Achados e Perdidos

filme de 2006 dirigido por José Joffily
Achados e Perdidos
 Brasil
2006 •  cor •  102[1] min 
Direção José Joffily
Produção Heloisa Rezende
Sergio Gándara
José Joffily
Produção executiva Heloisa Rezende
Roteiro Paulo Halm
Jorge Durán
Baseado em Achados e Perdidos de Luiz Alfredo Garcia-Roza
Elenco Antônio Fagundes
Zezé Polessa
Juliana Knust
Roberto Bomtempo
Gênero policial
Música André Abujamra
Direção de fotografia Nonato Estrela
Direção de arte Claudio Amaral Peixoto
Figurino Ellen Millet
Edição Eduardo Escorel
Companhia(s) produtora(s) Coevos Filmes
Distribuição Imagem Filmes
Lançamento 28 de abril de 2006[2]
Idioma português
Site oficial

Achados e Perdidos é um filme brasileiro, do gênero policial,[3] baseado em livro homônimo de Luiz Alfredo Garcia-Roza e dirigido por José Joffily.[4] A música-tema "Hotel Fraternité" é de Arnaldo Antunes com trilha sonora de André Abujamra.[5][6]

SinopseEditar

Vieira (Antônio Fagundes) é um delegado aposentado que vive um caso com Magali (Zezé Polessa), uma prostituta. Quando Magali é encontrada morta em sua casa, amarrada nua à cama e com um saco de plástico na cabeça, Vieira logo é considerado pela polícia como o principal suspeito do crime. O próprio Vieira não sabe se cometeu o assassinato, pois no dia anterior estava embriagado e, com isso, não se lembra do que aconteceu. Em meio às suspeitas, Vieira se envolve com Flor (Juliana Knust), uma jovem prostituta que era também muito amiga de Magali, e passa a ser chantageado por um velho companheiro da polícia, que agora é político.

ElencoEditar

  A Wikipédia tem o

Prêmios e indicaçõesEditar

  • Categorias de Melhor Atriz (Zezé Polessa), Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Maquiagem e Melhor Trilha Sonora.[7]

Referências

Ligações externasEditar