3162
  21. http://www.confluenciafm.com.ar/vernota.asp?id_noticia=6299
  22. http://www.confluenciafm.com.ar/vernota.asp?id_noticia=8816
  23. http://www.todolibres.com.ar/vernota.asp?id_noticia=12322
  24. http://www.confluenciafm.com.ar/vernota.asp?id_noticia=14988
  25. http://www.todolibres.com.ar/vernota.asp?id_noticia=36154
  26. http://www.todolibres.com.ar/vernota.asp?id_noticia=55956
  27. http://www.radiolt12.com.ar/vernota.asp?id_noticia=102607
  28. http://www.sambasul.com/teste/jupgrade/index.php/sambas-2015/53-2011-paso-de-los-libres/238-zum-zum
  29. http://www.sambasul.com/teste/jupgrade/index.php/sambas-2015/65-2012-paso-de-los-libres/831-zum-zum80
  30. http://www.sambasul.com/teste/jupgrade/index.php/sambas-2015/79-2013-paso-de-los-libres/1290-zum-zum160
  31. http://www.sidneyrezende.com/noticia/224168+carnaval+de+paso+de+los+libres+argentina+desfile+da+zum+zum
  32. http://www.sambasul.com/teste/jupgrade/index.php/sambas-2014/89-2014-paso-de-los-libres/1667-zum-zum
  33. http://www.radiolt12.com.ar/vernota.asp?id_noticia=87110
  34. http://www.sambasul.com/teste/jupgrade/index.php/sambas-2015/108-2015-paso-de-los-libres/1964-zum-zum
  35. http://www.sambasul.com/novo/index.php/midia/sambas/27-2017-paso-de-los-libres/2545-zum-zum
  36. http://www.sambasul.com/novo/index.php/midia/sambas/137-2018-paso-de-los-libres/2994-zum-zum