Abrir menu principal

22.º governo republicano (Portugal)

Governo de Portugal
Cartoon alusivo ao "Governo dos Cinco Minutos", publicado n'O Século Cómico em 1920; a estrela cadente tem a cara de Francisco Fernandes Costa

O 22.º governo da Primeira República Portuguesa,[Nota 1] nomeado a 15 de janeiro de 1920 e exonerado no mesmo dia sem tomar posse, foi liderado por Francisco Fernandes Costa. Ficou conhecido como o Governo dos Cinco Minutos.

Governos da Primeira República Portuguesa
Coat of arms of Portugal.svg

A sua constituição era a seguinte:[1][2]

Cargo Detentor Período
Presidente do Ministério Francisco Fernandes Costa (não empossado) 15 de janeiro de 1920 a 15 de janeiro de 1920
Ministro do Interior António Granjo (não empossado) 15 de janeiro de 1920 a 15 de janeiro de 1920
Ministro da Justiça e dos Cultos Luís Mesquita de Carvalho (não empossado) 15 de janeiro de 1920 a 15 de janeiro de 1920
Ministro das Finanças Francisco Fernandes Costa (não empossado) 15 de janeiro de 1920 a 15 de janeiro de 1920
Ministro da Guerra José Mendes dos Reis (não empossado) 15 de janeiro de 1920 a 15 de janeiro de 1920
Ministro da Marinha Tito Augusto de Morais (não empossado) 15 de janeiro de 1920 a 15 de janeiro de 1920
Ministro dos Negócios Estrangeiros Francisco Fernandes Costa (interino; não empossado) 15 de janeiro de 1920 a 15 de janeiro de 1920
Ministro do Comércio e Comunicações Jorge de Vasconcelos Nunes (não empossado) 15 de janeiro de 1920 a 15 de janeiro de 1920
Ministro das Colónias José Barbosa (não empossado) 15 de janeiro de 1920 a 15 de janeiro de 1920
Jorge de Vasconcelos Nunes (interino; não empossado) 15 de janeiro de 1920 a 15 de janeiro de 1920
Ministro da Instrução Pública Afonso Pinto Veloso (não empossado) 15 de janeiro de 1920 a 15 de janeiro de 1920
Ministro do Trabalho José Joaquim Fernandes de Almeida (não empossado) 15 de janeiro de 1920 a 15 de janeiro de 1920
Ministro da Agricultura Afonso Pinto Veloso (interino; não empossado) 15 de janeiro de 1920 a 15 de janeiro de 1920

GaleriaEditar

NotasEditar

  1. Se o Governo Provisório (1910–1911), sendo um governo provisório e ainda não constitucional, não for contabilizado, então este governo será o 21.º governo da Primeira República Portuguesa.

Referências

  1. Guimarãis, Alberto Laplaine; Ayala, Bernardo Diniz de; Machado, Manuel Pinto; António, Miguel Félix. «22.º Ministério». Os Governos da República: 1910–2010. Lisboa: Edição dos autores. p. 241. ISBN 978-989-97322-0-9 
  2. Maltez, José Adelino. «Governo de Fernandes Costa (1920)». Politipédia — Repertório Português de Ciência Política. Observatório Político. Consultado em 18 de fevereiro de 2013 
  Este artigo sobre História de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.