Abrir menu principal

"A cidade (até ser dia)" foi a canção que representou Portugal no Festival Eurovisão da Canção 1993 que teve lugar em Millstreet, na Irlanda. Foi cantada em português por Anabela. Foi a 11.ª canção a ser interpretada na noite do evento, a seguir à canção austríaca "Maria Magdalena, interpretada por Tony Vegas e antes da canção francesa "Mama Corsica" interpretada por Patrick Fiori. A canção portuguesa terminou em 10.º lugar, tendo recebido 60 pontos. No ano seguinte, Portugal foi representado com a canção "Chamar a música", interpretada por Sara Tavares.

Índice

AutoresEditar

  • Letrista: Pedro Abrantes,
    Marco Quelhas,
    Paulo de Carvalho
  • Compositor: Pedro Abrantes,
    Marco Quelhas,
    Paulo de Carvalho
  • Arranjador: Fernando Abrantes
  • Maestro: Armindo Neves

LetraEditar

A canção é uma balada, com Anabela cantando sobre a mística que uma cidade pode ter desde o anoitecer ao amanhecer. Ela descreve isso como sendo um sonho e que "as cores da noite dão um brilho à cidade. trazem luz até se fazer dia". Trazem luz até se fazer dia".

VersõesEditar

Anabela gravou uma versão inglês desta canção intitulada "Nightfall in the city".

Fontes e ligações externasEditar

  Este artigo sobre uma canção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  A Wikipédia possui o
Portal da Música