Abrir menu principal

101955 Bennu

asteroide
Apesar de sua composição ser desconhecida, os cientistas acham que o asteroide 1999 RQ36 é composto por materiais presentes de quando o sistema solar foi formado.
101955 Bennu
Bennu 330km 181029.jpg
Número 1999 RQ36
Data da descoberta
Descoberto por Lincoln Near-Earth Asteroid Research
Categoria Asteroide Apollo
Homenagem a Benu
Elementos orbitais
Semieixo maior 168 489 000 km UA
Perélio 202 836 000 km UA
Afélio 134 143 000 km UA
Excentricidade 0,2
Período orbital 436,58 dia
Anomalia média 297,93 grau°
Inclinação 6,04 grau°
Longitude do nó ascendente 2,06 grau°
Argumento do periastro 66,24 grau°
Características físicas
Dimensões 0,56 km
Período de rotação 4,29 h
Classe espectral Asteroide tipo B
Magnitude aparente 22,28
Magnitude absoluta 20,81

101955 Bennu (designação provisória (101955) 1999 RQ36) é um asteroide Apollo descoberto pela LINEAR em 11 de setembro de 1999. O asteroide é o alvo planejado da sonda OSIRIS-REx que foi lançada em 2016[1] e irá retornar à Terra com algumas amostras para um estudo aprofundado.[2] A previsão é que a sonda retorne em setembro de 2023[3]. O asteroide possui um grande potencial de atingir a Terra e está listado na Tabela de Risco Sentry[4].

Com um diâmetro de aproximadamente 493 metros, Bennu é observado extensivamente com o radar planetário do Arecibo Observatory e o Deep Space Network, Goldstone.[5][6][7] Um recente estudo dinâmico feito por Andrea Milani e seus colaboradores localizaram uma série de oito impactos potenciais da Terra entre 2169 e 2199.

A probabilidade cumulativa de impacto depende das pouco conhecidas propriedades físicas do objeto, mas não é maior do que 0,07% para todos os oito encontros.[8] Para avaliar com precisão, a probabilidade do 1999 RQ36 ter um impacto na Terra exigirá um modelo de forma pormenorizada do asteroide, além de observações adicionais (quer a partir do solo ou de naves para interceptar o objeto) para determinar a magnitude da aceleração Yarkovsky.

ExploraçãoEditar

Separadamente, o 1999 RQ36 foi considerado por muitas vezes como um alvo para missões com naves espaciais, incluindo o OSIRIS-REx, devido ao baixo Δv necessário para alcançar a órbita da Terra.[9] A NASA anunciou em 25 de maio de 2011 que o OSIRIS-REx foi selecionado como parte do Programa Novas Fronteiras da Nasa.[10] A nave está programada para lançamento em 2016, atingir o asteroide em 2019 e trazer amostras para a Terra em 2023.[10]

ReferênciasEditar

  1. «Após percorrer 2 bilhões de km, sonda se aproximará do asteroide Bennu». revistagalileu.globo.com 
  2. «NASA to Launch New Science Mission to Asteroid in 2016». NASA. Consultado em 25 de maio de 2011 
  3. «Após percorrer 2 bilhões de km, sonda se aproximará do asteroide Bennu». revistagalileu.globo.com 
  4. «Sentry Risk Table». NASA/JPL Near-Earth Object Program Office. 14 de outubro de 2011. Consultado em 14 de outubro de 2011. Cópia arquivada em 21 de julho de 2011 
  5. «Goldstone Delay-Doppler Images of 1999 RQ36». Asteroid Radar Research. Jet Propulsion Laboratory 
  6. Nolan, M. C.; Magri, C.; Benner, L. A. M.; Giorgini, J. D.; Hergenrother, C. W.; Howell, E. S.; Hudson, R. S.; Lauretta, D. S.; Margot, J. -L. (2012). «The Shape of OSIRIS-REx Mission Target 1999 RQ36 from Radar and Lightcurve Data». Asteroid Comet Meteors 2012 Conference. 1667. 6345 páginas. Bibcode:2012LPICo1667.6345N 
  7. Hudson, R. S.; Ostro, S. J.; Benner, L. A. M. «Recent Delay-Doppler Radar Asteroid Modeling Results: 1999 RQ36 and Craters on Toutatis». American Astronomical Society. Bulletin of the American Astronomical Society. 32: 1001. Bibcode:2000DPS....32.0710H 
  8. Milani, Andrea; Chesley, Steven R.; Sansaturio, Maria Eugenia; Bernardi, Fabrizio; Valsecchi, Giovanni B.; Arratia, Oscar (2009). «Long term impact risk for (101955) 1999 RQ36». Icarus. 203 (2): 460–471. Bibcode:2009Icar..203..460M. arXiv:0901.3631 . doi:10.1016/j.icarus.2009.05.029 
  9. Near-Earth Asteroid Delta-V for Space Rendezvous
  10. a b NASA to Launch New Science Mission to Asteroid in 2016.

Links externosEditar