Amélia Hamburger

física brasileira
Amélia Império Hamburger
Nascimento 12 de julho de 1932
São Paulo
Morte 1 de abril de 2011 (78 anos)
Nacionalidade brasileira
Cônjuge Ernst Wolfgang Hamburger
Alma mater Universidade de São Paulo
Prêmios Medalha Anchieta concedida pela Câmara Municipal de São Paulo
Instituições Universidade de São Paulo
Campo(s) Física
Tese An analysis of (d,t) pick-up reactions 1960

Amélia Império Hamburger (São Paulo, 12 de julho de 1932 - São Paulo, 1 de abril de 2011[1]) foi uma física, professora, pesquisadora e divulgadora científica brasileira[2]. Com trabalhos em diversas áreas da física, realizou incursões pela epistemologia e história das ciências, motivada por interesses no ensino de física e na preservação da memória da ciência no Brasil[3][4].

Formação e pesquisaEditar

Graduada em física em 1954 pela então Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade de São Paulo, concluiu em 1960 o mestrado na Universidade de Pittsburgh, com a dissertação An analysis of (d,t) pick-up reactions[4][5][6]. Durante o mestrado publicou, em coautoria com W. E. Moore e J. N. McGruer, artigo científico no primeiro número de Physical Review Letters, de 1958[2][7]. Seu pós-doutorado foi realizado na Universidade Carnegie Mellon e concluído em 1967[2][4].

Foi professora no Instituto de Física da Universidade de São Paulo por mais de quarenta anos[2][3] e a responsável pela organização de seus arquivos históricos[2]. Além disso, participou da criação da Sociedade Brasileira de Física, tendo redigido os estatutos desta entidade e participado como membra de sua diretoria e conselho em diversas ocasiões[2][3][5].

FamíliaEditar

Era irmã do cenógrafo, arquiteto e artista plástico Flávio Império e foi casada desde 1956[8] com o também físico Ernst Wolfgang Hamburger, com quem teve cinco filhos, entre eles o cineasta Cao Hamburger[2][5][9]. Em 26 de setembro de 2011 a Câmara Municipal de São Paulo prestou-lhe homenagem in memoriam, outorgando-lhe a Medalha Anchieta e o Diploma de Gratidão da Cidade de São Paulo, os quais foram entregues à família[9][10].

MorteEditar

Amélia faleceu na cidade de São Paulo, em 1 de abril de 2011 aos 78 anos de idade.[11] Ela foi sepultada no Cemitério do Morumbi, na capital paulista.[11]

HomenagensEditar

Por sua significativa contribuição para o desenvolvimento da ciência brasileira recebeu diversas homenagens in memoriam: na 63ª Reunião Anual da SBPC, realizada em julho de 2011 na Universidade Federal de Goiás e a Medalha Anchieta concedida pela Câmara Municipal de São Paulo em sessão solene de 26 de setembro do mesmo ano. Em novembro de 2015, seu nome foi eleito por estudantes para nomear o prédio estudantil do Instituto de Física da USP.[5]

ObrasEditar

Entre as obras de sua autoria, podem ser citados os seguintes trabalhos:

