Abrir menu principal
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações (desde julho de 2010). Ajude a melhorar este artigo inserindo fontes.
Airbus A300
Avião
Um A300-600 da Lufthansa
Descrição
Tipo / Missão Aeronave de fuselagem larga
País de origem  Alemanha
 França
 Reino Unido
Flag of Spain.svg Espanha
Fabricante Airbus
Período de produção 19712007
Quantidade produzida 561
Primeiro voo em 28 de outubro de 1972 (47 anos)
Introduzido em 30 de maio de 1974 com a Air France
Tripulação 3
Passageiros 270
Especificações
Dimensões
Comprimento 54,08 m (177 ft)
Envergadura 44,85 m (147 ft)
Altura 16,62 m (54,5 ft)
Área das asas 260  (2 800 ft²)
Alongamento 7.7
Peso(s)
Peso máx. de decolagem 157 000 kg (346 000 lb)
Propulsão
Motor(es) 2x CF6-50C2 ou JT9D-59A (A300B4)
2x CF6-80C2 ou PW4158 (A300-600R, A300-600F)
Performance
Velocidade máxima 890 km/h (480 kn)
Velocidade máx. em Mach 0.72 Ma
Alcance (MTOW) 5 371 km (3 340 mi)
Notas
Fonte de dados em: Especificações das versões na Wikipédia anglófona (em inglês)

O Airbus A300 é um avião de médio alcance, sendo o primeiro bimotor de fuselagem larga (widebody) da história da aviação, bem como a primeira aeronave produzida pela Airbus S.A.S.. O primeiro voo deste significativo avião foi feito em 28 de outubro de 1972, e a aeronave foi fabricada pela Airbus de 1972 até 2007, tendo sido aperfeiçoada tecnologicamente ao longo dos anos pela Airbus. É capaz de transportar cerca de 280 passageiros percorrendo médias distâncias. Vendeu cerca de 561 unidades.

HistóricoEditar

 
Interior de um A300 na configuração 2-4-2.

O Airbus A300 foi a primeira aeronave do consórcio Airbus, formado pela França, Alemanha, Grã Bretanha e Espanha. Foi lançado no início dos anos 70 e sua fabricação em série começou em maio de 1974, sendo o primeiro wide body (cabine larga) bijato (dois motores) do mundo. O modelo foi provisoriamente chamado de A300 (pela capacidade máxima estimada de assentos). O primeiro protótipo voou em 28 de outubro de 1972. Após a homologação pelas autoridades francesas e alemãs, em Março de 1974, as primeiras unidades foram entregues à Air France.

VariantesEditar

A300B1Editar

Apenas duas aeronaves desta versão foram construídas, um protótipo e outra que foi usada pela Trans European Airways e repassada à Air Algérie seis semanas depois, continuou operando até 1990. A versão da Trans European Airways tinha capacidade para 300 passageiros, e o da Air Algérie de 323 passageiros, com apenas 50,97 m de comprimento.

A300B2Editar

Foi a primeira versão a ser produzida em larga escala, utilizava os mesmos motores do Boeing 747-100. Logo depois foi lançada uma versão com melhorias aerodinâmicas conhecida como A300B2-200, ou simplesmente, A300-200.

A300B4Editar

 
A300B4-2C da Aerocondor Colombia, 1977, o primeiro Airbus na América Latina. (1978 no Aeroporto Internacional de São Francisco)

Foi uma versão de maior alcance em relação a versão anterior.

A300-600Editar

 
A300-600R da Japan Airlines.

Foi a última versão do modelo, lançado em 1980. A versão 600 foi fabricada em sua configuração básica, para 266 passageiros mais 32.900 libras de carga e autonomia de 7.700 km sem escalas tendo, segundo o fabricante, um custo operacional 9% mais baixo que seu imediato competidor da época Boeing 767. Como modificações, incorporou algumas melhorias aerodinâmicas e uso extensivo de compósitos na sua fabricação. O A300-600 tem a primazia de ser o primeiro jato comercial, depois do Concorde, a utilizar os sistemas de comando "fly-by-wire". A parte final da fuselagem também foi modificada, permitindo a inclusão de duas fileiras extras de assentos. Como último desenvolvimento da série, foi lançada a versão A300-600R, que possui tanques extras no estabilizador horizontal, maior alcance e cabine de comando dotada de EFIS. Além dos Pratt & Whitney PW JT9-7R4HI, PW4156 (A300-600) e PW4158 (A300-600R/C), a General Electric também fornece motores para estas versões: os GE CF6-50C2 (A300-600) ou CF6-80C2A5 (A300-600R/C). O modelo encontrou outro nicho nos últimos anos: a operação em transporte de carga. A UPS e Fedex são dois grandes clientes do tipo.

BelugaEditar

 Ver artigo principal: Airbus Beluga

Também conhecido pelo modelo A300-600ST, é uma versão modificada do A300-600 para transporte de peças de aviões da Airbus.

A300B10Editar

Essa variação, posteriormente foi rebatizada como Airbus A310.

No BrasilEditar

 
A300B2-200 da VASP.
 
A300B4-200 da Varig.
 
A300B4-200 da Cruzeiro.

A VASP, Varig e Cruzeiro utilizaram o modelo A300B2 e B4-200 em rotas nacionais e continentais, com grande sucesso. A VASP foi a pioneira no uso dessas aeronaves na América do Sul e fez muito sucesso na rota São Paulo - Brasília - Manaus. Hoje um único A300 da VASP, de prefixo PP-SNM que estava abandonado no Aeroporto de Guarulhos foi arrematado em um leilão promovido pelo Conselho Nacional de Justiça em 2013. O arrematante desistiu da compra. Foi realizado outro leilão, mas o novo comprador também desistiu ao verificar o sumiço de várias partes. No fim, por decisão judicial, o aparelho foi desmontado no próprio aeroporto.

Especificações TécnicasEditar

A300B2/B4 Airbus A300-600
Comprimento 53,60 m (176 ft) 54,10 m (177 ft)
Envergadura 44,84 m (147 ft) 44,84 m (147 ft)
Altura 16,53 m (54,2 ft) 16,54 m (54,3 ft)
Área alar 260  (2 800 ft²)
Motores/Empuxo 2x GE CF6-50 25,401 kgf (249 N) 2x PW JT9-7R4HI 25,401 kgf (249 N)
Peso max. decol 142,000 kg (313 lb) (B2) / 157,000 kg (346 lb) (B4) 165,000 kg (364 lb)
Vel. cruzeiro 890 km/h (480 kn) 889 km/h (480 kn)
MMO/VMO .82 .82
Alcance 2 700 km (1 460 m.n.) (B2) / 4 800 km (2 590 m.n.) (B4) 5 371 km (2 900 m.n.)
Tripulação técnica 3 2
Passageiros 270 267
Primeiro voo 28 de outubro de 1972 1984
Encomendados B1(2), B2(55), B4(201) 59
Entregues B1(2), B2(55), B4(201) 273
Em operação B1(0), B2(18), B4(134) 273
Fontes civaviation.eu[1] e Airliners.net[2]

Galeria de fotosEditar

A300B2-100 Zero-G 
A300B4-200F da Air Macau 

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Airbus A300

Referências

  1. "www.civilaviation.eu Airliners Index" Arquivado em 26 de março de 2016, no Wayback Machine.. civilaviation.eu (em inglês), visitado em 12 de abril de 2016.
  2. Aircraft Technical Data & Specifications Airliners.net, (em inglês), visitado em 12 de abril de 2016.
  Este artigo sobre um avião, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.