Abrir menu principal
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde setembro de 2011). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ático Eusébio da Rocha
Arcebispo da Igreja Católica
2º Arcebispo e 4º Bispo de Curitiba
Atividade Eclesiástica
Diocese Arquidiocese de Curitiba
Nomeação 16 de dezembro de 1935
Predecessor Dom João Francisco Braga
Sucessor Dom Manuel da Silveira d'Elboux
Mandato 1935 - 1950
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 27 de agosto de 1905
Nomeação episcopal 22 de outubro de 1922
Ordenação episcopal 15 de abril de 1923
por Dom Jerónimo Tomé da Silva
Lema episcopal MIHI VIVERE CHRISTUS EST
Meu viver é Cristo
Nomeado arcebispo 16 de dezembro de 1935
Brasão arquiepiscopal
ArchbishopPallium PioM.svg
Dados pessoais
Nascimento Inhambupe
6 de novembro de 1882
Morte Curitiba
11 de abril de 1950 (67 anos)
Nacionalidade brasileiro
Funções exercidas - Bispo de Santa Maria (1922-1928)
- Bispo de Lins (1928-1935)
Sepultado Catedral Basílica Menor de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais
dados em catholic-hierarchy.org
Arcebispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Dom Ático Eusébio da Rocha (Inhambupe, 6 de novembro de 1882Curitiba, 11 de abril de 1950) foi um arcebispo católico brasileiro.

BiografiaEditar

Dom Ático Eusébio da Rocha, segundo Bispo diocesano, era baiano. Foi sagrado Bispo no dia 15 de abril de 1923, pelo Arcebispo Primaz da Bahia, e escolheu como lema de vida episcopal: Mihi vivere Christus est! (Meu viver é Cristo).

Sua posse na Diocese de Santa Maria ocorreu a 27 de maio de 1923. Uma das maiores preocupações de Dom Ático foi a conclusão do Seminário Diocesano São José. Saldou dívidas anteriores, levantou uma nova ala no edifício (lado oeste) e finalmente conseguiu inaugurar o Seminário no dia 28 de fevereiro de 1926.

Dom Atico promoveu a fundação da Obra das Vocações e a Congregação da Doutrina Cristã em toda Diocese. Criou mais nove Paróquias.

Por Decreto de 17 de dezembro de 1928, Dom Atico foi transferido para a nova Diocese de Cafelândia, hoje chamada de Diocese de Lins, São Paulo, na qual tomou posse no dia 9 de julho de 1929.

Em 1936 foi transferido para a Arquidiocese de Curitiba, Paraná, onde faleceu a 11 de abril de 1950.

Precedido por
Dom Miguel de Lima Valverde
 
Bispo de Santa Maria

1922 - 1928
Sucedido por
Dom Antônio Reis
Precedido por
 
Bispo de Lins

1928 - 1935
Sucedido por
Dom Henrique César Fernandes Mourão, SDB
Precedido por
Dom João Francisco Braga
 
Arcebispo de Curitiba

1935 - 1950
Sucedido por
Dom Manuel da Silveira d'Elboux
  Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.