  • The angular distributions of tritons from the C14(d, t)C13 reaction. Physical Review Letters, v. 1, n. 1, p. 29-30, July 1, 1958. doi:10.1103/PhysRevLett.1.29 (em coautoria com W. E. Moore e J. N. McGruer);
  • Analysis of (d, t) pick-up reactions. Physical Review, v. 118, n. 5, p. 1271-1278, 1 June 1960. doi:10.1103/PhysRev.118.1271;
  • The magnetic susceptibilities of NiCl2 · 6H2O. Physica, v. 69, n. 1, p. 67-75, Oct. 1973. doi:10.1016/0031-8914(73)90201-2 (em coautoria com S. A. Friedberg);
  • Epistemological and historical studies of physics concepts for science teaching. In: HERGET, Don Emil (Ed.). The history and philosophy of science in science teaching: proceedins of the first international conference. Tallahassee: Florida State University, 1989. p. 79-85. OCLC 22390037;
  • A ciência nas relações Brasil-França (1850-1950). São Paulo: Edusp: Fapesp, 1996. ISBN 85-314-0351-0 (organizadora, juntamente com Maria Amélia Mascarenhas Dantes, Michel Pat e Patrick Petitjean);
  • Fapesp: uma história de política científica e tecnológica. São Paulo: Fapesp, 1999. ISBN 85-86956-03-1 (autora convidada, sob organização de Shozo Motoyama);
  • Para uma história da Fapesp: marcos documentais. São Paulo: Fapesp, 1999. ISBN 85-86956-04-X (organizadora, juntamente com Shozo Motoyama e Marilda Nagamini);
  • Flávio Império. São Paulo: Edusp: Fapesp, 1999. ISBN 85-314-0434-7 (organizadora, juntamente com Renina Katz);
  • Fapesp 40 anos: abrindo fronteiras. São Paulo: Edusp: Fapesp, 2004. ISBN 85-314-0842-3 (organizadora e editora);
  • Obra científica de Mario Schönberg: volume 1: de 1963 a 1948. São Paulo: Edusp, 2009. ISBN 978-85-314-1186-1 (coordenadora, com colaboração de Silvio R. A. Salinas e Thomás A. S. Haddad); obra vencedora do Prêmio Jabuti de 2010 na categoria Ciências Exatas, Tecnologia e Informática[2][12].

Referências

  1. «VIDEIRA, Antonio Augusto. Amélia Império Hamburger. In: CIÊNCIA hoje. 08 abr. 2011». Consultado em 19 dez. 2016 
  2. a b c d e f g h «AGÊNCIA Fapesp. Amélia Hamburger morre os 78 anos. 04 abr. 2011». Consultado em 16 dez. 2016 
  3. a b c «SALINAS, Silvio R. A.; HENRIQUES, Vera B. Amélia Império Hamburger. In: SOCIEDADE BRASILEIRA DE FÍSICA. 01 abr. 2011». Consultado em 16 dez. 2016 
  4. a b c «CNPQ. Plataforma Lattes. Currículo Lattes de Amélia Império Hamburger». Consultado em 16 dez. 2016 
  5. a b c d ESTÊVÃO BERTONI (ed.). «A física entre a ciência e a arte». Folha de São Paulo. Consultado em 31 de agosto de 2019 
  6. «UNIVERSITY OF PITTSBURGH. Online catalog of the University of Pittsburgh libraries. An analysis of (d,t) pick-up reactions». Consultado em 17 dez. 2016 
  7. MOORE, W. E.; MCGRUER, J. N.; HAMBURGER, A. I. The angular distributions of tritons from the C14(d, t)C13 reaction. Physical Review Letters, v. 1, n. 1, p. 29-30, July 1, 1958. doi:10.1103/PhysRevLett.1.29
  8. MOURA, Mariluce; PIERRO, Bruno de. Ernst Hamburger: um corajoso cidadão paulistano. Pesquisa Fapesp, São Paulo, n. 215, p. 26, jan. 2014
  9. a b «PILEGGI, Mônica. Medalha Anchieta para Amélia Hamburger. In: AGÊNCIA Fapesp. 30 set. 2011.». Consultado em 16 dez. 2016 
  10. «CÂMARA MUNICIAPL DE SÃO PAULO. Notícias. Homenagem "in memoriam" à cientista Amélia Império Hamburger». Consultado em 16 dez. 2016 
  11. a b «Morre em São Paulo a física Amélia Império Hamburger». G1. Consultado em 31 de agosto de 2019 
  12. «CÂMARA BRASILEIRA DO LIVRO. Prêmio Jabuti. Prêmio 2010». Consultado em 15 dez. 2016. Arquivado do original em 7 de dezembro de 2016