Abrir menu principal

A História de Ester (2010)

Minissérie bíblica brasileira
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre a minissérie de 2010. Para a versão de 1998, veja A História de Ester.
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde outubro de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
A História de Ester
Esther, The Queen (Título Internacional)[1]
Reina Ester, la salvadora (ES)

Logo da série.
Informação geral
Formato Minissérie
Gênero
Duração 45 minutos
Estado Finalizada
Criador(es) Vívian de Oliveira
País de origem Brasil
Idioma original (português brasileiro)
Produção
Diretor(es) João Camargo
Produtor(es) Diego Garzon
Distribuída por RecordTV Network
Narrador(es) Roberto Bomtempo
Elenco Gabriela Durlo
Marcos Pitombo
Paulo Gorgulho
Vanessa Gerbelli
Ewerton de Castro
Juan Alba
Paulo Nigro
Felipe Martinz
Vitor Hugo
Daniela Galli
Rocco Pitanga
Paulo Figueiredo
André di Mauro
Gabriel Gracindo
(ver mais)
Tema de abertura Instrumental
Compositor da música-tema Daniel Figueiredo
Empresa(s) de produção RecordTV
Localização RecNov - Rio de Janeiro, RJ
Exibição
Emissora de televisão original RecordTV
Formato de exibição 480i (SDTV)
Formato de áudio Estéreo
Transmissão original 3 de março1 de abril de 2010
N.º de temporadas 1
N.º de episódios 10 (original)
10 (1ª reprise)
3 (2ª reprise)
9 (3ª reprise)
10 (Netflix)
Cronologia
Sansão e Dalila (2011)

A História de Ester é uma minissérie brasileira produzida e exibida pela RecordTV entre 3 de março a 1 de abril de 2010 às 23h.[2] Baseada no livro Ester, foi escrita por Vívian de Oliveira, com a colaboração de Altenir Silva, Camilo Pellegrini e Maria Cláudia Oliveira, sob a direção geral de João Camargo e direção de Cesar Rodrigues

Contou com Gabriela Durlo, Marcos Pitombo, Paulo Gorgulho, Vanessa Gerbelli, Gabriel Gracindo, Lana Rodes, Ewerton de Castro, Letícia Colin e Paulo Nigro nos papéis principais.

ProduçãoEditar

Segunda adaptação da história bíblica produzida pela Record. Em 1998, A História de Ester já havia ido ao ar, com roteiro de Yves Dumont e Daniela Camargo e Giuseppe Oristânio vivendo os protagonistas Ester e o Rei Assuero[3]. A princípio a minissérie estrearia em dezembro junto com a programação de fim de ano da emissora, depois a estreia foi adiada para janeiro mas acabou estreando apenas em março.

As filmagens da minissérie começaram em novembro de 2009 e terminaram em janeiro de 2010.

A Record investiu alto na produção, e teve estimativa que cada capítulo da trama custou até 500 mil reais[4].

Os atores tiveram que participar de grupos de debate sobre a história, estudar o texto bíblico, workshops para aprender a se comportar de acordo com seus papéis e também como usar armas da época, cavalgar, entre outros.

O conteúdo e os personagens do livro de Ester receberam alguns acréscimos da autora Vívian de Oliveira na adaptação para a TV, ganhando, inclusive, alguns personagens. A história central de Ester (Gabriela Durlo) e Assuero (Marcos Pitombo) e as maldades do vilão Hamã (Paulo Gorgulho) contra os judeus, especialmente contra Mordecai (Ewerton de Castro), estão presentes. Mas só esses personagens não sustentariam 10 capítulos. Novos personagens foram criados para que pudessem ser inseridos na trama sem comprometer ou descaracterizar a história original, que permaneceu intacta. Dentre esses novos personagens estão um judeu amigo de Mordecai, um romance entre uma judia e um amalequita, filho de Hamã, inimigos dos judeus, e um amigo de infância de Ester que é apaixonado por ela.

O romance entre esses novos personagens foi, inclusive, inspirado no clássico Romeu e Julieta, ao criar a personagem judia Ana (Letícia Colin) e Aridai (Paulo Nigro) que é filho do vilão Hamã, o maior inimigo do povo judeu. Os dois se apaixonam e vivem um romance proibido.

Atores e diretores tiveram aulas e consultoria com um historiador que os ensinou sobre os costumes da época, a etiqueta do palácio, a influência do império persa e as guerras travadas pelo rei Assuero.

Para reconstruir a atmosfera da época, a equipe de arte usou como suporte para a criação dos cenários acervos de museus como o Louvre, em Paris, e o de Berlim.

Nos estúdios, com a ajuda da tecnologia, foram reproduzidas cenas de batalha. Marcelo Brandão, supervisor de efeitos visuais, falou dos esforços para chegar o mais próximo a realidade da época: “Gravamos com cerca de trinta figurantes para depois criarmos um exército de 1.600 soldados”. Brandão tem uma equipe de 27 pessoas, que cria, em efeitos 3D, as fachadas da cidade de Susã, onde se passa a história, e a cenografia virtual do palácio do rei.

ElencoEditar

AudiênciaEditar

A estreia de A História de Ester que ocorreu no dia 3 de Março de 2010 obteve uma ótima média de 12 pontos com picos de 14 para a Rede Record.[5]

O último capítulo de A História de Ester marcou, grande São Paulo uma média de 12 pontos, sendo sua média geral de 11 pontos[6].

ReprisesEditar

Foi reapresentada pela primeira vez, entre 13 à 26 de abril de 2010 em 10 capítulos, às 18h .

Foi reapresentada pela segunda vez, entre 14 e 16 de dezembro de 2011 em uma compacto de 3 capítulos. Esta reapresentação foi tirada do ar devido à baixa audiência[7].

Foi reapresentada pela terceira vez, entre 18 á 28 de dezembro de 2012 em 9 capítulos, às 21h, substituindo Rei Davi e antecedendo Sansão e Dalila[8].

Exibição InternacionalEditar

Referências

  1. «Esther, The Queen». Record TV Network. Consultado em 6 de julho de 2014. Arquivado do original em 18 de abril de 2014 
  2. «Record estreia 'A História de Ester', minissérie que retrata batalha em meio a um romance épico». O Globo. 1 de março de 2010. Consultado em 29 de outubro de 2017 
  3. «História da Rainha Ester vai virar minissérie na Record». Gospel Prime. 16 de outubro de 2009. Consultado em 29 de outubro de 2017 
  4. «Record investe na mais alta qualidade em "A História de Ester"». BOL. 20 de dezembro de 2009. Consultado em 29 de outubro de 2017 
  5. «Confira como foi a estreia da minissérie A História de Ester». Gospel Prime. 4 de março de 2010. Consultado em 29 de outubro de 2017 
  6. «Minissérie "A História de Ester" registra ótimos índices na Record». O Planeta tv. 4 de abril de 2010. Consultado em 29 de outubro de 2017 
  7. Flávio Ricco (16 de dezembro de 2011). «Record tira "A História de Ester" do ar». UOL. Consultado em 29 de outubro de 2017 
  8. Flávio Ricco (13 de dezembro de 2012). «Record vai reprisar "A História de Ester"». UOL. Consultado em 29 de outubro de 2017 

Ligações externasEditar